A criação do gado de leite no Brasil e o crescimento do mercado leiteiro

Inicio » Pecuária » A criação do gado de leite no Brasil e o crescimento do mercado leiteiro
04/02/2019 Por
A criação do gado de leite no Brasil e o crescimento do mercado leiteiro

Gado de leite tem auxiliado cada vez mais o comércio brasileiro

A criação do gado de leite e a produção leiteira tem crescido consistentemente nos últimos dez anos. Queijo, doce de leite, iogurte e outros laticínios são os principais produtos derivados do leite no Brasil. A agropecuária brasileira tem o leite como produto essencial que auxilia na renda para o país.

O Brasil é um dos maiores produtores de leite do mundo, sendo Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná as regiões de maior produção. A criação do gado de leite tem crescido tanto em volume quanto em qualidade, mesmo os produtores tendo enfrentado baixas margens de atividade.

Gado de leite em confinamento

A criação do gado de leite refere-se a animais, confinados ou a pasto, responsáveis pela escala de produção de leite no Brasil. Assim, a importância da criação desse tipo de gado está relacionada com a população e o consumo de leite durante toda a vida. Rico em nutrientes, o leite garante aumento na escala de renda do país.

Gado de leite confinado e a pasto

As atividades produzidas nas fazendas podem ocorrer de duas formas em relação ao gado de leite no Brasil: criação em confinamento ou a pasto. A diferença entre as duas criações está em torno da alimentação do gado leiteiro e as instalações das fazendas.

  • Gado de leite confinado: no confinamento, o gado é alimentado em cocho com animais de elevado potencial genético durante o ano todo, proporcionando então uma maior estabilidade na produção das vacas.
  • Gado de leite a pasto: o gado é alimentado, principalmente (e, muitas vezes, unicamente), com pasto de boa qualidade e com bom manejo. Entretanto, dependendo da região e da genética dos animais, há também o aporte de concentrados para suprir possíveis deficiências das forragens utilizadas.

Portanto, ambos os sistemas de produção necessitam de altos cuidados, visto que os nutrientes ingeridos pelo gado de leite são utilizados na reprodução, crescimento, etc. Uma produção de qualidade requer boa alimentação, além de técnicas adequadas e um gerenciamento apropriado dos produtores.

Portanto, pesquisas apontam que o gado de leite produz mais e com maior qualidade ao terem uma vida estável. Ou seja, com boas condições de espaço e conforto, ambiente higiênico, segurança e proteção os animais tornam-se assim mais produtivos. Em consequência disso, temos então leite e produtos com maior tempo de duração.

No que consiste a criação do gado de leite?

Gado de leite criado a pasto

A criação do gado de leite conta com algumas particularidades a serem seguidas para se obter uma produção de qualidade. São elas:

  • Bom local para a criação do gado de leite
  • Boa estrutura
  • Raças específicas (o gado manso é o mais recomendado), por exemplo a holandesa; suíça-parda/schwyz; ayrshire; jersey; guernsey e girolando
  • Ordenha
  • Dieta equilibrada
  • Manutenção dos equipamentos

Sendo assim, apostar na criação do gado de leite é uma tarefa que requer empenho e gosto. Os animais produzem em maior quantidade, geram bons lucros e vivem mais quando criados de forma confortável. O gado de leite no Brasil tem tomado grande espaço no setor agro e então, contribuído mais para a economia pecuária do país.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo