Leucócitos são células brancas responsáveis pela defesa do organismo

Inicio » Veterinária » Leucócitos são células brancas responsáveis pela defesa do organismo
02/10/2020 Por
Leucócitos são células brancas responsáveis pela defesa do organismo

Os leucócitos possuem um formato grande e incolor e, diferente das hemácias, possuem núcleo. Os leucócitos fazem parte de um grupo de elementos figurados que são encontrados no sangue e surgem em pequenas quantidades.

Essas células possuem a importante função de defender o corpo humano de diversas formas. Os leucócitos têm a capacidade de sair dos vasos sanguíneos e migrar para o tecido adjacente, onde acontece a defesa.

Leucócitos

O que são leucócitos?

Para entender o que são leucócitos, é preciso saber para que servem os leucócitos. Eles atuam como células defensoras do organismo contra agentes externos que podem provocar infecções, ou até mesmo substâncias que podem provocar alergias.

Além disso, o significado de leucócitos também é importante. Esse tipo de célula é conhecida como Glóbulos Brancos e não são como as células normais do corpo. Na verdade, agem como organismos vivos independentes e unicelulares, ou seja, são capazes de se movimentar e capturar estranhezas por conta própria.

Leucócitos altos

Os leucócitos altos são conhecidos como leucocitose. Quando estão altos, são caracterizados por um valor superior a 11.000/mm³ no exame de sangue. As possíveis causas podem ser infecções ou doenças recentes, até mesmo o estresse ou o efeito colateral de uso de medicamentos pode causar aumento dos leucócitos.

São raros os sintomas, mas quando há, geralmente se associam às tonturas, febre, dificuldade de respiração, formigamento, etc. Nesses casos, é preferível que procure um médico para o diagnóstico correto.

Leucócitos baixos

Os leucócitos baixos são chamados de leucopenia e surgem quando existe menos de 4.500/mm³ deles no exame de sangue. Entre algumas das possíveis causas para isso, encontra-se a anemia, lúpus, quimioterapia, diuréticos, etc.

É sempre recomendado ir ao médico para detectar o real motivo da baixa de leucócitos. Em alguns casos, é normal que os leucócitos se apresentem em baixa e não haja nenhuma causa grave para isso. Nesses casos, muitos médicos indicam o consumo de alimentos que colaborem para o aumento dos leucócitos.

Leucócitos

A agricultura e agropecuária no aumento dos leucócitos

Aumentar leucócitos é uma ótima forma de viver de uma forma mais saudável e tranquila, até mesmo porque o aumento dos leucócitos, desde que de forma saudável, contribui para o aumento da imunidade e diminuição dos problemas de saúde.

Os alimentos ricos em vitaminas, minerais e outras substâncias benéficas auxiliam o seu aumento, fazendo com que o sistema imunológico se mantenha firme e saudável.

  • Frutas cítricas: a laranja, acerola, kiwi, tomate, além do brócolis, couve, pimentão, entre outros, são ricos em Vitamina C, que aumenta a resistência do organismo;
  • Vegetais escuros: o brócolis, couve e espinafre são ricos em ácido fólico. Esse nutriente aumenta a quantidade de leucócitos e também pode ser encontrado no feijão, nos cogumelos e na carne de fígado;
  • Alimentos ricos em zinco: as carnes e cereais, desde que integrais, castanhas e muitas leguminosas, são ricos em zinco. O zinco tem o poder de combater resfriados, gripes e diversas doenças que atacam sistema imunológico;
  • Oleaginosas: além do zinco, as nozes, castanhas, amêndoas e óleos vegetais são extremamente ricos em Vitamina E. Isso tudo é benéfico, principalmente, para os idosos. Dessa forma, age no combate à diminuição da atividade imunológica por conta da idade avançada.

É extremamente grande a importância que a agricultura e a agropecuária exercem sobre a saúde do ser humano, e o quanto também podem auxiliar no combate às doenças.

Além disso, é preferível que os grãos e frutas estejam frescos e que sejam o mais orgânico possível. Dessa forma, é possível obter com mais facilidade as vitaminas necessárias para a defesa do corpo e aumento dos leucócitos de forma correta e saudável.

O que podem significar os leucócitos na urina?

Geralmente, eles saem pela urina quando chegam ao limite do seu tempo de vida. Durante as infecções urinárias ou em situações de doenças graves, como o câncer, a saída de leucócitos na urina aumenta consideravelmente.

Quando os leucócitos na urina estiverem altos demais, é possível detectar sintomas como urina com espuma, febre, calafrios, sangue, entre outros. Quando observados alguns desses sintomas, é necessário consultar um médico o mais rápido possível. Assim, é possível detectar a causa e iniciar o tratamento adequado.

Outro motivo é a gravidez. Nesses casos, é aconselhado realizar o teste de gravidez através do exame de sangue ou por meio até mesmo de um teste de farmácia. Consultar um Ginecologista também é uma ótima forma de evitar falsos diagnósticos.

Quais são os tipos de leucócitos?

Os tipos de leucócitos são classificados conforme a estrutura observada em um microscópio óptico. Confira abaixo.

Leucócitos

Neutrófilos

Originam-se das células-tronco mieloides e estão presentes em aproximadamente 60% a 70% dos leucócitos no sangue humano. A função principal dessas células é barrar e exterminar bactérias e outros organismos estranhos que podem invadir o corpo.

Como possuem uma grande facilidade de mobilidade, saem da corrente sanguínea e adentram na região infeccionada. Geralmente, o pus que é visto em machucados é constituído, em grande parte, por neutrófilos.

Eosinófilos

Também conhecidos como acidófilos, representam 2% a 4% dos leucócitos sanguíneos. A principal função desse tipo é evitar invasores grandes, como vermes e parasitas. Para combater esses vermes, eles liberam proteínas tóxicas, íons peróxidos e enzimas para destruir completamente esses organismos prejudiciais e invasores.

Basófilos

Representam somente 0,5% a 1% dos Glóbulos Brancos. Apesar de liberarem histamina, ninguém sabe exatamente qual sua função exata.

A histamina desempenha um papel importante em inflamações e alergias, pois facilita a saída dos anticorpos e neutrófilos para os locais onde há o problema. Essa substância é a causadora das vermelhidões, inchaços, além de demais reações em ferimentos. Além disso, promove a coriza e a contração dos brônquios. A heparina também é uma substância derivada dos basófilos, cuja função é anticoagular.

Monócitos

Os monócitos possuem aspecto grande e que representam cerca de 3% a 8%. Dessa forma, são desenvolvimentos na medula óssea e partem para os tecidos em que irão se transformar em macrófagos, terminando com os microrganismos e demais células mortas.

Linfócitos

Representam 20% e 30% dos leucócitos. Essas células são classificadas em três tipos: linfócitos B ou células B; linfócitos T ou células T; além dos chamados de “natural killer”, ou a sigla NK. Cada um desses linfócitos atua em funções específicas no corpo e também no combate do câncer.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo