Cera de abelha possui opções de uso que auxiliam o setor econômico

Inicio » Agronegócio » Cera de abelha possui opções de uso que auxiliam o setor econômico
25/02/2019 Por
Cera de abelha possui opções de uso que auxiliam o setor econômico

A cera de abelha e os seus diversos usos

Produzida por insetos polinizadores da natureza, a cera de abelha é usada de diversas maneiras e traz muitos benefícios por meio do consumo e utilização.

Assim, a cera de abelha é benéfica em muitos sentidos e auxilia na renda de diversos apicultores.

Cera de abelha: abelha produzindo

O que é cera de abelha?

Cera de abelha consiste na transformação da substância por meio das glândulas cerígenas encontrada nas abelhas operárias (incapazes de reproduzir). As abelhas transformam o açúcar do mel com baixa eficiência em cera, a partir das oito glândulas encontradas no abdômen. Esta cera é utilizada na construção dos favos e no cobrimento de algumas partes específicas da colmeia. No entanto, é necessário que as abelhas consumam aproximadamente 6 kg para produzir 1 kg de cera.

Os tipos de ceras mais conhecidas são:

  • As ceras mais escuras, produzidas pelas abelhas do gênero melipona – são as abelhas sem ferrões.
  • As ceras mais claras, produzidas pelas abelhas do Apis melífera – abelhas italiana.

Os povos indígenas – ou ameríndios – que viviam na América antes da chegada dos europeus, eram os que mais consumiam a cera de abelha pura e a utilizavam para diversos fins.

No século XVI, os índios Paresi, no Mato Grosso, domesticavam as abelhas e utilizam a cera na construção de flautas, apitos, zarabatanas, maracás, etc. Além de utilizá-la como vedação de objetos, lubrificação de artesanatos, cola e iluminação.

Já os índios Bakairi, utilizam a cera para fechar as aberturas na canoa, como inseticida e na construção de flechas. No Estado do Pará, os povos nativos juntavam a cera com fios de algodão para confeccionarem tochas.

Para que serve a cera de abelha?

A cera de abelha é dos subprodutos que mais permitem lucros entre os apicultores. Podendo ser usada como matéria prima, é uma boa escolha para aumentar as oportunidades de rendas e ganhos nas entressafras do mel.

Além disso, ela serve como parafina ecológica na fabricação de produtos biodegradáveis (quando misturada à cera de abelha alveolada), como os tubetes, atendendo às necessidades de consumidores mais conscientes e mais preocupados com a saúde do meio ambiente. O produto também é usado nas indústrias farmacêuticas, odontológicas e de cosméticos. Podendo ser usada também na confecção de mobílias, artigos de couro e alguns tipos de tintas.

Uso da cera de abelha

Cera de abelha: colmeia

A utilização da cera de abelha é feita das mais diversas maneiras. Atualmente, ela tem sido usada, principalmente, como método medicinal – no tratamento de complicações como:

Além disso, ao ser usada sobre a pele, ajuda no processo de cicatrização, pois restaura as feridas e as queimaduras.

A cera de abelha para cosméticos é muito comum e vantajosa, pois permite maior hidratação da pele. Ela reduz a oleosidade além de conter vitamina A, possibilitando maior tempo de efeito hidratante. Também proporciona umidade e brilho natural. Além disso, pode ser usada como óleo (bálsamo) labial, evitando rachaduras e cortes nos lábios durante os períodos com temperatura menos elevada.

Já a utilização da cera de abelha para cabelo é responsável também por hidratar o couro cabeludo e proporcionar o crescimento acelerado e saudável. A cera também possui propriedades alisantes, preserva a umidade do cabelo e não agride a saúde dos fios.

Além do mais, a cera é propícia e eficiente no tratamento de tártaros dentários e desfaz os resíduos de nicotina presentes na boca.

Curiosidades sobre a cera de abelhas

O uso da cera é muito antigo e tradicional. Os egípcios a utilizavam para embalsar (ou seja, preservar) as múmias. Devido isso, a palavra múmia vem da palavra persa moum, que significa cera. Elas eram utilizadas com essa finalidade pois são altamente resistentes e inalteráveis.

Já os romanos, utilizavam a cera para modelar o perfil de humanos e confeccionavam frutas para decoração a partir da cera. Ela também era usada para fins religiosos, para pagar tributos, multas e algumas taxas entre uma cidade e outra.

Além disso, a cera de abelha, também em fins religiosos, e simbolizava a carne de Cristo na fabricação de velas. A extensão da vela remetia a alma de Cristo e a divindade era representada pelas chamas.

Agro20 | Portal Vida No Campo