Igapó é uma mata ou trecho de floresta inundado pela enchente dos rios

Inicio » Meio Ambiente » Igapó é uma mata ou trecho de floresta inundado pela enchente dos rios
13/09/2019 Por
Igapó é uma mata ou trecho de floresta inundado pela enchente dos rios

Vegetação de igapó é essencial para a manutenção do ambiente

Tudo indica que o igapó tenha surgido nos períodos pré cambriano e terciário. Afinal, a flora relacionada a este gênero de ecossistema é extensivamente adaptada às características dos ambientes citados como, por exemplo, produtividade, pH, erosão, sedimentação e inundação.

De fato, o igapó se estende por uma área estimada de mil quilômetros quadrados. Além disso, a incidência de crescimento ocorre sobretudo em solos areentos e com pobreza de nutrientes.

Igapó

O que é igapó?

Igapó é a vegetação amazônica que ocorre em trechos alagados ao longo dos rios. O nome deriva do tupi antigo, onde a combinação dos termos y (água) e apó (raiz) significa rio de raízes.

Desse modo, a ocorrência desta vegetação pode se dar tanto no decorrer de águas claras quanto no decorrer de águas pretas. Devido às inundações periódicas, o igapó retém uma quantidade baixa de nutrientes e sedimentos.

O clima apropriado para a ocorrência é tropical equatorial (pluvial), úmido e quente. Além disso, cerca de oito por cento do bioma da Amazônia é ocupado por trechos alagados.

Suas diferenciações são embasadas em:

  • Composição das espécies;
  • Estrutura das espécies;
  • Origens geológicas;
  • Tipo de solos;
  • Cor das águas;
  • Tipos de inundações.

Igapó

Características das árvores de igapós

Em suma, as árvores de igapós alcançam até vinte metros de altura. Contudo, a altura média costuma variar entre quatro e cinco metros. Sem dúvida, esta espécie de vegetação é devidamente adaptada às características apresentadas por áreas alagadiças.

Suas plantas de porte pequeno são espécies hidrófilas, isto é, adaptadas aos territórios alagados. Como exemplo, podemos citar a bromélia, a orquídea e a vitória régia.

Mata de igapó

Mata de igapó é uma vegetação característica da floresta da Amazônia. Este tipo de mata se situa em terrenos rebaixados, ao longo do leito dos rios e águas negras regularmente inundadas.

As diferentes cores nas águas dos rios amazônicos são um indício da qualidade de suas águas. Os trechos alagadiços dos rios de água escura, por exemplo, são constituídos por solos com poucos nutrientes e arenosos.

Esta coloração escura nas águas pretas se deve à presença dos compostos fenólicos, cujas formações se localizam no núcleo dos igapós. Estes compostos são fruto de uma decomposição anaeróbica e lenta por parte da serrapilheira submersa.

Desse modo, suas águas são ácidas e os teores de dissolução de substância inorgânica é baixo. Em comparação às águas de rios claros, o solo e a água das zonas alagadas possuem baixas qualidades férteis.

Igapó

Importância do igapó

Sem dúvida, os solos das áreas geológicas mais velhas do pré cambriano e terciário são bastante pobres.

Assim, esses ambientes são frágeis e difíceis de recuperar, uma vez que sofreram intervenção humana. Esta intervenção, atualmente, representa a maior ameaça ao ecossistema da área inundada.

O grau de resiliência do solo (isto é, a capacidade de recuperação da integridade funcional) é muito baixo no igapó. Por essa razão, a retirada da cobertura vegetal pode acarretar a perda de habitat. Afinal, a vegetação desempenha um papel estrutural e ecológico importante para a manutenção do ambiente.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo