Trinca-ferro é uma bela ave comum no Brasil e países limítrofes

Inicio » Meio Ambiente » Trinca-ferro é uma bela ave comum no Brasil e países limítrofes
13/10/2020 Por
Trinca-ferro é uma bela ave comum no Brasil e países limítrofes

O pássaro trinca-ferro é encontrado em praticamente todo o território brasileiro, da Bahia até o Rio Grande do Sul. O canto do trinca-ferro serve tanto para atrair as fêmeas para o acasalamento como alertar traficantes de animais silvestres sobre o seu paradeiro, pois o seu canto é de enorme potência. Distribuído em todas as regiões do país, há várias espécies de trinca-ferro, cada uma com um canto diferente.

O nome trinca-ferro é inspirado no bico dessa ave popular no Brasil: pequeno, ágil e extremamente resistente. Uma curiosidade desse pássaro é que não é possível diferenciar, pelas características físicas, o macho da fêmea.

Trinca-ferro

O que é trinca-ferro?

Trinca-ferro é uma ave da família Thraupidae, de nome científico Saltator similis. Sua reprodução no país é altíssima, por isso, de grande distribuição no Brasil. Existem ao menos 8 espécies de aves trinca-ferro no território brasileiro.

O canto dessa espécie de ave é o seu maior destaque, pois impressiona por sua potência e beleza. É capaz de emitir notas mais elaboradas do que outras espécies e é por meio de seu canto que tenta atrair a atenção das fêmeas e proteger território.

A reprodução da espécie ocorre por duas formas: monogamia, quando o macho acasala apenas com uma parceira, ou poligamia, quando o macho acasala com até 5 fêmeas.

Características do pássaro trinca-ferro

O pássaro trinca-ferro é de porte pequeno, medindo até 20 centímetros de comprimento e pesando até 50 gramas. Seu corpo tem tom oliváceo e sua cabeça é acinzentada.

O tom da garganta é de um ocre-claro e tanto o abdômen como o peito são de um cinzento-oliváceo.

Macho e fêmea não apresentam diferenças físicas para auxiliar na identificação dos gêneros. Dessa forma, o único modo de diferenciação é pelo canto.

O macho emite uma melodia que, apesar de variar de região para região, se mantém no mesmo timbre. Já a fêmea emite mais um piado do que um canto melódico.

Alimentação do trinca-ferro

O trinca-ferro se alimenta de uma grande variedade de sementes, no entanto, sua alimentação não é baseada apenas nessa substância.

O trinca-ferro consome outros alimentos como painço, alpiste, aveia, cártamo, lentilha, desde que misturado às sementes.

Também é possível que o trinca-ferro se alimente de pequenos animais. Tal característica o faz ser classificado como um animal onívoro, ou seja, se alimenta tanto de carne como de vegetais.

No entanto, principalmente para quem cuida dessa ave em gaiola, não basta servir apenas um dos alimentos citados para garantir uma dieta adequada.

É preciso que a alimentação do trinca-ferro tenha todos os nutrientes de que necessita, como vitaminas, minerais, proteínas, gorduras e carboidratos.

Para tanto, muitos criadores recorrem a uma ração extrusada, pois além de conter os principais nutrientes, é mais fácil de manejar.

Trinca-ferro

Reprodução do trinca-ferro

A época de reprodução do trinca-ferro costuma ser no período mais chuvoso no Brasil, geralmente abrangendo setembro a março. Essa janela de tempo pode variar de acordo com a região.

O macho começa a cantar para atrair a fêmea e também para afastar outros machos da região, dessa forma, protegendo o seu território. O cortejo da fêmea é feito após obter a sua atenção e o próximo passo é a cópula.

As relações dessa ave, como vimos, podem ser tanto monogâmicas como poligâmicas.

Naturalmente, o processo de acasalamento é mais simples e natural com o pássaro solto na natureza. No entanto, tal processo não é tão simples quando as aves estão em gaiola, o que pode gerar dor de cabeça principalmente para os recém-iniciados na criação dessa espécie.

O processo de gala e acasalamento do trinca-ferro na condição de engaiolado ocorre das seguintes formas:

  1. As gaiolas devem ficar sempre próximas;
  2. A gaiola, tanto da fêmea como do macho, pode ser de tamanho padrão como uma gaiola galador, contudo, precisam ficar sempre alinhadas;
  3. É necessário identificar quando a fêmea está entrando na fase de reprodução;
  4. A fêmea de trinca-ferro costuma ficar agitada, arrancar o papel que forra a gaiola, consumir muito água e abaixar insistentemente para o macho da espécie;
  5. Ao identifica-la nesse estado, passe a mostrar o macho de uma a três vezes por dia e, quando ela pedir gala, basta abrir os passadores laterais de forma rápida para que o macho se transporte para a gaiola da fêmea;
  6. Quando terminar a reprodução, separe os pássaros novamente.

Colocá-los simplesmente juntos durante o ano não renderá o resultado que se espera, pois não se aprontarão para a época da reprodução.

O canto e o piado entre eles são estimulantes e usados como recurso para atrair a atenção um do outro. Estando juntos, tal recurso não será tão necessário, assim como a necessidade de proteção de território, afinal, estão confinados.

Trinca-ferro

Filhotes de trinca-ferro

Após o nascimento dos filhotes, as fêmeas trinca-ferro são as responsáveis por cuidá-los. O nascimento normalmente ocorre em 13 dias, no entanto, esse número pode variar para um ou dois dias a mais.

No primeiro ciclo de vida dos filhotes trinca-ferro, eles consomem alimentos como melão, pepino, banana prata, maçã e abobrinha.

A fase de aninhamento pode durar de 4 a 6 dias após a data do parto, mas esse período também pode variar, pois dependerá do desenvolvimento de cada filhote.

A separação ocorre quando decorrido um mês da data de nascimento ou um pouco mais de 30 dias. O ideal é fazer isso assim que os filhotes passam a comer sozinhos.

Habitat do trinca-ferro

A ave trinca-ferro costuma se instalar em bordas de matas, capoeiras, pé de serra e clareiras. Está sempre junto à mata, no entanto, dificilmente é avistado em matas fechadas.

A expectativa de vida do trinca-ferro é de 15 a 28 anos, relativamente alta em comparação com a maioria dos pássaros, principalmente ao chegar próximo dos 30 anos de existência.

O canto do trinca-ferro

A potência de seu canto e sua capacidade distinta, em comparação com outras aves, de emitir sons mais elaborados, se deve ao fato de ter um órgão especial responsável pelo canto, a siringe.

Esse órgão tem uma estrutura mais complexa do que outras aves, possibilitando ao trinca-ferro a emissão de sons mais complexos e também mais potentes.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo