Ferrageamento é importante para proteger o casco do animal

Inicio » Pecuária » Ferrageamento é importante para proteger o casco do animal
02/12/2020 Por
Ferrageamento é importante para proteger o casco do animal

Além de evitar problemas no casco, ferrageamento também evita problemas anatômicos. Os cavalos fazem parte do dia a dia no campo, ajudando nas tarefas e manejos com o gado, por exemplo. Porém, é preciso dar atenção ao manejo com os equinos também, mantendo. Por exemplo, o ferrageamento em dia.

O ferrageamento ajuda na proteção do casco de equinos e também muares, para evitar que tenham problemas causados pelas atividades do dia a dia.

Ferrageamento

Ferrageamento de equinos

O ferrageamento consiste então na aplicação de uma lâmina no casco do cavalo para proteger, curar ou corrigir algum problema na região do pé do animal. Essas lâminas chamadas de ferraduras podem ser de diversos materiais, como o aço. Porém, também podem ser de alumínio como nos cavalos de corrida, pois são mais leves, além de plástico aderente, dentre outras opções.

Dessa forma, em geral, o processo de ferrageamento de cavalo tem o objetivo de proteger os cascos do animal, devido aos trajetos que percorre no dia a dia nas tarefas que desempenha.

Os animais que vivem soltos na natureza ou em pastagens e solos macios não necessitam desse manejo, porém, a rotina em fazendas é diferente, exigindo mais esforço do animal e, por isso, exigindo mais cuidados também.

Por exemplo, a ferradura é necessária quando o cavalo tem contato com piso duro ou irregular, como em cocheiras ou pedregulhos, pois isso causa desconforto ao animal e com o tempo pode acarretar problemas ortopédicos maiores.

Entretanto, é preciso lembrar que o ferrageamento deve ser feito por um profissional que entenda da anatomia dos cavalos. Isso é necessário pois é preciso levar em consideração detalhes como a raça, o peso do animal, idade, atividades que ele pratica.

Ferrageamento a quente

O processo de ferragemento a quente, a ferradura a ser utilizada precisa ser aquecida, para em seguida ser colocada na planta do casco. Assim, a parte do casco que fica em contato com a ferradura ficará chamuscada e revela as desigualdades do casco, através das áreas não chamuscadas.

Com isso, é possível fazer os ajustes necessários na ferradura e também no casco, para que o encaixe da ferradura seja adequado ao animal.

Ferrageamento a frio

O ferrageamento a frio é mais prático e não se usa forja, mas apresenta certas limitações. Esse processo normalmente é utilizado quando não é preciso fazer alterações no formato da ferradura.

Ferrageamento

Ferrageamento e casqueamento

Antes de aplicar a ferradura, é preciso fazer o casqueamento do cavalo, que consiste em uma limpeza para retirar sujeiras e aparar os cascos. Geralmente esse processo precisa ser refeito entre seis a oito semanas, tendo em vista que os cascos dos cavalos são, assim como nossas unhas, de queratina. Ou seja, eles crescem e precisam ser aparados.

Ferrageamento de muares

Esse processo também é realizado em muares, já que também são utilizados em alguns trabalhos, por serem animais resistentes, inteligentes, com um manejo fácil e boa longevidade.

Se o ferrageamento não for feito, o animal precisará descansar, após um dia de trabalho, por pelo menos dois dias, para compensar o desgaste dos cascos.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo