Sabiá laranjeira tem canto inconfundível e cor ferrugem

Inicio » Meio Ambiente » Sabiá laranjeira tem canto inconfundível e cor ferrugem
13/10/2020 Por
Sabiá laranjeira tem canto inconfundível e cor ferrugem

Ave símbolo do Brasil, o sabiá laranjeira é popular também pela beleza. Seja para os apaixonados por pássaros que cantam ou até mesmo por vários compositores e poetas, o sabiá laranjeira já faz parte da nossa cultura popular. Isso porque essa espécie costuma cantar de preferência nos fins de tarde, seja para marcar território ou apenas para atrair fêmeas em épocas de reprodução.

Como resultado disso, desde 2002, o nosso sabiá laranjeira é reconhecido como a ave símbolo brasileira. Até porque sua imensa popularidade também foi criada a partir de várias músicas de sucesso e diversas passagens pela nossa literatura.

Sabiá laranjeira

O que é sabiá laranjeira?

Sabiá laranjeira é uma ave de pequeno porte, de nome científico Turdus rufiventris, e chama a atenção pela presença de um ventre no tom laranja e pálpebras brancas ao redor dos olhos. Além do mais, seu corpo costuma ter cerca de trinta centímetros de comprimento e está presente em quase todo o nosso território e alguns países vizinhos.

Pelo aspecto físico, o sabiá laranjeira pode apresentar uma plumagem parda, mas com a tonalidade quase alaranjada, um tipo de vermelho-ferrugem na área do ventre. Além de apresentar um bico amarelo, é curioso saber que as fêmeas costumam cantar menos que os machos.

Em relação ao seu habitat, o sabiá laranjeira ocorre muito em florestas, embora possa ser visto também em áreas urbanas como quintais e parques. Aliás, é possível até mesmo atrair essa espécie para áreas verdes domésticas, como jardins, a partir da criação de locais como os comedouros.

Entretanto, vale ressaltar que apenas criadores registrados pelo IBAMA podem ter autorização para criações em lares. Isso porque ele certamente é uma das espécies de sabiá mais apreciadas e populares do Brasil.

Como criar sabiá laranjeira em casa

Em relação aos cuidados básicos para criadores credenciados, essas aves requerem limpeza do viveiro e trocas diárias de água. Ou seja, os comedouros domésticos precisam ser limpos regularmente para que não haja o surgimento de bolor causado por restos alimentares.

Além do mais, esse sabiá adora tomar banhos, ajudando até na manutenção da sua saúde. Neste caso, nossa dica é você deixar sempre à disposição uma tigela com água limpa.

No entanto, vale lembrar que o sabiá laranjeira pode ser muito territorialista. Isso quer dizer que ele não aceita bem a presença de demais aves na sua área, ainda mais em fases de reprodução.

Falando em presença, evite deixar a ave em exposição direta ao sol, pois o calor em excesso pode prejudicar a saúde tanto dos filhotes quanto levar animais à morte.

Pois bem, além do canto marcante e ser um pássaro colorido como o colibri, entre outros motivos, desde o ano de 2002, o sabiá-laranjeira foi reconhecido como nossa ave-símbolo.

Enfim, com boa qualidade de vida, o sabiá laranjeira pode viver até trinta anos. Vale ainda lembrar que essa ave também pode receber outros nomes, como:

  • Sabiá amarelo;
  • Peito-roxo;
  • Sabiá vermelho;
  • Gongá.

Sabiá laranjeira

O canto do sabiá laranjeira

Amantes de pássaros e aves exóticas não têm dúvidas: o sabiá laranjeira tem um dos cantos mais apreciados e queridos. Isso porque ele tem a tonalidade parecida à de uma flauta, embora sua vocalização apresente repetições de notas específicas. Ainda assim, a ave chega a ser escutada a centenas de metros de distância.

De qualquer forma, esse sabiá tem o poder de cantar e repetir a mesma melodia por mais de um minuto e de forma ininterrupta. Para nossos ouvidos, o que vale ainda é que o sabiá laranjeira representa uma fonte de tranquilidade e alegria.

Prova disso é que o canto do sabiá laranjeira se tornou quase uma lenda nacional. Afinal, essa espécie é reconhecida pela sonoridade marcante, sendo até eternizada em várias composições e sucessos da música popular brasileira. Como exemplos reconhecidos, temos “Majestade, o sabiá”, “Tristeza do Jeca”, “Sabiá” e “Saudade da minha terra”.

Tipos de sabiá

Assim como o famoso e popular sabiá laranjeira, essa ave traz algumas dúvidas sobre suas classificações. Isso porque ele pertence à família Turdidae, faz parte de uma ordem conhecida como Passeriforme e ainda pertence ao gênero Turdus. No entanto, há quem diga que ele também pode ser da família das Mimidae.

De qualquer forma, ainda é possível pesquisar que seus ancestrais tenham surgido na Europa há cerca de vinte milhões de anos. Contudo, acabou migrando para terras americanas na sequência, onde se desenvolveu e evoluiu para o tipo de espécies conhecidas até hoje.

Em relação aos tipos de sabiá, eles costumam ter grande distribuição pelo território nacional. Até porque procuram viver em ambientes amplos e abertos como matas, pomares, estradas arborizadas, quintais e praças públicas.

Nestes casos, a intenção da ave é estar perto de locais que apresentem muita água nas proximidades. Prova disso é que o sabiá laranjeira costuma ocorrer até mesmo em quase todos os estados litorâneos do país.

Por outro lado, sua presença na floresta amazônica ainda não pode ser confirmada. De qualquer forma, confira abaixo quais são os tipos mais comuns no Brasil e no mundo:

  • Norte-americano;
  • Coleira;
  • Poca;
  • Barranco;
  • Laranjeira;
  • Ferreiro.

Sabiá laranjeira

Sabiá laranjeira filhote

Para criadores credenciados, um sabiá laranjeira filhote também vai demandar alguns cuidados extras. Aliás, até mesmo na natureza essa espécie costuma ter uma alimentação abundante, mas pouco específica.

Ou seja, você pode alimentar filhotes de sabiá laranjeira desde minhocas e vermes até frutas tropicais, como banana, pera, maçã e mamão. No entanto, note que, ao estar com filhotes no ninho, o sabiá-laranjeira precisa se alimentar com alimentos especiais.

Para isso, procure investir em minhocas ou larvas pela manhã e à tarde. Além do mais, é possível servir uma combinação de frutas e água fresca e limpa. A partir desses cuidados, os filhotes terão garantido ótimas fontes de minerais e vitaminas para crescerem rápido e com saúde.

Por outro lado, até mesmo essa alimentação saudável vai colaborar com seu desempenho em épocas de reprodução. Ainda assim, se preferir, nossa dica é você investir em produtos como a farinha de ostras para garantir cálcio extra para as fêmeas evitarem problemas no ato da postura de ovos.

Em todo caso, para as criações mais domésticas, essa alimentação pode ser mais básica e simples, como a presença de rações específicas. Aliás, saiba que a ração precisa ser direcionada a aves frugívoras. Para isso, você pode pesquisar lojas próprias para pets e ainda consultar veterinários e biólogos para mais informações sobre o sabiá laranjeira.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo