O viveiro e a sua importância no desenvolvimento dos seres vivos

Inicio » Meio Ambiente » O viveiro e a sua importância no desenvolvimento dos seres vivos
22/02/2019 Por
O viveiro e a sua importância no desenvolvimento dos seres vivos

O viveiro é popular por ser um local onde o foco é total no desenvolvimento e na produtividade dos animais

O viveiro é um local muito popular dentro dos campos de todo o Brasil, uma vez que a prática está relacionada ao trabalho produtivo de plantas ou animais.

Manter os seres vivos no viveiro é importante no controle de suas produções para futuro valor econômico num setor tão grande e promissor como o agronegócio.

viveiro de arara azul, com troncos e alimentos para readaptação

O que é um viveiro?

Viveiro é o local onde diferentes tipos de seres vivos ficam agrupados para o trabalho reprodutivo. Cada viveiro tem um tipo de trabalho, visando sempre o lucro do fazendeiro. Hoje, com a alta do agronegócio, é incontável a quantidade de viveiros que existem no país. Porém, com o Brasil encabeçando listas de maiores exportadores do setor, é de se imaginar o trabalho árduo que ocorre dentro dessas estruturas em todo o território nacional.

Viveiro de plantas

É o tipo de viveiro que está relacionado ao cultivo de plantas em uma área fechada da fazenda. Por estarem em um local aberto e, consequentemente, mais abafado, é necessário que o agricultor siga regras para não pôr todo o seu trabalho em risco.

Entre as mais importantes, podemos citar:

  • Umidade: A prática de manter as plantas úmidas ajudam no seu processo evolutivo. Desse modo, como não chove na área coberta, é necessário que o agricultor dedique atenção ao processo.
  • Luminosidade: A maioria das plantas precisa de fotossíntese para manter suas folhas e crescimento em dia. Assim, durante a construção do viveiro é necessário que a pessoa responsável distribua as telhas de cobertura em posição que permita a entrada do sol.
  • Temperatura: Por ser fechado e com telhas que permitam a entrada do sol, o calor no local é eminente. Por isso, é importante o que o controle da temperatura seja feito com o uso de ar condicionado. Assim, evitando prejudicar a saúde das plantas.
  • Adubação: Assim como no cultivo a céu aberto, é necessário que a adubação esteja presente no viveiro, de tal modo que a fertilização do solo se desenvolva no local.

Os viveiros de plantas são necessários para futuros plantios fora da zona rural ou até mesmo nas negociações de importação e exportação.

Viveiro de codornas

Manter codornas em viveiros pode ser uma atividade rentável ao pecuarista. O Brasil,  por exemplo, passou a exportar ovo de codorna para grande parte do mercado europeu. Informação da Embrapa.

Assim como no cuidado das plantas, ao cuidar de animais também são necessárias as mesmas precauções em relação ao ambiente. Dessa forma, garantindo que a temperatura não atrapalhe a reprodução e o desenvolvimento do animal.

Viveiro de pássaros

É uma prática muito comum no auxílio à readaptação dos pássaros para soltá-los novamente no meio ambiente. O Ibama, por exemplo, faz muito uso dos viveiros para recuperar animais que seriam exportados de forma irregular ou aqueles que se lesionaram e foram resgatados.

viveiro de plantas

O processo de readaptação é importante para reensinar os pássaros a caçar, se alimentar e reaprender a voar sozinhos. O ambiente da floresta é hostil com animais incapacitados. E, sem as noções básicas de sobrevivência, muito provavelmente eles morreriam logo após serem soltos na natureza.

A principal técnica do trabalho de readaptação dos pássaros é chamada de viveiro florestal. Esse método é utilizado para que o animal conheça a vida na floresta, mesmo sem estar lá.

Em suma, o viveiro é importante para que todos os seres vivos passem pelo processo de evolução. Tanto para que a manutenção da sua produção possa ser feita como para garantir que estejam totalmente aptos a crescer fora desse ambiente controlado.

Tags:
Agro20 | Portal Vida No Campo