Conheça 5 raças de cães que são boas para o pastoreio

Inicio » Agronegócio » Conheça 5 raças de cães que são boas para o pastoreio
17/08/2020 Por
Conheça 5 raças de cães que são boas para o pastoreio

Os cães são animais descendentes de predadores, os quais caçavam o seu alimento. Algumas raças de cães até mesmo assemelham-se a lobos. Existem diferentes portes de cães e raças modificadas e criadas para serem domesticados.

Outras raças de cães genuínas para caça são as mais utilizadas para desempenhar atividade de pastoreio de rebanhos. Esses animais possuem olfato e inteligência para conduzir as mais diversas criações de caprinos, ovinos e bovinos.

raças de cães

O que são raças de cães?

Raças de cães são classificações biológicas quanto a variações fenotípicas causadas por mutações ao longo da evolução. Essas mutações segregam populações e diferenciam os indivíduos a partir de isolamentos geográficos.

Ou seja, as variedades de características de origem genética de uma espécie podem ser classificadas em diferentes raças. Isso ocorre devido ao cruzamento, natural ou não, de indivíduos com características semelhantes.

Devido à diminuição da variabilidade genética, os indivíduos transmitem à sua prole as mesmas características comuns a todos os outros indivíduos da população, pertencentes à mesma raça. Ademais, as diferentes raças normalmente são originadas a partir do isolamento geográfico.

Deste modo, a seleção natural de animais mais adaptados a sobreviver no Alaska são diferentes dos animais cujas características são vantajosas para sua sobrevivência na África, mesmo que ambos tenham um antecessor em comum e grau de parentesco.

Outrossim, essa distinção entre os animais pode levar até mesmo à criação de espécies distintas. Isso ocorre ao longo de eras de cruzamentos entre indivíduos semelhantes e mais adaptados.

Adaptação dos cães

Os diferentes climas e desafios do ambiente ao qual o animal está inserido são fundamentais para que este processo tenha ocorrido. Outrossim, a convivência com o homem e a domesticação foram fatores imprescindíveis para originar as diferentes raças que conhecemos.

Sendo assim, o homem influenciou no cruzamento de animais a fim de obter as características de interesse. Com o avanço científico tecnológico, o homem realizou o desenvolvimento de raças como o pit bull, o qual carrega genes do extinto terrier inglês.

Este processo de melhoramento animal é amplamente desenvolvido na pecuária para originar raças cada vez mais produtivas de gado de leite e corte. Da mesma forma, os princípios do melhoramento animal contribuíram para o desenvolvimento de raças de canídeos utilizadas como cães de fazenda.

Principais raças de cães de pastoreio

Existem dez tipos de cães de pastoreio registrados, os quais contém as 5 principais raças de cães do segmento. Estão entre os mais comuns:

  1. Cachorros de companhia ou Toy;
  2. Pastores e boiadeiros;
  3. Farejadores e de caça;
  4. Cães de guarda;
  5. E cães da neve.

raças de cães

As raças de cães de pequeno porte são as mais procuradas para se ter como animais de estimação. Já as raças de cães de guarda, bem como farejadores e de caça, boiadeiros, pastores e cães das neve, possuem estruturas mais robustas. Isso ocorre justamente pela necessidade destes animais terem um preparo físico excelente.

Exemplificando, um cão da raça Pastor Alemão pode correr por horas orientando ovelhas em um rebanho, sem perder o foco ou chegar à exaustão muscular. Caso um Bulldog Inglês fosse desempenhar a mesma atividade, chegaria rapidamente à fadiga e poderia facilmente ter uma parada cardíaca.

Isso ocorre devido ao fato de o cão Bulldog não ter características de porte físico para corridas e atividades, e por este motivo são considerados cães de companhia, apesar de sua força.

Quando treinado, em alguns casos, o Bulldog Inglês pode ser utilizado como cão de guarda. Por este motivo existem algumas raças de cães pastores que são treinados para o desempenho da tarefa de movimentar e manejar os rebanhos em fazendas.

Raças de cães pastores

  1. Pastor Alemão, de origem alemã;
  2. Pastor Inglês, de origem na Grã-Bretanha;
  3. Border Collie; do Norte da Escócia;
  4. Pastor Australiano; originado no norte da Espanha;
  5. Pastor Belga, de origem europeia.

Todos estes cães pastores são ideais para treinamento à atividade de pastoreio. São necessários em fazendas para manejo de animais, trabalhando em conjunto com o seu dono.

São cães normalmente muito ativos e que precisam gastar energia para manter a sua saúde em dia. Por isso, quanto mais atividades as raças de cães pastoreio desempenharem durante a sua vida, mais sua expectativa será aumentada.

Eles são muito requisitados para a atividade no campo devido à sua capacidade de compreensão de comandos e também aos instintos aguçados. Estas raças de cães são capazes de escutar a longas distâncias e observar o movimento dos animais, até mesmo prevendo as suas ações. Uma característica derivada dos lobos, os quais são exímios caçadores.

Um cão apenas, de raças para pastoreio, pode ser capaz de cuidar de um rebanho que contenha de 300 até 600 cabeças de gado. Estes animais podem ser transportados por longas distâncias com o auxílio do cão pastor.

A atuação do pastor se dá com excelência pelo senso de hierarquia que essas raças possuem. Além disso, são cães com faro apurado, muito organizados e que estão sempre alerta a qualquer movimento do rebanho.

raças de cães

Border Collie

O Border Collie já foi considerado o cão mais inteligente do mundo, bem como a melhor raça de cão para pastoreio. Eles são familiarizados com o manejo de ovelhas, cabras, vacas e aprendem os comandos rapidamente.

Os maiores treinadores de cães pastores são de origem alemã. Devido a isso, os comandos da maioria dos cães treinados por especialistas são em alemão ou inglês.

Principais comandos para cães de pastoreio

Os comandos básicos consistem em mencionar o nome do cão e citar o modo como ele deve se portar: lay down, por exemplo, significa deitar. Esse comportamento serve para o animal ficar inerte perante o rebanho a fim de aguardar que os animais agitados se acalmem.

Além disso, ao mesmo tempo, o animal observa os movimentos e aguarda o próximo comando. Os cães devem ser treinados para não causar lesões ao rebanho e aprendem rápido. Normalmente, trabalham durante toda a vida e têm dificuldades de abrir mão de suas atividades mesmo depois de velhos.

Essas raças de cães são animais extremamente dóceis e carinhosas. Também são ótimas companhias para crianças e até mesmo auxiliam a vigiar e as observar.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo