Tilápia mantém liderança na criação e comercialização brasileira

Inicio » Pecuária » Tilápia mantém liderança na criação e comercialização brasileira
28/02/2019 Por
Tilápia mantém liderança na criação e comercialização brasileira

Como a Tilápia favorece amplamente o setor da piscicultura do país

Por oferecer uma carne saborosa aos consumidores, a tilápia tem sido um dos tipos de peixes mais criados e vendidos do Brasil.

Embora o consumo de peixes como tilápia, salmão, camarão e outros tenha crescido com o passar dos anos, ainda não chega tão perto de ser a quantidade recomendada pela Organização Mundial da Saúde, de 20 kg.

Tilápia

Tilápia, o peixe saint peter

Nativos da África, as tilápias – peixe saint peter ou também conhecidas como frango d’água – são espécies de peixe de água doce, como lagoas e represas, e de fácil adaptação a novos territórios; podem ser mantidas também em água salgada e em aquários que têm um tamanho agradável para sobrevivência.

A tilápia tem sua alimentação composta por insetos, sementes, frutos e algas – isso porque é um peixe herbívoro. Dessa forma, sua engorda é composta por alimentos artificiais como rações balanceadas e nutrientes complementares; deve ser alimentado duas vezes por dia, sendo primeiramente pela manhã e, por último, ao final da tarde.

Este peixe tem sua produção global crescendo um total de 11% ao ano desde o século XX, de acordo com a Associação Brasileira da Piscicultura. Os Estados Unidos são os maiores importadores e a China, o maior exportador. No entanto, no sudeste do Brasil – especificamente em Minas Gerais – a tilápia é considerada uma das principais espécies para pesca artesanal.

A tilápia-do-nilo foi uma das primeira espécies criadas há mais de 4000 anos pelos Egípcios. Na piscicultura, a Tilápia mantém sua liderança como peixe mais criado pelo fato de ter fácil manejo, alimentação, resistência e capacidade reprodutiva – a partir do quarto mês de vida, as fêmeas da Tilápia já estão aptas para iniciarem suas atividades reprodutivas, que podem acontecer até quatro vezes por ano.

Pescado no Brasil

Os principais tipos de peixe produzidos no Brasil são, respectivamente:

  • Tilápia
    É a espécie de maior criação no país há mais de 15 anos.
  • Carpa Comum
    Primeira categoria de peixe inserida para cultivo no país.
  • Tambaqui
    Tem sua maior linha de produção no Amazonas, em Rondônia e no Mato Grosso.
  • Pacu
    Maior nível de produção na região Centro Oeste do Brasil.

Tilápia

Embora o processo para produção de tilápia seja considerado burocrático por envolver o uso de diversos documentos ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), grande parte dos piscicultores garantem vantagens no investimento desse pescado, como por exemplo:

  • A espécie apresenta alta produtividade;
  • A boa criação para garantia de qualidade equilibra os lucros;
  • Pode funcionar como uma oportunidade de início de produção;
  • Não necessita de altos gastos e gera grandes lucros.

O país que mais realiza a importação da tilápia é os Estados Unidos. De acordo com o Departamento da Agricultura dos EUA, são importados do Brasil 468 toneladas de filés de Tilápia, equivalente a mais de 2 milhões de dólares.

Segundo o IBGE, a tilápia criada por um dos setores da aquicultura – produção de organismos aquáticos – é o mais produzido nos criadouros brasileiros. Atualmente, o estado do Paraná o maior produtor, com uma porcentagem de 28,8%. Ele é seguido de São Paulo, que produz 13,2%; Ceará, com 12,7%; e Santa Catarina, com 11,4% da produção.

Agro20 | Portal Vida No Campo