Coração de alcachofra é boa pedida para receitas sofisticadas

Inicio » Agronegócio » Coração de alcachofra é boa pedida para receitas sofisticadas
03/10/2020 Por
Coração de alcachofra é boa pedida para receitas sofisticadas

Coração de alcachofra é receita que remonta à Roma Antiga. Muitas pessoas não sabem o que fazer com o coração de alcachofra fresco, afinal, eles quase nunca aparecem nos menus do restaurante como aperitivo. De fato, a maneira usual de comer alcachofras no vapor é retirando as folhas e mergulhando-as em um molho.

Em muitos países do sul da Europa, por exemplo, os corações de alcachofra são recheados com farinha de rosca, carne moída e especiarias. Assim, quando pronto, o coração da alcachofra é degustado como um prato fino e saudável.

Coração de alcachofra

O que é coração de alcachofra?

O coração da alcachofra é o núcleo do vegetal, localizado após este ser desfolhado. Sem dúvida, a alcachofra é um vegetal especial, pois é o único cardo comestível que conhecemos.

Existente há séculos, remonta à época romana antiga. Além disso, há também uma referência ao coração do vegetal na literatura grega.

De fato, os historiadores da comida afirmam que as primeiras alcachofras cresceram no norte da África. Assim, várias receitas antigas dessa região são acompanhadas de alcachofras. Korchef, por exemplo, é um cuscuz tradicional favorito do Marrocos que inclui alcachofras.

Origem do coração de alcachofra

De origem africana, as alcachofras chegaram à Sicília e rapidamente se enraizaram como um vegetal comumente encontrado no sul da Europa. Na Itália, o coração é parte integrante da culinária do país. Além disso, é muito comum encontrar robalo com alcachofras, alcachofras marinadas e massas com alcachofras em cardápios italianos.

No entanto, foi Catherine de Médici, a noiva de 14 anos de Henrique II da França, em 1533, que deu notoriedade à alcachofra por seu gosto incomum pelo vegetal. Naquela época, era inédito para uma donzela ou jovem mulher comer um vegetal que se dizia afrodisíaco.

Ao longo dos anos, cada região de cultivo italiana criou suas próprias alcachofras híbridas e únicas, com diversas cores e texturas. Atualmente, onze variedades botânicas de alcachofras são registradas.

Coração de alcachofra

Coração de alcachofra em conserva

Embora seja um ingrediente nem sempre fácil de encontrar, é comum que o alimento em conserva esteja disponível durante todo o ano para uso em várias receitas. Confira algumas abaixo.

Receitas com coração de alcachofra

Existem muitas receitas com coração de alcachofra, sobretudo na culinária dos países do Mediterrâneo.

Na Itália, por exemplo, o coração desta planta faz parte dos recheios de pizza. Já em Roma, os corações de alcachofra são frequentemente fritos.

Na Espanha, por sua vez, as alcachofras são polvilhadas com azeite e cozidas nas cinzas quentes de um churrasco. Além disso, eles também são cozidos com arroz em uma paella ou combinados com ovos fritos!

Coração de alcachofra

Como preparar coração de alcachofra?

Existem muitos modos distintos de como fazer o coração desta planta. Os gregos, por exemplo, combinam corações de alcachofra com batatas e cenouras em um ensopado com sabor de cebola picada, limão e endro.

Além disso, em todo o Oriente Médio e Norte da África, o recheio favorito para o coração de alcachofra é o cordeiro moído com especiarias locais. Muitas vezes, o cordeiro é aromatizado com cebola, tomate, salsa, endro, hortelã e pinhões.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo