Geleia de amora é uma das mais produzidas e adoradas

Inicio » Agronegócio » Geleia de amora é uma das mais produzidas e adoradas
31/08/2020 Por
Geleia de amora é uma das mais produzidas e adoradas

Importante para a economia, geleia de amora traz uma infinidade de receitas diferentes. Famosa por se tratar de uma fruta extremamente nutritiva, a amora atrai a atenção de muitos brasileiros. A fruta conta com água em quase 85% de sua composição, além de trazer uma série de vitaminas e minerais. Estes fatores fizeram com que ela fosse amplamente utilizada dentro de outros compostos, gerando doces, sucos, sorvetes e outros. E, a partir daí, nasceu a geleia de amora.

Chamando a atenção pelo sabor inconfundível, a geleia de amora também é muito especial quando se fala em saúde. Além de ajudar a controlar a pressão arterial, a fruta também age como um excelente antioxidante, evitando que o organismo acumule substâncias ruins. A facilidade para consumir este item com pães, biscoitos e muitos outros elementos também se tornou um atrativo.

Geleia de amora

O que é geleia de amora?

Geleia de amora é uma composição que parte da fruta de amora que, assim como outras frutas vermelhas (framboesa, morango, jabuticaba e outras), traz um apelo maior por conta dos benefícios para a saúde.

A amora é o fruto de uma árvore do gênero Rubus, que começou a ser cultivada no norte da Ásia central. Com o passar do tempo, os plantios dominaram a América do Norte e a Europa.

A amora se adapta facilmente a climas de regiões mais temperadas. Assim como o morangueiro, acaba se desenvolvendo melhor em condições climáticas que não são tão quentes e nem tão frias. O cultivo no Brasil é uma importante prova sobre isso, pois é possível encontrar plantações de sucesso de norte a sul do país, abrangendo as mais diversas temperaturas.

É comum encontras três tipos de amoras, que se diferenciam claramente pela tonalidade. Há a amora branca, a vermelha e a preta. Esta última é a mais comum de se encontrar nas grandes cidades.

Vale destacar que todas se destacam pelas quantidades de antioxidantes, capazes de fazer muito bem ao organismo. Os benefícios também se estendem ao sistema cardiovascular, evitando problemas com o coração.

Geleia de amora na economia

Por se tratar de uma fruta normalmente bem cultivada em pequenas propriedades, é constante a movimentação financeira gerada pela amora. As regiões mais frias são as que recebem maiores quantidades de plantio, como é o caso do sul do Brasil.

O processo se inicia nos meses de inverno, onde há mais capacidade de adaptação da semente ao solo. É possível colher entre os meses de setembro e novembro.

A colheita necessita de extrema delicadeza para que a fruta não perca o frescor. É possível lucrar até R$ 3,00 a cada 300 gramas de amora colhidas e repassadas para o comércio.

O valor pode parecer baixo, mas algumas safras podem render até duas toneladas. É com essa margem que os pequenos agricultores trabalham para obter um bom lucro na revenda.

Porém, são muitos os cuidados para que a fruta esteja em boas condições para o preparo da geleia de amora. Ela não pode perder umidade, mantendo o máximo de frescor necessário para a preparação. Para isso, os produtores não usam luvas para que a sensibilidade seja priorizada em todo o tempo.

As frutas e todos os compostos derivados geralmente são vendidos para supermercados.

Geleia de amora

Como fazer geleia de amora?

Existem maneiras muito práticas de como fazer geleia de amora. O modo mais simples é a mistura entre a fruta com o açúcar, que sequer necessita do acréscimo de água.

Mas são diversas as variedades que podem envolver uma série de outros ingredientes, sendo grãos, temperos e até a participação de outras frutas. A criatividade também é uma alternativa interessante na hora de colocar a receita de geleia de amora em prática.

No entanto, vale a pena destacar que, para que receita de geleia de amora mais simples seja um sucesso, é muito importante que a fruta esteja picada e congelada. A ideia é fazer com que, misturada ao açúcar, ela seja despejada em uma panela e possa permanecer no fogo até que crie uma consistência de geleia. Não deixe de mexer para que o item não termine queimado.

Geleia de amora com vinho

Receita extremamente especial, a geleia de amora acompanhada de vinho do porto acaba se tornando uma atração especial.

Para realizar o preparo, também é preciso adicionar a fruta congelada ao açúcar cristal, acompanhando algumas raspas de laranja. Cozinhe todos os ingredientes em uma panela e, quando finalizado, separe em alguns potes. Você vai se impressionar com a textura.

Geleia de amora com pimenta

Apesar de extremamente saborosa, essa maneira de como fazer geleia de amora é extremamente perigosa. Não exagere na quantidade de pimenta dedo de moça, usando apenas metade, muito bem picada e sem sementes.

Na sequência, basta misturar com açúcar, amoras, água e suco de limão. A geleia de amora com pimenta também se destaca pela consistência.

Geleia de amora

Geleia de amora diet

Para quem quer cortar o açúcar, também há uma opção de geleia de amora diet. Basta substituir este item por um adoçante sucralose, misturando-o com água e com pedaços da fruta congelada.

Basta cozinhar tudo na panela e esperar que o adoçante também auxilie os demais elementos a dar liga, criando a textura comum de uma geleia.

Geleia de amora com maçã

A receita é um pouco mais complexa, exigindo amoras mais maduras, maçãs picadas em cubos, açúcar e suco de limão siciliano. É necessário refogar as frutas para separar o suco na composição.

Cozinhe tudo junto ao limão e o açúcar, contando com um prato diferenciado para servir. Claro que a tonalidade mudará um pouco, mas é normal pela presença da maçã.

Geleia de amora com limão

Além do suco de limão, é importante acrescentar amoras orgânicas e açúcar para obter um resultado ainda mais adaptado. Amasse a fruta e cozinhe juntamente aos outros ingredientes. Esta composição demorará um pouco mais para ficar pronta.

Além disso, se puder, também bata no liquidificador depois de pronto se quiser uma pasta um pouco mais líquida. Vai da maneira como você gosta de consumir a sua geleia de amora.

Tags:

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo