Caprinos e suas marcantes características dentro e fora do agronegócio

Inicio » Pecuária » Caprinos e suas marcantes características dentro e fora do agronegócio
14/02/2019 Por
Caprinos e suas marcantes características dentro e fora do agronegócio

Criação de caprinos influencia diretamente o mundo da agropecuária

Os caprinos têm extrema facilidade de adaptação a diferentes territórios. Com isso, podem ser levados para diferentes pastagens e, ainda assim, prosseguir com seu desenvolvimento.

Constituída por bodes, cabras e ovelhas, a criação dos caprinos é fácil e eficiente nos territórios rurais. Os animais dessa categoria são livres para o consumo de grande parte das substâncias vegetais oferecidas no campo.

Carneiro é integrante da família dos caprinos

O que são caprinos?

Os caprinos fazem parte de um grupo de animais bovídeos, de grande uso benéfico para os agricultores. Esses bichos possuem um bom condicionamento físico e boa alimentação, o que facilita para seus lavradores o processo de criação e manejo.

Os integrantes da subfamília dos caprinos são separados entre:

  • defensores: são os caprinos de pequeno porte e sem muita diferença entre os sexos, que defendem bravamente a zona alimentícia;
  • pastadores: são os caprinos mais desenvolvidos; são caracterizados por sua personalidade forte e por andarem com seus rebanhos, delimitam sua localidade por conta de seu cheiro.

A caprinocultura – criação de cabras – é definida como uma importante atividade em meio setor agropecuário. Por favorecer na entrada de novos produtores e no aumento de lucros tanto para o território quanto para os agricultores, vem tendo constante crescimento no campo do agronegócio do Brasil.

A criação de caprinos é delimitada pelos sistema extensivo e intensivo. O sistema extensivo opta pela criação dos animais em campo livre e pelo seu sustento com base na hidratação e suplementação inorgânica; o intensivo faz uso de carceragem para que os mesmos tenham uma alimentação regrada e composta de elementos selecionados.

Características dos caprinos

Algumas das características notáveis entre os bichos que compõem a espécie, são:

  • os bodes são os machos reprodutores e têm a função de procriação com as cabras para expandir a reprodução dos cabritos;
  • cabra é o feminino do bode, são reprodutoras e têm características físicas mais delicadas; seu pêlo é mais liso que dos outros da família e possui uma barbixa;
  • carneiro é masculino da ovelha e os dois fazem a reprodução para procriação dos cordeiros; é caracterizado por uma pelugem mais ondulada e por não possuir barba.

Para saber diferenciar um bode adulto de um carneiro, é só analisar se possui barba – já que todos os bodes crescidos possuem barba. Portanto, os que não têm caracterizam-se como filhotes.

O bode é um dos caprinos mais conhecidos

Raças de caprinos

As principais raças de caprino são divididas entre leiteiras e para produção de alimentos. Incluindo nomes como canindé, anglo nubiana e moxotó, entre outras, o grupo tem o caprino boer como seu mais popular representante. Isso porque, em função do seu visível condicionamento físico – favorável à produção alimentícia desde a carne até o leite – ele é o mais procurado pelos produtores.

Caprinocultura leiteira

O leite de cabra tem um importante papel dentro da caprinocultura de leite. Isso porque a facilidade no seu processo de produção é grande, desde sua adaptação ao território até o manejo no dia a dia.

Por isso, durante sua criação há um alto nível potencial, que desencadeia melhores mercadorias e bom convívio entre animais e cuidadores. Dessa forma, o resultado final é um produto de qualidade e o esperado rendimento comercial aos produtores.

Em 2014, a manada de caprinos atingiu mais de 8.800 cabeças no Brasil; grande parte delas encontravam-se na região do nordeste do país, de acordo com o IBGE. Atualmente, o país possui o 18° maior gado de ovinos do mundo e o 22° rebanho mundial de caprinos.

Agro20 | Portal Vida No Campo