Arroz japonês refere-se a várias formas de cultivo do grão

Inicio » Agricultura » Arroz japonês refere-se a várias formas de cultivo do grão
13/09/2019 Por
Arroz japonês refere-se a várias formas de cultivo do grão

Arroz japonês é um dos pilares da economia e da alimentação japonesa

O arroz japonês ganhou o mundo com a chegada da culinária asiática ao continente ocidental décadas atrás.

Com diferenças bastante significativas dos outros tipos de arroz consumidos na Europa, África e nas Américas, o arroz japonês é uma variedade de arroz que desperta o interesse não apenas dos consumidores, mas também de produtores e importadores.

Arroz japonês

O que é arroz japonês?

Arroz japonês, também conhecido como arroz japônica, é um nome utilizado para fazer referência aos tipos de arroz mais consumidos pela população japonesa. Afinal, o Japão é um dos grandes produtores mundiais do grão, que tem diversas variações cultivadas na terra do sol nascente.

Para se ter uma ideia, existem mais de 300 tipos de arroz japônica. Esse tipo de arroz tem como uma de suas principais características a grande quantidade de amido.

Assim, o arroz japonês é muito mais aglutinoso do que o arroz agulhinha ou o basmati, por exemplo.

Tipos de arroz japonês

Apesar de haver uma enorme variedade de tipos de arroz cultivados e consumidos no Japão, algumas variações são as mais comuns.

Em contraste com o arroz consumido no Brasil, que é mais fino e longo, o arroz japonês possui grãos mais curtos, além de uma alta concentração de amido.

Arroz japonês

Arroz uruchimai

Esse é o arroz japonês do dia a dia, utilizado tanto para refeições quanto para preparo de saquê e vinagre. Além disso, o arroz uruchimai também é muito utilizado no preparo de sushis.

Arroz mochigome

O arroz mochigome é rico em amido, o que faz dele um arroz mais “grudento” e aglutinoso. Por isso, ele é muito utilizado no preparo de doces, mochi e farinhas.

Esse tipo de arroz japonês possui ainda algumas variações, entre elas a mais conhecida, o arroz koshi hikari. Por ter menos concentração de amido e um sabor mais suave, o koshi hikari é o arroz mais utilizado pelos restaurantes japoneses.

Arroz shinmai

Esse é um tipo de arroz japonês também bastante procurado pelos consumidores japoneses. Isso porque o título shinmai significa que os grãos são fruto da primeira colheita, portanto, mais frescos do que as colheitas seguintes.

Arroz genmai

Genmai é o arroz integral japonês que vem sendo cada vez mais consumido pela população japonesa. Afinal, trata-se de um grão rico em fibras, minerais e vitaminas, como as do complexo B.

Arroz japonês

Mercado do arroz

Apesar de ter o arroz como principal componente da sua alimentação, o Japão não está entre os maiores produtores mundiais do grão.

Países como China, Vietnam, Índia, Indonésia e Bangladesh são os principais produtores de arroz mundiais.

Mas, ainda assim, é preciso destacara a importância da produção de arroz para os japoneses. Afinal, existem mais de 2 milhões de plantações de arroz espalhadas pelo território japonês.

Cidades como Hokkaido e Shonai estão entre as principais produtoras do país, pois reúnem clima e solo favoráveis ao cultivo do arroz.

Como cultivar o arroz japonês?

O cultivo do arroz japonês deve ser feito em solo fértil, rico em nutrientes e encharcado. Dessa forma, o plantio das sementes pode ser feito com boas chances de uma boa colheita.

Afinal, esses fatores são cruciais para o sabor e a qualidade do arroz colhido. O ideal é que o terreno onde será feita a semeadura do arroz esteja completamente encharcado.

Assim, o arroz japonês pode absorver essa água até que se desenvolva por completo e esteja pronto para a colheita.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo