Latifundiários brasileiros comandam mais de 300 milhões de hectares

Inicio » Agricultura » Latifundiários brasileiros comandam mais de 300 milhões de hectares
01/03/2019 Por
Latifundiários brasileiros comandam mais de 300 milhões de hectares

Representatividade dos latifundiários no agronegócio é de grande importância para o mercado

Por serem donos de grande extensões de terras, os latifundiários devem ter sabedoria e honestidade para manter suas terras.

Os latifundiários ocupam, em 2 mil latifúndios, uma área mais extensa do que quatro milhões de propriedades rurais, de acordo com o Censo Agropecuário do IBGE.

Latifundiários

O que é latifúndio?

Os latifúndios são caracterizados como os extensos territórios agrícolas pertencentes a uma pessoa, família ou empresa que faz uso de uma exploração extensiva dos recursos e mão de obra. O aparecimento de latifúndio no Brasil se dá pela necessidade de constante produção e geração de lucros com base no mercado externo. Em estados como Bahia e Pernambuco, por exemplo, a economia açucareira favoreceu para ampliação de propriedades como a plantation.

O estado do Mato Grosso é o que possui maiores propriedades, ocupando 868 territórios rurais, seguido de Mato Grosso do Sul, onde se encontra 341 latifúndios. O estado do Pará apresenta 188 extensões rurais. Por isso, é considerado o estado com os maiores latifúndios do Brasil.

Uma propriedade rural é todo e qualquer território para fins agrícolas e pecuários. São classificadas em:

  • Latifúndio por exploração
    Território inadequado para exploração e prática de atividades econômicas e sociais.
  • Latifúndio por dimensão
    Território que possui mais de 600 módulos de dimensão em sua região.
  • Módulo rural
    Território diretamente explorado pela agricultura familiar para garantir a sobrevivência e o contínuo desenvolvimento social e econômico.
  • Empresa rural
    Território cuja região utilizada soma cerca de 50% dos possíveis 600 módulos explorados.
  • Minifúndio
    Território de dimensão menor do que um módulo.

O que são minifúndios?

Minifúndios são pequenos territórios destinados ao cultivo de hortaliças, criação de aves, peixes, frutos e atividades que precisam de muita mão de obra e pouco espaço. Portanto, tem a criação de produtos agrícolas voltada para o mercado interno. No Brasil, a agropecuária familiar comanda grande parte dos minifúndios apenas com base em conhecimentos convencionais e tecnologias mais ecológicas.

A agricultura familiar corresponde a uma enorme parcela do PIB brasileiro. Isso porque costuma ser encontrada em grande proporção nos territórios de latifúndio e minifúndio.

Latifundiários

Maiores latifundiários mundiais

De acordo com os estudos de Alceu Luís Castilho – jornalista formado pela Universidade de São Paulo – grande parte dos proprietários agrários do país com propriedade rural estão ligados à política e mandatos estaduais, municipais e federais.

Dessa forma, cinco dos maiores latifundiários do mundo são bastante conhecidos em todo o mundo. Em ordem de tamanho, eles são:

  • Rainha Elizabeth II
    Considerada o ser mais rico do mundo, a Rainha tem posse de mais de 6.600 milhões de hectares em diversos países, obtendo lucros equivalentes a trinta e três trilhões de dólares. Por isso, é a líder do ranking.
  • Estado russo
    Por obter uma atuação global em 4.219 milhões de hectares, é o segundo maior proprietário de terras existente.
  • Estado chinês
    Todo território chinês apresenta aproximadamente 2,5 milhões de hectares. Dessa forma, ocupa a terceira posição do ranking.
  • Governo Federal dos Estados Unidos
    Obtém cerca de um terço do território estadunidense e, por isso, é classificado como o quarto maior latifundiário do mundo – com 760 milhões de hectares.
  • Rei da Arábia Saudita
    Apresentado como o quinto maior lavrador, possui 553 milhões de hectares.

Pela participação dos latifundiários no mercado nacional e mundial, fica clara a importância e representatividade que têm no agronegócio.

Agro20 | Portal Vida No Campo