Mutirão compartilha a força de trabalho entre membros de um grupo

Inicio » Meio Ambiente » Mutirão compartilha a força de trabalho entre membros de um grupo
24/07/2019 Por
Mutirão compartilha a força de trabalho entre membros de um grupo

O mutirão, além de um gesto solidário, pode ser uma ação eficaz para suprir necessidades fora do alcance do Estado

O mutirão é mais comum em zonas rurais, entretanto, sua prática também vem se disseminando em centros urbanos. A origem dessa ação remonta aos tempos antigos onde as condições de trabalho eram mais precárias. Contudo, permanece presente nos dias atuais, seja em sua essência ou em nova roupagem.

O mutirão, além de se mostrar uma solução eficaz para lidar com problemas que atingem não só um indivíduo, mas todo o coletivo, também exerce papel de estreitar laços entre uma comunidade.

Mutirão

O que é mutirão?

Mutirão é, conforme definições registradas nos dicionários, uma mobilização de cidadãos, de forma espontânea, gratuita e coletiva, para o exercício de uma atividade que beneficie o coletivo.

O termo deriva do Tupi motyrõ e significa “trabalho em comum”. De fato, define bem essa ação realizada por moradores de uma comunidade para solucionar problemas que afetam o bem-estar coletivo.

Como apontado de começo, a prática do mutirão originou-se nas zonas rurais em tempos antigos, onde se concentrava boa parte da população, porém, não se contava com a infraestrutura e condições de trabalhos adequados para o exercício de algumas atividades.

Por exemplo, o cultivo e a colheita de alimentos ocorriam de forma muito menos acelerada do que nos tempos modernos, que conta com aparato tecnológico que reduz significativamente a ação do homem nesse ofício.

Como muitas comunidades e povoados dependiam da colheita da lavoura para alimentação pessoal, organizavam-se mutirões onde todos contribuíam com o trabalho de plantação e colheita. Dessa forma, o processo de produção se acelerava e todos se beneficiavam com a ação.

Apesar das diversas melhorias proporcionadas pelo desenvolvimento tecnológico, a prática do mutirão ainda se faz necessária em algumas localidades. Seja pela precariedade de recursos que ainda não fizeram com que tal aparato tecnológico chegasse a tais regiões, seja pela baixa densidade populacional que acaba afetando a mão-de-obra para certos trabalhos.

Mutirão nas cidades

Mas não é só no campo que se testemunha a ação conhecida como mutirão em prática. Nas cidades ele também se torna uma necessidade, ainda que o termo seja aplicado para gestos que ampliem o significado original do termo.

Mutirões eram usados para designar trabalhos coletivos realizados no campo ou em serviços de construção civil. No entanto, passou a ser utilizado para se referir a todo e qualquer trabalho coletivo não remunerado dentro de uma coletividade.

Exemplos corriqueiros que se podem encontrar com certa facilidade são:

  • Pintura de escolas;
  • Coleta de entulhos;
  • Coleta de materiais eletrônicos;
  • Coleta de medicações vencidas;
  • Coleta de alimentos;
  • Coleta de roupas;
  • Coleta de brinquedos;
  • Limpeza de ruas;
  • Limpeza de parques e outros locais de uso público.

Mutirão

Contudo, o mutirão em cidades pode envolver trabalhos mais complexos, assim, se aproximando muito do uso original do termo.

Tal necessidade deriva de ao menos um dos problemas citados que afetam comunidades rurais modernas: infraestrutura. Porém, no caso das cidades, o que motiva com mais frequência a prática de mutirão é o descaso ou ineficiência do poder público de prover soluções, atender velhas demandas da população.

Em muitos casos, o próprio poder público estimula a organização de mutirão para resolver problemas crônicos.

Em alguns casos, a ação é bem sucedida e motivo de inspiração para outras regiões. O estreitamento de laços e reforço do sentido de comunidade acaba sendo um importante aliado para o sucesso da empreitada.

Mas, em outras situações, a população não se engaja como deveria ou a complexidade do problema se mostra por demais avançada para que ele possa ser sanado apenas com a ação de populares.

Tipos de mutirão

Existem vários tipos de mutirão realizados atualmente. No campo, há uma modalidade bem antiga de mutirão, mas que se permanece popular, necessária. É a chamada “troca de dias”.

Funciona da seguinte maneira: uma comunidade rural enfrenta dificuldades por ser muito isolada e contar com pouca mão de obra. Os moradores dessa região acabam acordando um trabalho de colaboração de modo a beneficiar a todos.

Todos os vizinhos sitiantes se reúnem para desenvolver trabalhos rotineiros na propriedade de cada morador. Dessa forma, o trabalho é realizado de maneira mais rápida e os envolvidos se beneficiam com o trabalho em conjunto.

Ainda no campo, cabe destacar o papel das mulheres na prática. Desempenham papeis fundamentais, pois são elas as responsáveis por promover e organizar refeições para alimentar os trabalhadores. É comum também que realizem mutirões conjuntamente a homens. Outros tipos de mutirão são exemplificados a seguir.

Mutirão de limpeza

Mutirão da limpeza é uma reunião de moradores de uma localidade para que, juntos, realizem serviço de limpeza de uma área de uso público. Esta área, por algum motivo, não recebeu os cuidados devidos da administração pública.

Mutirão

Mutirão de saúde

Geralmente é organizado pelo poder público. Determina-se um dia específico para profissionais da saúde atenderem, em região privilegiada, a população de uma localidade mais carente.

O mutirão da saúde deve ser gratuito. Alunos de faculdades de medicina, incentivados pelas próprias instituições, também costumam promover esse tipo de atividade.

Mutirão de emprego

Essa modalidade de mutirão, o mutirão do emprego, é uma ação que une secretárias do trabalho, sindicatos e empresas.

A ideia é oferecer um ou mais postos de atendimento para atrair pessoas à procura de trabalho.

Mutirão pelo ambiente

Prática que pode ser realizada por qualquer coletividade, mas costuma ser promovida por Organizações Não Governamentais (ONGs). Mutirão agroflorestal é uma iniciativa que visa reunir uma comunidade para a prática de produção agroflorestal. Também ministra cursos relacionados ao tema e conscientização ambiental.

Mutirão pelo bem-estar animal

Também costuma ser de iniciativa do poder público, mas o mutirão da castração pode ser promovido por clínicas veterinárias ou ONGs que cuidam de animais.

Como o nome já deixa explícito, mutirão da castração é uma ação voltada para a castração de animais domésticos.

Vale ainda destacar que o conceito dessa prática também se verifica no comércio. O mutirão tem se tornado cada vez mais comum em lojas colaborativas. Os habitantes de uma localidade se unem para fazer produtos diversos, vender em um espaço e compartilhar os lucros.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo