O mel de eucalipto tem sabor forte e refrescante

Inicio » Agronegócio » O mel de eucalipto tem sabor forte e refrescante
25/03/2021 Por
O mel de eucalipto tem sabor forte e refrescante

O mel é um alimento apreciado no mundo inteiro. Além de ser um adoçante natural com um sabor marcante, também é ingrediente indispensável na culinária. Uma das variações da produção do alimento é o mel de eucalipto.

O Brasil é um grande produtor de eucalipto – assim como do mel de eucalipto -, tendo florestas plantadas desde 1903. Segundo o Serviço Florestal Brasileiro, essas florestas desempenham papéis fundamentais para o meio ambiente.

Sequestro de carbono, reaproveitamento de terras degradadas, proteção de água e solo, além da diminuição da chamada pressão sobre florestas nativas são alguns benefícios apontados pelo órgão.

Diversos produtores da apicultura se beneficiam dessas florestas artificiais, cultivando abelhas ao entorno para a produção do alimento.

mel de eucalipto

O que é mel de eucalipto?

A produção do mel de eucalipto se dá por abelhas que têm acesso à florada do eucalipto. Essas abelhas produzem, então, um mel com características diferentes daquelas que colhem o pólen de diversas flores.

Esse tipo de mel tem como característica principal uma coloração mais escura. Além disso, quem degusta o alimento relata sentir um sabor levemente refrescante, como o próprio eucalipto.

O produto também é considerado mais forte, com concentração importante de vitaminas. Assim como os demais, o mel de eucalipto é um adoçante natural, mas também é utilizado em composições para combater resfriados, dores de garganta, tosse e problemas respiratórios. O mel de eucalipto serve também como fonte de energia e é bastante popular entre os brasileiros.

O mel de eucalipto também cristaliza?

Sim. Assim como todos os outros, o mel de eucalipto puro também cristaliza com o tempo. A cristalização acontece de forma natural, já que a frutose e glicose presentes no alimento se separam.

Ao formar pequenos cristais, principalmente no inverno, o mel que passa por esse processo demonstra ser puro e natural, sem aditivos industriais. Reverter a cristalização não é um problema, basta aquecer o alimento com cuidado para que não sofra perda de nutrientes.

Mel brasileiro que conquista o mundo

Além de ser um grande produtor para o mercado interno, o Brasil também é importante no mercado de mel internacional. De acordo com a Associação Brasileira dos Exportadores de Mel (Abemel), os Estados Unidos foram os principais compradores do produto brasileiro, em 2020, seguidos da Alemanha e Canadá.

O sucesso do mel brasileiro fora do país, incluindo o mel de eucalipto, é um indicativo de qualidade na produção. No entanto, uma preocupação está na produção de eucaliptos transgênicos, que afetam a composição do mel orgânico.

Como as alterações no eucalipto garantem ganho de produtividade, com árvores crescendo mais e em menos tempo, a produção parece tentadora. Contudo, os benefícios do mel de eucalipto também passam pela necessidade de um produto natural, orgânico e sem alterações.

O mel possui até 88% de açúcares redutores em sua composição. Do mesmo modo, contém sacarose, proteínas, sais minerais, aminoácidos e vitaminas. As propriedades do mel de eucalipto também são compostas por potássio, fósforo e cálcio.

Tipos de mel

Conheça alguns tipos de mel produzidos no Brasil:

  • uruçu: é o mel de uruçu produzido por abelhas sem ferrão, de origem brasileira.
  • laranja: mel de laranja tem a cor mais clara, produzido por abelhas que tem acesso apenas à florada de laranjeira.
  • jataí: o mel de jataí tem um sabor levemente ácido, assim como o mel de laranjeira.
  • caju: mel de caju é extraído do suco da fruta e é famoso por conservar grande parte da Vitamina C presente no caju.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo