Política ambiental e a importância dos hábitos e métodos sustentáveis

Inicio » Meio Ambiente » Política ambiental e a importância dos hábitos e métodos sustentáveis
08/03/2019 Por
Política ambiental e a importância dos hábitos e métodos sustentáveis

Como a política ambiental auxilia a sustentabilidade global

A importância da política ambiental é necessária uma vez que o cidadão se interessa sobre os tratamentos que recebe o meio ambiente e sobre o consumo consciente exercido sobre ele.

A política ambiental nacional almeja assegurar que empresas possuam métodos de atividades empresariais administradas sustentavelmente. O grande desafio é fazer com que esses métodos controlem os danos causados ao meio ambiente.

Política ambiental

O que é política ambiental?

Política ambiental é a união de atividades regulares e práticas de empresas e governos relacionando-se com recursos naturais com o intuito de cuidar e preservar o meio ambiente, garantindo o desenvolvimento da sustentabilidade do planeta a partir de valores e princípios ambientais.

A política ambiental de uma empresa tem o propósito de alertar aos consumidores e cidadãos sobre os conceitos ambientais seguidos e diminuir os impactos ambientais ocasionados pelos crescimento urbano e econômico de uma certa região ou país. Além disso, sua importância consiste-se no combate ao aquecimento global, na redução da poluição do ar, de rios, oceanos e solos, e no aumento da qualidade de vida da população.

As principais atividades práticas das políticas ambientais são, basicamente:

  • Utilização de processos de reciclagem
  • Redução do consumo excessivo de energia
  • Prevenção do desperdício de água, motivando o consumo adequado
  • Administração urbana realizada pelo governo
  • Proteção da arborização urbana e das áreas verdes
  • Utilização de fontes de energias naturais, como a solar e a eólica
  • Criação de produtos com baixo uso de energia
  • Criação de atividades sobre educação ambiental

Política ambiental no Brasil

A política ambiental brasileira passou a ser implantada após o ano de 1930, sendo suas primeiras atividades executadas em favor da preservação ambiental e da sustentabilidade no país, a partir da criação de parques nacionais em pontos estratégicos. Dessa forma, esses parques foram criados em locais onde aconteciam as expansões agrícolas.

Os mais conhecidos são:

  • Parque de Iguaçu: localizado entre a Argentina e o Paraná
  • Parque da Serra dos Órgãos: localizado no Rio de Janeiro
  • Parque Nacional de Itatiaia: localizado entre o Rio de Janeiro e Minas Gerais

Entretanto, os avanços desta política tiveram uma pausa devido ao processo de expansão industrial que aconteceu logo após o ano de 1950, em que o principal objetivo desse processo era chamar a atenção das empresas estrangeiras e ampliar o desenvolvimento econômico e financeiro do Brasil.

Código Florestal Brasileiro

Embora tenha acontecido uma pausa prolongada, atividades como a difusão do Novo Código Florestal Brasileiro foram feitas. Ele criou as Áreas de Proteção Permanente (APPs) e responsabilizou os produtores do campo sobre a formação de reservas florestais em suas propriedades.

Em meio aos avanços e desenvolvimentos, o governo decidiu criar um Novo Código Florestal em 2010. Dessa forma, muitas polêmicas surgiram no que diz respeito a política ambiental desse código. Isso porque ele foi classificado como um retrocesso ligado ao meio ambiente.

Política ambiental

Além da criação de alguns outros órgãos, como:

  • A Secretaria Especial de Meio Ambiente (SEMA), com o objetivo de preservar o meio ambiente e fazer a administração dos bens naturais
  • O Sistema Nacional de Meio Ambiente (SISNAMA)
  • O Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA)
  • O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA)

Portanto, a ligação da política ambiental com um dos principais setores – o agronegócio-, é fundamentada nas favoráveis condições ambientais encontradas no Brasil. Essas condições foram resultantes da conservação de florestas e campos nativos, tanto em propriedades privadas quanto em parques nacionais. Todo esse patrimônio ambiental garantiu as condições adequadas para a economia e atividades da agropecuária.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo