Brangus: comercialização da carne cresce no comércio externo

Inicio » Pecuária » Brangus: comercialização da carne cresce no comércio externo
14/02/2019 Por
Brangus: comercialização da carne cresce no comércio externo

Gado brangus ganha espaço na pecuária por sua qualidade e demanda

A procura pela carne de brangus tem tido crescimento significativo nos últimos anos. O setor pecuário e os consumidores têm investido nesta raça devido a qualidade da carne e a lucratividade que ela gera para o mercado externo e interno.

Brangus é uma das raças mais utilizadas para corte no país. Isso porque suas características têm diferenciais entre os demais bovinos, e resistência e produtividade estão entre as qualidades do animal.

Gado brangus

O que são os brangus?

Brangus é o nome dado a uma raça modificada de gado bovino. A raça surgiu em 1912 nos Estados Unidos, a partir do cruzamento entre o zebu e o angus, com o intuito de gerar uma raça voltada para a alta produtividade criada em locais de clima subtropical e tropical.

Características do gado brangus

O gado brangus possui características específicas pouco semelhantes a de outros gados devido ao seu cruzamento próprio. As principais características das raças de zebu e angus são:

  • Gado de tamanho médio
  • Pelo brilhante e fino
  • Pelagem castanha ou negra com pintas brancas
  • Pele pigmentada com consistência fina ou média
  • Costelas separadas e curvadas
  • Lombo e dorso com cobertura muscular
  • Musculatura forte
  • Fêmeas com bom desenvolvimento das tetas, coxas e ossos

Além das características físicas, os brangus possuem maior resistência ao clima tropical. Além disso, destaca precocidade sexual, fertilidade, tolerância a diversos pastos e a incidência de carrapatos – vantagens comuns entre as raças zebuínas.

Além disso, a boa qualidade da carne – da porção de gordura aos músculos -, também propicia um sabor acentuado e grande maciez.

Brangus: gado de corte

O brangus é uma das raças de bois mais utilizada para consumo da população. E o fato de ser extremamente saborosa para o paladar dos amantes de carne contribui muito com essa tendência.

A parte da carne traseira dos brangus é valorizada e utilizada para cortes como o filé mignon e a picanha, fazendo deles uma das melhores opções entre as raças de gado de corte.

Conhecida pela maciez, suculência e sabor, a carne de brangus teve grande crescimento em exportação nos últimos anos, colaborando com a lucratividade da economia pecuária interna do país.

No Brasil, a aposta em raças bovinas tem crescido nos últimos três anos. Segundo a Associação Brasileira de Brangus (ABB), os altos investimentos na raça têm chamado a atenção de criadores no país.

Gado brangus

A comercialização da raça tem valor significativo no mercado. As vendas para criadores distantes, particulares, leilões e abate aumentaram no último ano. Isso porque o mercado que essa carne tem gerado é bastante promissor.

Há também a comercialização do sêmen para que sejam inseminados artificialmente em vacas zebuínas. Dessa forma, são gerados mais exemplares para o rebanho bovino, seja para fins comerciais ou não.

Portanto, para que a comercialização cresça e as características sejam mais precisas, é feito nos brangus o melhoramento genético da raça, contribuindo com o mercado e o setor produtivo. O intuito do melhoramento genético é aumentar os ganhos para a pecuária e focar na qualidade da carne pela qual os consumidores estão optando.

Agro20 | Portal Vida No Campo