Espata é uma folha que protege os botões de flores

Inicio » Meio Ambiente » Espata é uma folha que protege os botões de flores
21/10/2020 Por
Espata é uma folha que protege os botões de flores

A espata atua como um invólucro para proteger os botões de algumas flores durante seu desenvolvimento. É na verdade um tipo de bráctea, que são aquelas estruturas de folhas associadas às inflorescências (parte da planta onde se localizam as flores) das Angiospermas.

Pertencente a família Araceae, a espata protege o desenvolvimento de flores que ficam no espádice (um ramo como se fosse uma pequena espiga), que é o botão da flor.

Flor com a espata, que protege o botão de flor

O que é espata?

Espata é uma bráctea ampla que envolve as espigas de muitas plantas, como as aráceas e palmeiras. Ela desempenha, inclusive, um papel importante na polinização, pois atrai os insetos para as flores.

Essa folha está presente em espécies da família Araceae, que congrega cerca de 104 gêneros com mais de 3.500 espécies, sendo a maioria deles de regiões neotropicais, e alguns distribuídos pela Ásia e Europa. No Brasil, é possível encontrar cerca de 400 espécies de 34 gêneros.

Espata floral

A espata floral, especificamente, é como se fosse uma folha protetora, uma espécie de invólucro para proteger os botões das flores durante seu desenvolvimento.

Essas folhas protetoras podem ser simples ou em duplas, compostas por até duas folhas que formam a proteção. Aliás, é este um dos aspectos que diferenciar algumas espécies de orquídeas, principalmente as Cattleyas.

Nessa espécie de orquídea, se encontra essa folha especial, a espata, de onde surge a flor. Nas Cattleyas labiatas, a espata floral vem em sequência com a folha, antes de desenvolver o Pseudobulbo (espécie de caule aéreo das orquídeas).

Já em Cattleyas leopoldii, essa folha especial pode secar, parecendo que a haste da flor não se desenvolverá, mas no período certo ela aparece.

Porém, há casos em que a folha se desenvolve mas as flores não, inclusive nas orquídeas. Alguns fatores que contribuem para essas ocorrências, são as alterações bruscas do clima, tanto de calor quanto de frio, ventos fortes, muita água ou doenças.

Isso pode impedir que a flor nasça dentro da espata. O acúmulo de água em seu interior deve ser evitado. Geralmente a própria planta é bem protegida e evita, mas essa proteção da espata pode se abrir devido ao desenvolvimento dos botões, necessitando atenção na hora de regar as plantas e protegê-las da chuva.

Flor copo de leite, que possui a espata ao redor do botão

É preciso ter cuidado, pois se a espata ficar cheia de água pode acabar apodrecendo os botões florais. As orquídeas monofoliadas (Cattleya labiata) e as orquídeas bifoliadas (Cattleya bicolor) produzem flores a partir das espatas, apresentando morfologia típicas para cada espécie.

Outra planta bem conhecida e com esse envólucro é o copo de leite. Esse nome se deve, aliás, ao formato da espata, que se parece com um copo, já que a planta original é de cor branca, podendo apresentar variações modificadas nas cores rosa, amarela e roxa.

Uma das flores mais populares em arranjos e decorações por sua simplicidade e beleza, a flor copo de leite é um bom exemplo para você lembrar o que é a espata, que, nesse caso, é o próprio “copo” que protege o botão que está lá dentro.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo