Sal negro é um sal de rocha muito comum no sul da Ásia

Inicio » Agronegócio » Sal negro é um sal de rocha muito comum no sul da Ásia
03/12/2020 Por
Sal negro é um sal de rocha muito comum no sul da Ásia

Sal Negro tem menos concentração de sódio que a versão refinada e também é usado para fins medicinais. O Sal Negro é uma das variantes de sal de origem vulcânica. A sua cor escura se deve à presença de sulfeto de ferro. Sua produção demanda a mistura de outro tipo de sal com sementes de frutas.

O Sal Negro é extraído de rochas de ilhas localizadas no continente asiático e no oriente Médio. É amplamente utilizado na medicina Ayurveda, por isso muito popular na Índia, China e Paquistão. Calcula-se que cada 1 grama de Sal Negro contenha cerca de 380 mg de sódio.

Sal negro

O que é sal negro?

Sal Negro é um tempero de origem vulcânica obtida por meio da halita, natural das minas do Nepal, Índia, Bangladesh, salinas do Himalaia e Paquistão. A sua composição envolve a mistura de frutos e ervas da região em que é extraído e lhe confere propriedades terapêuticas.

Esses frutos formam a chamada triphala (amla, beheda e harada).

De fato, foram constatados, à luz da medicina moderna, benefícios do consumo de Sal Negro para o tratamento de determinados transtornos ao bem-estar físico de seus apreciadores.

O ingrediente é amplamente utilizado para o tratamento de males específicos como, por exemplo, bócio, prisão de ventre, inchaço, entre outros.

Por ser extraído de rochas, se diferencia do sal refinado logo em seu método de produção, pois este último é gerado por meio da vaporização de água do mar.

Aspectos do sal negro

Por ter origem vulcânica, o sabor do Sal Negro é mais sulfuroso. Seu aroma é muito parecido com o de gema de ovo e isso se deve ao alto índice de enxofre na sua composição.

Isso faz desse tipo de sal uma boa opção para os que seguem a filosofia do veganismo, pessoas que não consomem qualquer produto ou alimento de origem animal, pois pode ser aplicado no ovo vegetal para lhe dar um sabor “mais comum”.

Encontra-se presente no Sal Negro as seguintes propriedades:

  • Cloreto de sódio (responsável por fornecer o gosto salgado);
  • Sulfeto de ferro (que, com outros minerais, causa a pigmentação escura);
  • Sulfeto de hidrogênio (causa o seu cheiro particular);
  • Enxofre (responsável pelo gosto de ovo cozido ao sal);
  • Cloreto de potássio.

Muito devido às frutas e ervas de sua composição, ainda é rico em outros nutrientes que fazem muito bem para a saúde. Alguns deles:

  • Cálcio;
  • Magnésio;
  • Manganês;
  • Zinco;
  • Iodo.

Sal negro

Como é feito o sal negro?

Primeiramente usa-se o sal conhecido como do Himalaia, ou seja, extrai-se primeiro o sal de rocha localizada em região vulcânica, realiza-se um tratamento que o transforma em um tipo de sal comercializável que também pode ser usado para a produção de uma variante, no caso, o Sal Negro.

Esse tempero é posto em um vasilhame com hulha vegetal e depois em um forno por 24 horas.

Nesse vaso, são colocadas sementes de frutos triphala, com natro ou casca de bambu.

Essa mistura é queimada e passa por um processo de resfriamento, armazenamento e, por fim, envelhecimento.

Outra forma de como é feito o Sal Negro é por via sintética, isto é, por meio da mistura de cloreto de sódio, quantidades pequenas de sulfato, bissulfato de sódio e sulfato férrico. Essa mistura é quimicamente reduzida em um forno com carvão.

Benefícios do sal negro

Em comparação com o sal refinado, o Sal Negro tem menos concentração de sódio, um dos grandes vilões para pessoas com hipertensão e outros problemas cardiovasculares. No entanto, seu consumo exagerado pode provocar os mesmos males do tipo comum.

Sem dúvida, as propriedades das frutas e ervas utilizadas na sua composição proporcionam diversos benefícios à saúde.

Entre outras vantagens, ele melhora a digestão, causa efeito relaxante e ainda é um recurso comprovadamente eficaz para desintoxicar organismos envenenados.

Por ter menos sódio, é indicado para pessoas que sofrem de pressão alta e com problemas nos rins, pois o baixo teor impede retenção de água no corpo.

O Sal Negro ainda é usado para tratar de inchaço nos pés, rachaduras nos calcanhares e distensões na musculatura.

Ademais, o Sal Negro indiano é usado também para os seguintes tratamentos:

  • Depressão;
  • Baixa visão;
  • Inchaço;
  • Prisão de ventre;
  • Azia;
  • Bócio.

Sal negro

Sal negro do Himalaia

O Sal negro do Himalaia é o sal fabricado a partir dos sais minerados nas regiões vizinhas do Himalaia, seguindo o mesmo processo de produção dos sais extraídos de outras regiões vulcânicas.

Vale pontuar a diferença entre o Sal Negro e o sal do qual é derivado, o Himalaia. A diferença mais notável à primeira vista é quanto à pigmentação. O Sal do Himalaia tem cor rosa salmão.

Ele não é refinado, assim como o Sal Negro, o que significa que é livre de aditivos químicos, por isso considerado mais natural do que o tradicional de cozinha. Seu método de extração também permite que preserve mais minerais e oligoelementos.

Tipos de sal

Ao contrário do que muitos pensam, há vários tipos de sal. Só neste artigo, citamos três tipos: o negro, o do Himalaia e o refinado, sendo este último, sem dúvida, o mais conhecido e consumido.

A diferença entre os três é que o tipo refinado é produzido por meio da vaporização da água do mar, enquanto os outros são feitos por meio da extração de rochas vulcânicas.

Além disso, o sal refinado recebe aditivos químicos para garantir a umidade desejada e repor parte das propriedades perdidas durante o processo de refinamento.

Veja outros tipos de temperos consumidos.

Sal grosso

Campeão de popularidade nos churrascos. Como o nome diz, se trata de sal com grãos maiores. Isto porque não passa pelo processo de refinamento, o que garante que muitos de seus nutrientes sejam preservados. Mas assim como ocorre com o tipo refinado, é acrescido artificialmente de iodo.

Uma característica do sal grosso é a de impedir o ressecamento dos alimentos.

Flor de sal

Com sabor mais intenso e crocância do tempero usual na mesa dos brasileiros, flor de sal é um tipo de tempero retirado da superfície da água e em forma de pequenos cristais.

Indicado para realçar o sabor dos alimentos, tem mais sódio quando comparado ao Sal Negro e ao sal tradicional de cozinha.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo