Puro-sangue lusitano é o cavalo de sela mais antigo do mundo

Inicio » Pecuária » Puro-sangue lusitano é o cavalo de sela mais antigo do mundo
02/04/2019 Por
Puro-sangue lusitano é o cavalo de sela mais antigo do mundo

Puro-sangue é o nome que se dá ao cavalo proveniente do cruzamento entre dois animais da mesma espécie

Há três tipos de puro-sangue entre as diversas raças de cavalo: puro-sangue árabe, puro-sangue inglês e puro-sangue lusitano. Para ser puro sangue, o equino não pode ter nenhum material genético de outra raça ou espécie.

Entre os três tipos, o puro-sangue lusitano é um dos que mais se destaca. Ele é muito valorizado por ter um temperamento dócil e corajoso ao mesmo tempo. Por esses e outros motivos, é um dos animais mais recomendados para participar de competições equestres.

Cavalo puro-sangue

O cavalo puro-sangue lusitano

O puro-sangue lusitano é uma espécia originária de Portugal, como o nome sugere. Segundo a Associação Portuguesa do Cavalo Puro Sangue Lusitano, é o cavalo de sela mais antigo do mundo: começou a ser usado como montaria há mais de cinco mil anos, desde a idade média. O animal é descendente dos lendários cavalos ibéricos, com traços de cavalos puro-sangue árabes. Embora seja muito antigas, a raça só foi reconhecida oficialmente em 1967.

cavalo puro-sangue lusitano demonstra excelente aptidão para exercícios de equitação como dressage, obstáculos, atrelagem e, em especial, equitação de trabalho. Algumas curiosidades sobre estes cavalos: eles foram usados nas filmagens do longa “O Senhor dos Anéis”. Além disso, eram os favoritos para lazer das Casas Reais da Europa na Idade Média. Por ser um dos mais adequados para a prática da equitação, foi um dos principais responsáveis pela difusão desse esporte no mundo.

O é considerado lusitano um cavalo raríssimo, uma vez que o número de éguas produtoras existentes é muito pequeno. Estima-se que existam em torno de 2 mil delas em todo o mundo, metade delas em Portugal. As demais estão em países como Estados Unidos, Bélgica, Canadá, México, Alemanha, Inglaterra e Itália.

Puro-sangue lusitano no Brasil

No Brasil, esses cavalos foram trazidos pelos portugueses logo depois do descobrimento, em 1541. Se adaptaram tão bem que hoje o país tem o segundo maior plantel de puro-sangues lusitanos do mundo, com cerca de 12 mil equinos. Fica atrás apenas de Portugal, país de origem do cavalo.

Em 1991, o Brasil firmou um protocolo de reciprocidade com a Associação Portuguesa dos Criadores do Puro Sangue Lusitano (APSL). O acordo possibilitou que todos os cavalos da raça registrados no Brasil também sejam registrados no Stud Book português. Além disso, o  intercâmbio possibilitou a mudança de nome da entidade para Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano (ABPSL).

Cavalo puro-sangue lusitano

Características do puro-sangue lusitano

Elegantes, esses animais pesam em torno de 500 kg e tem corpo com formas arredondadas. Os machos apresentam, em média, 1,60 metros, enquanto as fêmeas medem cerca de 1,55 metros. As pelagem dos animais pode ser castanha e tordilha ou em tons como alazão, palomina, baio e e preto. Outras características do puro-sangue lusitano:

  • Cabeça de tamanho médio, proporcional ao corpo
  • Corpo musculoso, com formas arredondadas
  • Olhos vivos e destacados.
  • Garupa arredondada

O puro-sangue é um animal muito versátil, o que o torna um dos cavalos mais rentáveis para os criadores é a sua versatilidade. Além disso, é um cavalo dócil e muito bonito.

Tags: ,

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo