A agrofloresta e seus benefícios para o Brasil e o sistema agro

Inicio » Meio Ambiente » A agrofloresta e seus benefícios para o Brasil e o sistema agro
06/03/2019 Por
A agrofloresta e seus benefícios para o Brasil e o sistema agro

Agrofloresta tem diversas áreas a serem exploradas e cuidadas

A agrofloresta é vista como uma maneira de diminuir os impactos ambientais na produção agropecuária e contribuir com uso sustentável de recursos naturais, além de aumentar a fertilidade dos terrenos.

A agrofloresta consiste no uso e ocupação do solo que maneja plantas lenhosas das mais variadas espécies (árvores, arbustos, palmeiras), ligando-as com plantas herbáceas, culturas agrícolas ou integração com animais. Isso tudo dentro de uma mesma unidade, de acordo com arranjos definidos para priorizar uma alta diversidade de espécies de interações ecológicas.

Agrofloresta

O que é agrofloresta?

Agrofloresta – ou Sistema Agroflorestal (SAF) – é um sistema que reúne importantes culturas agronômicas em ligação com a floresta, no intuito de garantir maiores ofertas de produtos, segurança alimentar e produções sustentáveis.

A classificação dos sistemas agroflorestais é dividida em:

  • Sistemas agroflorestais sequenciais: são os cultivos de processos temporários para anuais, temporários para temporários, ou duradouros para duradouros, criação do sistema com manejo de floresta;
  • Sistema silvícola rotativo: faz o aproveitamento de clareiras pelo cultivos de culturas como banana, guaraná, jabuticaba e outros;
  • Sistema Taungya: significa cultos de madeira; é o termo usado para identificar os cultivos, desde a fase inicial até o seu estabelecimento;
  • Sistemas agroflorestais simultâneos: é a associação de cultivos de madeira, hortas, frutíferas e pecuária;

O Brasil tem um ambiente favorável para o sistema agroflorestal. Isso, tanto por conta de suas condições bióticas (plantas, animais e organismos vivos) como e abióticas (temperatura, clima, pressão). Isso sem contar o aspecto econômico, que incentiva o uso das terras de maneira mais ecológica.

Por isso, é considerado o sistema que mais se aproxima de uma floresta natural. E possibilita que haja um equilíbrio produtivo entre a produção e a preservação.

Servindo como uma ponte que agrega vantagens econômicas e ambientais, a agrofloresta para a agricultura familiar opta por fazer uso de recursos naturais. Além disso, não dependem de elementos externos, oferecendo mais segurança alimentar aos trabalhadores e consumidores.

Vantagens do sistema agroflorestal

Entre os principais e mais vantajosos destaques do uso do sistema agroflorestal, podemos citar:

  • produção de alimentos com conservação do meio ambiente;
  • cultivo sem uso de venenos e produtos químicos (não há poluição de águas, solos e alimentos);
  • ajuda no controle de erosão dos solos;
  • preservação da fauna e flora;
  • alta produtividade a longo prazo;
  • recuperação de áreas degradadas (com passar do tempo, a terra se recupera naturalmente);
  • na ligação de espécies, uma planta ajuda no desenvolvimento da outra;
  • cumpre duas funções em uma: durante a recuperação do território são produzidos outros alimentos e produtos;
  • pouco propenso à pragas e doenças.

Agrofloresta

Embora seja conhecido como a reprodução do espaço natural, o sistema agroflorestal não pode ser visto como uma reconstrução da mata florestal. Isso porque possui plantas de interesse econômico e permite contínuas colheitas de produtos.

É necessário ter em mente a agrossilvicultura – estudo e arte de cultivar árvores – além de conhecimento sobre solos e suas precisões para que haja sucesso na produção SAF.

Portanto, a agrofloresta revê antigas técnicas tradicionais para obter maior conhecimento científico. Isso porque engloba, além da análise de espécies de vegetais, a sua interação com a fauna nativa.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo