Corante é popular, mas seu uso exagerado pode ser perigoso à saúde

Inicio » Agronegócio » Corante é popular, mas seu uso exagerado pode ser perigoso à saúde
26/02/2019 Por
Corante é popular, mas seu uso exagerado pode ser perigoso à saúde

Corantes são comuns na composição de alimentos, mas podem desencadear problemas relacionados a doenças crônicas

Na indústria alimentícia, o corante é comum, principalmente em composições altamente populares em todo o mundo, como o refrigerante.

O uso de corante está diretamente relacionado as sensações do consumidor ao ver o produto. Desse modo, tornam os alimentos e bebidas mais atraentes aos olhos.  Crianças, por exemplo, podem ver um suco com alto teor da substância e achar a bebida linda – e implorar para levá-la apenas por conta da cor.

Uso de corante em doces

O que é o corante?

O corante é um produto utilizado com o intuito de intensificar ou dar cor a determinados alimentos. Além do refrigerante já citado, é muito comum o uso da substância em produtos incolor, como no caso da gelatina. Seu uso é totalmente voltado ao fato de dar vida aos alimentos.

Porém, embora seu uso seja classificado como liberado pelo Anvisa, o alto consumo do produto é altamente prejudicial à saúde. Seu uso frequente pode desencadear câncer e intensificar doenças crônicas como a asma, rinite e sinusite.

Nos Estados Unidos, por conta de toda a polêmica envolvendo o uso da substância, o país decidiu que fabricaria alimentos com e sem corante. No Brasil, o uso ainda é eminente.

Corantes naturais

O uso de corantes naturais tem se tornado cada vez mais populares no Brasil. A indústria alimentícia ainda não adotou tal método, porém, gastronômicos utilizam dos naturais para incrementarem suas comidas. Exemplo de corantes naturais:

  • Colorau: Seu uso é muito comum na cozinha, uma vez que o produto intensifica as cores do alimento.  Carnes, por exemplo, ficam mais avermelhadas com o uso do colorau. Além disso, seu uso é vantajoso a saúde, uma vez que a composição é rica em cálcio.
  • Curcuma: Seu uso está mais voltado para pessoas que gostam de um teor apimentado ao alimento. Fora isso,  a curcuma é conhecida por ser um alimento rico em proteínas e servindo também como anti inflamatório.
  • Clorofila: Essa composição natural é conhecida por ser antioxidante, assim servindo para o preparo de suco verde. Além disso, sua extração está relacionada a plantas capazes de fazer fotossíntese.
  • Antocianinas:  Este corante é muito comum entre confeiteiros, já que seu uso está relacionado ao enfeito de doces. É conhecido por ser um alimento rico que é vantajoso ao coração.
  • Licopeno: O uso deste corante está diretamente relacionado ao uso de alimentos com tons avermelhados, como o tomate. Seu uso ajuda no melhor funcionamento do organismo.
  • Paprica: É o preferido de quem não gosta gosta de teor picante, pois a sua sensação é extremamente suave em relação aos outros corantes.

corante

Corantes e pigmentos

Mesmo tendo a finalidade próxima na questão de cor, os corantes e os pigmentos são diferentes. O uso dos pigmentos está relacionado a produção de tintas, com a finalidade de ser uma camada de proteção contra a corrosão de ferros e metais, por exemplo.

Em suma, o uso de corante é popular em todo o mundo. Seu uso não é contra indicado, porém deve ser cauteloso para evitar futuros problemas de saúde. Práticas solucionáveis como os corantes naturais são importantes para a qualidade de vida de toda população, uma vez que seu uso acontece quase que de forma indireta.

 

Agro20 | Portal Vida No Campo