Coxão mole está entre os principais cortes bovinos brasileiros

Inicio » Pecuária » Coxão mole está entre os principais cortes bovinos brasileiros
08/03/2019 Por
Coxão mole está entre os principais cortes bovinos brasileiros

O coxão mole é popular no universo da carne e explorado pelos pecuaristas

Também conhecido como chã de dentro, o coxão mole é visto como uma peça nobre e de muita utilidade na culinária brasileira.

O coxão mole está localizado na parte traseira do boi e representa em torno de 15% da ossada do animal.

Presente entre os mais famosos cortes bovinos magros brasileiros, o coxão mole é uma das peças preferidas nos pratos nacionais.

Principais características do coxão mole

  • Contém fibras curtas
  • Carne macia e suculenta
  • Peso médio em torno de 12 kg
  • Pode ser encontrado por completo ou em peças de até 2 kg
  • Tem carne magra
  • Porção fica localizada no traseiro do animal
  • Por ser uma carne rica em proteínas (45%), é comumente desfrutada em receitas light

coxão mole

Na culinária brasileira este corte bovino é utilizado de uma infinidade de maneiras, entre elas:

  1. Assados
  2. Ensopados
  3. Picadinhos
  4. Escalopes
  5. Milanesas
  6. Refogados
  7. Molhos

No mercado consumidor, está entre os tipos de cortes bovinos mais pedidos entre os amantes de carne. Além de ser utilizado na composição de diferentes pratos, a carne é fonte de benefícios à saúde em função das proteínas e minerais que carrega.

Entretanto, comercialmente, seu preço não é tão barato quanto outros cortes no mercado. Seu kg pode passar de 25 reais, facilmente. Por isso, investir neste corte de gado traz grandes vantagens financeiras aos pecuaristas – e, no mundo da exportação, o Brasil sai na frente.

Seu lucro é certeiro, pois o mercado consumidor gasta grandes quantias para ter acesso ao corte. Logo após a retirada da peça do animal, não há alterações na peça, portanto, é um corte bovino in natura.

Dito isso, o número de parceiros comerciais internacionais para o Brasil só tende à crescer devido aos benefícios que este corte bovino brasileiro oferece.

Atualmente, são embarcadas mais 24 toneladas da peça por mês para países da Europa. Entre os exemplo de países que importam a carne brasileira se destacam França, Alemanha e Holanda, entre outros.

Exemplos de gado de corte

Para que o bom aproveitamento dos melhores cortes de gado e de coxão mole sejam facilitados, é recomendada a criação de raças corpulentas – de carne mais mole. Por isso, alguns nomes já são bastante conhecidos na pecuária brasileira, incluindo:

  1. Nelore
  2. Angus
  3. Senepol
  4. Holstein Frísia
  5. Brangus

Outros tipos de cortes bovinos

Embora cada peça do boi seja saborosa, para todo tipo de gosto existe um corte mais adequado. Diferente do coxão mole, o coxão duro é composto por fibras grossas e uma carne mais firme. Ideal para assados na panela de pressão e temperos suaves como salsinha e cebolinha.

mercado de carne em que vende o corte coxão mole

Para quem se apetece por carnes com maior teor de gordura, o coxão mole – considerado uma carne magra – também não é a melhor escolha. Entretanto, o corte faldinha possui uma capa gordurosa e longas fibras, que agradam mais os paladares com preferência por carnes gordas.

Um corte muito semelhante ao do coxão mole é o da maminha. Os dois são utilizados em receitas mais light, são escolhidos Por serem carnes magras, ricas em proteínas e baixo teor de gordura.

Por fim, vale notar que, mesmo em comparação com cortes de primeira qualidade como o filé mignon, o coxão mole ainda ganha destaque. Principalmente pelo fato de que, além de ser um corte magro e macio, é bem suculento e não exige tantos molhos em seu preparado como o filé.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo