Quentão é sempre presente em festas juninas e ajuda a espantar o frio

Inicio » Agronegócio » Quentão é sempre presente em festas juninas e ajuda a espantar o frio
10/11/2020 Por
Quentão é sempre presente em festas juninas e ajuda a espantar o frio

Quentão é bebida típica das festas juninas e tem como ingrediente principal a cachaça. O quentão tradicional leva frutas cítricas, além de especiarias como gengibre, canela e cravo-da-índia.

Quentão, criado para esquentar o corpo nos meses mais frios do ano, é feito com aguardente, subproduto da cana-de-açúcar.

Quentão

O que é quentão?

Quentão é uma bebida preparada com cachaça, produzida a partir do caldo-de-cana fermentado, criada para aquecer o corpo nos meses mais frios do ano e que se tornou símbolo das festas juninas.

Os ingredientes do quentão, em sua receita original, são frutas cítricas, especiarias, açúcar, água e, principalmente, a cachaça, ou aguardente, como também é conhecida.

O quentão tradicional tem origem um tanto quanto incerta. Mas é uma bebida genuinamente brasileira e, provavelmente, criada no interior dos estados de São Paulo e Minas Gerais.

Cachaça é a base do quentão

Embora existam variações de receitas da bebida como o quentão de vinho, por exemplo, a tradicional leva cachaça em sua preparação.

A cachaça é uma bebida obtida através do processo de fermentação do caldo da cana-de-açúcar, gramínea que o Brasil é o maior produtor do mundo com, aproximadamente, 40% do montante mundial.

Após a fermentação, a bebida passa pelo processo de destilação, onde é aquecida a quase 80 °C, resultando em um líquido com teor alcoólico entre 38% a 48%, de acordo com as necessidades do produtor.

Posteriormente, a cachaça passa pelo processo de envelhecimento, que poderá ser realizado em barris de vários tipos de madeira, o que afeta sobremaneira seu resultado. Somente depois de todo esse processo, a cachaça pode ser engarrafada e comercializada.

Frutas cítricas do quentão

O quentão simples, presença fundamental nas festas juninas por todo o Brasil, leva cascas de frutas cítricas em seu preparo como, por exemplo, de laranja e limão.

Entretanto, em algumas receitas, além das cítricas, também são utilizados outros tipos de frutas como maçã e pera, por exemplo, cortadas em pequenos pedaços. A preparação, aliás, lembra muito o vinho quente, outro símbolo das festas juninas.

Quentão

Especiarias no quentão

As especiarias utilizadas tanto na receita tradicional, quanto em suas variações, como o quentão com vodka, por exemplo, são essenciais para agregar aromas e sabores à bebida. Entre elas, destacam-se o gengibre, o cravo-da-índia e a canela.

O gengibre é uma raiz originária da Ásia e é utilizado não só na gastronomia, mas também como um poderoso aliado no combate e prevenção de inúmeras doenças.

Isso porque a especiaria é rica em nutrientes como vitaminas e minerais, o que auxilia no combate de várias doenças como controle do diabetes, no combate a gripes e problemas respiratórios, auxilia no emagrecimento, entre outros.

Ele pode ser utilizado no preparo de chás, sucos e outras bebidas, além de consumido in natura em várias receitas. No quentão, ele confere à bebida uma picância toda especial.

Já o cravo-da-índia, assim como o gengibre, é rico em minerais e vitaminas A, C e K e também possui alto valor nutricional, prevenindo e combatendo várias doenças.

O cravo-da-índia é extraído de uma árvore originária da Indonésia, mas é cultivado em outros países, inclusive no Brasil, principalmente na zona rural de Taperoá, no sul da Bahia.

A plantação de craveiro atinge mais de 8 mil ha e a produção média é de 4 mil toneladas/ano. O seu cultivo é realizado por pequenos e médios agricultores, sendo uma das principais fontes de renda da população.

A canela, outra especiaria presente no preparo do quentão, é extraída da casca de árvores originárias do Sri Lanka e Índia, e também possui propriedades medicinais. Seu sabor, como o gengibre, ofereça uma picância bem intensa ao quentão.

No Brasil, a plantação da caneleira, como também é chamada, ocorre principalmente na região Norte e Nordeste, bem como no estado do Rio de Janeiro.

Vinho quente e quentão

O vinho quente e o quentão não podem faltar nas festas juninas que ocorrem anualmente por todo o país.

Saborosas, ambas se tornaram uma bebida reconfortante para as noites geladas nas quais as festas são realizadas, mas também são perfeitas para aquecer durante o inverno.

O preparo do quentão tradicional é bastante simples e leva ingredientes de baixo custo. Entretanto, o segredo para que a bebida seja um sucesso é a escolha de uma cachaça de qualidade.

O mesmo segredinho também é aplicado para o preparo do quentão de vinho. Seco ou suave, conforme a intensidade de sabor desejada, o vinho sempre deve ser de excelente qualidade.

Selecionamos duas variações de receita de quentão simples de serem preparadas, com ingredientes de baixo custo, mas bastante saborosas.

Quentão

Quentão tradicional

Você irá precisar de:

  • 1 litro de cachaça;
  • 2 xícaras de chá de água;
  • 1 ½ xícara de chá de açúcar;
  • 5 rodelas de gengibre fresco descascado;
  • Casca de 2 limões;
  • 3 paus de canela;
  • Casca de 2 laranjas;
  • 8 cravos-da-índia.

Como preparar:

  1. Primeiramente, em uma panela alta e de fundo grosso, coloque o açúcar, o gengibre, a casca de limão, a canela, a casca de laranja e o cravo-da-índia;
  2. Logo depois, leve ao fogo médio, mexendo constantemente, até que o açúcar derreta completamente;
  3. Assim que o açúcar atingir o ponto de caramelo dourado, retire a panela do fogo e acrescente, aos poucos, a água;
  4. Em seguida, misture com cuidado (o açúcar irá endurecer, mas é natural) e volte a panela ao fogo baixo;
  5. Depois que a mistura voltar a ficar líquida e começar a levantar fervura, acrescente a cachaça e então cozinhe por 10 minutos;
  6. Por fim, sirva o quentão em canecas aquecidas assim que retirar do fogo.

Quentão de vinho

Você irá precisar de:

  • 750 ml de vinho tinto suave;
  • 1 colher de sopa de gengibre fresco ralado;
  • 200 ml de cachaça;
  • 1 xícara de chá de açúcar;
  • 200 ml de água;
  • 1 pau de canela;
  • 5 cravos-da-índia;
  • 1 anis estrelado.

Como preparar:

  1. Em primeiro lugar, em uma panela alta, coloque a água, o açúcar, o gengibre, a canela, o cravo-da-índia e o anis estrelado;
  2. Em seguida, leve ao fogo baixo até levantar fervura, mexendo constantemente;
  3. Assim que começar a ferver, retire a panela do fogo, adicione o vinho, a cachaça e misture bem;
  4. Logo após, volte a panela ao fogo médio e, assim que levantar fervura novamente, deixe tomar gosto por 5 minutos;
  5. Do mesmo modo que o quentão tradicional, sirva a variação preparada com vinho em canecas também aquecidas.

Quentão, bebida tipicamente brasileira, tradicionalmente é preparada com cachaça, subproduto da cana-de-açúcar que é cultivada por todo o país, principalmente no estado de São Paulo, responsável por mais de 5,6 milhões de ha plantados.

Tags:

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo