Mel de caju é produzido por abelhas com acesso à florada de caju

Inicio » Agronegócio » Mel de caju é produzido por abelhas com acesso à florada de caju
25/03/2021 Por
Mel de caju é produzido por abelhas com acesso à florada de caju

Dentre os subprodutos das abelhas, o mel está entre os mais importantes para o agronegócio. Isso porque a produção do mel é uma atividade já consolidada no país e conquista cada vez mais o mercado internacional. Existem vários tipos de mel e hoje vamos falar sobre o mel de caju.

O mel de caju é produzido a partir de abelhas que se alimentam do néctar de floradas de caju. É um produto comum em regiões com grandes da fruta, como o Piauí, Ceará, Bahia e Rio Grande do Norte.

Assim como outros tipos de mel, o mel de caju é importante para a produção de apicultores locais, que movimentam a geração de renda por meio de suas produções. Ou seja, fortalece os pequenos produtores que movimentam o trabalho no campo em todo o país.

mel de caju na colher

Para que serve o mel de caju?

O mel de caju, assim como outros tipos de mel, é um excelente adoçante natural. Por não conter aditivos artificiais, é considerado um alimento bastante saudável.

Além disso, ele também compõe uma cadeia produtiva importante na criação de abelhas, que são insetos fundamentais para a preservação do meio ambiente. Por ser tão fundamental na natureza, existe até um dia específico para comemorar o Dia da Abelha, celebrado em 03 de outubro.

Sua capacidade polinizadora possibilita a manutenção dos ecossistemas, pois permite que frutos e sementes fiquem disponíveis em diversas regiões por onde elas passam. Ainda mais, os produtos gerados pelas abelhas – mel, geleia real, própolis e outros – são importantes para a preservação da culinária típica e fonte de renda de milhares de famílias.

Apesar de ser um alimento, o mel também compõe a medicina popular, atuando na melhora de sintomas como tosse e resfriado. Uma das características do adoçante é a presença de antioxidantes, vitamina C e minerais, propriedade do mel de caju e de outras floradas, como mel de laranjeira e eucalipto.

abelha com listras amarelas e pretas

Por que o mel é tão importante para o Brasil?

No mundo todo, o Brasil está entre os 10 maiores produtores de mel. O dado mais recente da Pesquisa da Pecuária Municipal, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que 45,9 mil toneladas de mel de abelha foram produzidas no país, em 2019.

A região Sul foi a que mais produziu mel, passando de 17,5 mil toneladas. Em seguida, aparece a região Nordeste, com 15,7 mil toneladas.

O mel brasileiro também conquistou paladares além das fronteiras, tendo um mel de Santa Catarina, na região Sul, eleito como o melhor do mundo. Em outras palavras, é um produto de grande qualidade, reconhecido também por culinárias de outros países.

Como consumir mel?

Quando o assunto é consumo, a criatividade é o que manda. Dentre os benefícios do mel de caju está a possibilidade de saborear o alimento com receitas de bolos, pães e tortas. Além disso, serve como adoçante de sucos e chás, substituindo açúcares refinados e processados.

O mel também é uma boa pedida em receitas agridoces. Aliás, ele possui um aspecto mais grosso e com uma cor mais escura, combinando com molhos diversos.

Por fim, é importante saber que o mel de caju também pode sofrer cristalização, mas um leve aquecimento ajuda que o alimento volte ao estado mais líquido.

Imagens: Waqed e Mareefe/Pexels 

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo