Alimentos in natura e a intensa busca por uma alimentação mais saudável

Home » Agricultura » Alimentos in natura e a intensa busca por uma alimentação mais saudável
03/02/2019 by
Alimentos in natura e a intensa busca por uma alimentação mais saudável

Alimentos in natura estão entre as dietas equilibradas

Alimentos in natura e orgânicos tem feito o mercado de produtos saudáveis crescer no Brasil. Assim, o país tornou-se um dos maiores produtores de alimentos saudáveis. Recentemente tem se intensificado a busca por alimentos retirados direto da natureza a caminho da mesa.

Muitas pessoas têm optado por um estilo de vida mais saudável e sustentável, começando pela alimentação. O consumo de alimentos in natura vem se tornando mais comum no dia a dia da população, até mesmo entre as pessoas com rotinas mais agitadas.

Cesta de alimentos in natura

O que é in natura?

O significado de in natura baseia-se no termo dado aos alimentos que são consumidos após serem retirados da natureza, sem passar por qualquer tipo de processo ou melhoramento industrial. Assim, estes alimentos podem ser tanto de origem animal (como leites e ovos) quanto vegetal (como os frutos, legumes, verduras, tubérculos e folhas).

Por outro lado, ao contrário dos alimentos industrializados, o consumo de produtos in natura muitas vezes necessita preparos específicos antes de consumir, cozinhando pratos como sopas, sucos, geleias, saladas e etc. Devido a isso, muitas pessoas optam pela facilidade e praticidade no consumo de alimentos industriais, sem levar em consideração os benefícios que os produtos in natura trazem.

A publicação do Guia Alimentar, pelo Ministério da Saúde, adverte que as pessoas devem buscar uma alimentação baseada no consumo de produtos in natura – ou minimamente processados – para que assim tenham um hábito alimentar mais saudável, sustentável e benéfico.

Por possuírem pouca durabilidade e maior chance de se deteriorar rapidamente, alguns alimentos in natura são processados minimamente antes do consumo, ou seja, aumentando a duração garantindo a conservação por mais tempo. O processo feito para transformar alimentos in natura em alimentos pouco processados se resume em:

  • Remoção de partes não indicadas para consumo
  • Limpeza
  • Secagem
  • Embalagem/armazenamento
  • Pasteurização
  • Esfriamento
  • Congelamento
  • Moagem
  • Fermentação

Alimentos orgânicos e inorgânicos

Repolho como exemplo de alimentos in natura

Os alimentos in natura não são livres de agroquímicos, fertilizantes ou outras substâncias químicas, mesmo sendo mais saudáveis e sustentáveis que os tradicionais.

Assim, os alimentos orgânicos são produzidos sem o uso de agroquímicos, fertilizantes, herbicidas ou outros insumos químicos. Portanto, são mais benéficos para a saúde e menos agressivos para o meio ambiente ao serem produzidos.

No entanto, além de uma alimentação à base de alimentos orgânicos, é recomendável que também que se inclua na dieta alimentos inorgânicos, que auxiliam na quantidade necessária de nutrientes que o corpo precisa adquirir.

São exemplos de alimentos e produtos inorgânicos:

  • Água
  • Sal
  • Magnésio: encontrado em castanhas, sojas, leites, verduras, pães, peixes e cereais
  • Cálcio: encontrado em leite e derivados
  • Cobre: encontrado no feijão, ervilha, uva e cereais
  • Potássio: encontrada na banana e na batata
  • Enxofre: encontrado em legumes e carnes
  • Ferro: encontrado em carnes, peixes, cereais, feijão, fígado e gema

Além disso, outro ponto que tem ganhado destaque no setor alimentício são os alimentos geneticamente modificados – ou alimentos transgênicos. Então, por meio da engenharia genética, alimentos têm sido produzidos com alterações em seu DNA . O intuito principal é de gerar alimentos com novas características e propriedades, estabelecendo assim a diferença de alimentos orgânicos e transgênicos.

Dessa forma, o consumo de alimentos in natura, orgânicos e inorgânicos está atrelado tanto com uma alimentação saudável quanto com a sustentabilidade e saúde do meio ambiente. Portanto, fazer escolhas saudáveis, sustentáveis e com muitos benefícios não se resume apenas a práticas externas, mas também a práticas internas, cuidando do próprio corpo ao ter responsabilidade com o que se consome.

Agro20 | Portal Vida No Campo