Cavalo árabe ganha fãs por sua velocidade e facilidade de manejo

Inicio » Pecuária » Cavalo árabe ganha fãs por sua velocidade e facilidade de manejo
15/03/2019 Por
Cavalo árabe ganha fãs por sua velocidade e facilidade de manejo

O cavalo árabe e popular por sua beleza e personalidade marcantes

As características do cavalo árabe são bastante fortes entre as muitas raças de equinos de popularidade na equinocultura. Sua procura é grande no mundo todo e os países que mais investem no animal estão localizados no continente europeu.

O cavalo árabe é uma das raças equinas mais caras do mundo, e seu custo no mercado brasileiro ultrapassa os R$ 300 mil. As vantagens desta raça nobre está tanto na força do animal como na disciplina.

cavalo árabe em criação

O que é cavalo árabe?

O cavalo árabe é uma espécie de equino originário da Arábia. Entre as suas características mais marcantes está o fato da cabeça do animal parecer ser finamente esculpida. Do mesmo modo, seu longo pescoço e a alta cauda são boas maneiras de identificar o animal. Vale citar que tanto os animais provenientes de uma melhora genética como os de puro sangue árabe tem suas características bem demarcadas.

O cavalo se destaca pela incrível velocidade e resistência, capaz de persistir por longos e demorados períodos de jornada. Ele é de caráter dócil e, por isso, o seu manejo é relativamente simples. Entretanto, o cavalo árabe não é um raça de cavalos de grande porte, e suas costas são mais curtas que a da maioria das demais raças equinas.

Além disso, sua altura é de pouco mais de 1,5 metros e seu peso varia entre 360 a 450 kg. As pernas do animal são fortes e seu casco é fino. Sua pelagem, na grande maioria dos casos, é de cor cinza – e tanto a pelagem da cauda como da crina são de toque fino e sedoso.

O animal tem algumas aptidões que o fazem estar em destaque quanto à forma de manejo e as atividades que o cavalo pode desempenhar, como o pólo, por exemplo. O cavalo árabe tem grande facilidade com qualquer esporte hípico de salto, além disso, seu adestramento não exige mão de obra especializada. O animal também está presente no campo para atividades agropecuárias.

Um fato curioso sobre a raça é fascinação com a beleza do cavalo árabe durante os séculos. O animal era visto com tanta beleza que suas feições e representação heroica fizeram parte de diversas pinturas renascentistas.

História da cavalo árabe

A história da raça do cavalo árabe tem origem dos animais selvagens do deserto árabe. O animal já aparece, inclusive, em passagens da Bíblia há mais de 2200 anos. Na antiguidade, seu uso era voltado para o Império Persa e Hititas, principalmente para lutas com beduínos (grupo nômade árabe do deserto).

No decorrer dos anos e com a queda dos Impérios, os animais foram capturados e explorados por outros povos da região. Seu potencial foi percebido e desenvolvido, assim como suas funções voltadas para a caça e o transporte migratório. Ao longo dos anos, o animal sofreu mudanças físicas e com o intuito de aperfeiçoar sua força e resistência.

Cavalo árabe

Após muitas jornadas, o animal foi se espalhando pelo mundo e hoje é visto como uma das raças equinas mais nobres do mercado. Os países que mais exploram a criação do animal são:

  • Polônia
  • Inglaterra
  • Rússia
  • Estados Unidos
  • Egito

A maior parte das características físicas do animal vem do processo de adaptação ao deserto Árabe. Seu caráter primitivo, por exemplo, é um dos privilégios que o animal desenvolveu ao longo do seu tempo no deserto. Para o mundo agro e, principalmente, voltado para o esporte, o cavalo árabe puro sangue é considerado o melhor na requisito de cavalo de sela.

Criação de cavalo árabe

A criação do cavalo árabe não é algo novo no mundo agro. Esta foi uma das primeiras raças de equinos a ser domesticada e, nos dias de hoje, a raça é destaque no mundo e reconhecida pela sua inteligência e agilidade. Somente no Brasil, de acordo com a Associação Brasileira dos Criadores, há cerca de 50 mil animais em território brasileiro para a criação.

No Brasil, o estado de Goiás é o que mais tem explorado a raça em função das suas habilidades no campo. A criação do animal é cara, porém, lucrativa. Conforme citado anteriormente, cada um destes animais pode chegar a custar até R$ 300 mil. Isso porque ele pode ser destinado tanto para competições no campo como para corridas de cavalo e atividades hípicas; como no caso de algumas modalidades olímpicas.

O rendimento é ainda maior quando o criador investe no cruzamento entre raças. O processo é feito tanto na comercialização do sêmen como na transferência de embriões. As vantagens na compra do embrião do animal para criação ocorrem em função do seu fácil treinamento. Um cavalo árabe pode ser adestrado em menos de 15 dias e, portanto, este caráter dócil facilita muito o trabalho humano.

A maior parte dos cuidadores de equinos que se utiliza do método de cruzamento de raças o faz com o objetivo de melhoramento genético. Embora o animal já conte com uma grande resistência física, é realizado o seu cruzamento com raças híbridas para aumentar ainda mais a sua capacidade na velocidade.

Outro fator que influencia no desempenho do animal no campo é a sua alimentação. O cuidador deve ter alguns cuidados em razão de sempre manter o animal saudável. A base alimentar do cavalo árabe é a alfafa, ração  laminada – farelada – e o capim verde.

Cavalo árabe

O cavalo árabe no esporte

Há diversos segmentos em que este animal pode ser desenvolvido, pois sua facilidade em adaptação é muito alta. O cavalo árabe pode ser designado para provas de halter, ou seja, competições. Entre estas competições, há também as performances, que é aquele tipo que o animal performa saltos.

O esporte mais comum que o cavalo árabe se desenvolve é a corrida. No Brasil, o Paraná toma espaço como anfitrião dos maiores torneios corrida equina do país. Os lucros com este tipo de evento são altos em função dos muitos patrocinadores que a região abrange.

Já no campo, o cavalo é utilizado em vaquejadas e rodeios. Sua performance é excelente pois a agilidade do animal é incomparável. Por ter proporções menores que as demais raças, é muito comum que tenha desenvoltura para corrida; mesmo sem qualquer treinamento.

Fato que faz com que a procura pelo cavalo árabe seja consideravelmente maior que a de qualquer outra raça equina. O animal é referência no mundo tudo e possui suas características bem demarcadas, e o lucro para os investidores da raça é praticamente garantido.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo