Magret é prato típico da culinária francesa

Inicio » Agronegócio » Magret é prato típico da culinária francesa
01/08/2020 Por
Magret é prato típico da culinária francesa

Preparado com o peito de pato com gordura, magret atende o setor da alta gastronomia. O prato chamado magret é preparado com carne de pato, para ser mais específico, com o peito do pato com uma camada de gordura. A carne fica muito macia devido a essa gordura e o modo delicado de preparo.

A carne de pato tem um sabor marcante, agrada aos paladares mais exigentes. Muito comum na França, aqui no Brasil o magret ainda integra cardápios mais sofisticados, não estando no dia a dia da maioria dos brasileiros, pela falta de hábito de comer carne de pato e também pelo preço.

magret é um prato francês feito com carne de pato

O que é magret?

O magret, ou magret de Canard, é um prato típico da França, preparado tradicionalmente com o peito de pato gordo.

Seu preparo deve deixar a carne levemente crocante por fora e rosada por dentro e é acompanhada por molhos, geralmente adocicados.

Para se ter ideia, um pedaço do peito de pato para fazer magret chega a pesar 450 gramas, enquanto que o peito de pato convencional pesa em torno de 300 gramas. Isso porque os patos destinados à culinária são criados com alimentação específica, para que fiquem bem gordos, proporcionando o magret e o foie gras (fígado do pato igualmente gordo).

Apesar das gordurinhas do magret, a carne de pato é rica em proteínas. Se você quiser arriscar uma receita em casa, aqui vão algumas sugestões:

Magret de Canard com geleia de mirtilo

Você vai precisar de:  2 filés de peito de pato; 2 dentes de alho; 3 colheres de sopa de azeite; alecrim; tomilho; sal e pimenta do reino; geleia de mirtilo.

Como fazer:

Com uma faca, faça pequenos e leves cortes em formato de losango (transversais) na gordura dos filés de peito de pato. Em seguida, tempere com o sal e pimenta do reino.

Pegue uma frigideira e aqueça. Lembrete: o principal detalhe do magret é fazê-lo na própria gordura! Então, coloque os filés na frigideira, com a gordura virada para baixo até que fiquem douradinhas. É preciso virar os filés para dourar o outro lado também. Fique atento, pois a carne não deve passar do ponto, ela deve ficar rosadinha por dentro.

Quando estiverem rosadinhos, retire os filés do fogo e mantenha em uma superfície aquecida. Enquanto isso, prepare o molho, aquecendo o azeite em uma panela pequena, juntamente com os dentes de alho amassados, alecrim e o tomilho.

Por fim, corte os filés em fatias mais finas e coloque-os em um recipiente para servir e despeje o molho por cima. Sirva com a geleia de mirtilo, ou com outra de sua preferência. Ademais, molhos de frutas vermelhas ou de manga também caem bem com o magret de prato.

magret feito com carne de pato também é saudável

Agora, é só apreciar seu magret, de preferência, com um bom vinho, como um pinot noir brasileiro ou argentino. Molhos feitos a partir de frutas escuras somados ao caldo de carne, combinam com tintos com mais fruta e juventude, casando com o agridoce do molho, como os Bordeaux ou vinhos de varietais como Merlot e Cabernet Sauvignon.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo