Conheça subprodutos do agronegócio que estão no seu dia-a-dia

Inicio » Agronegócio » Conheça subprodutos do agronegócio que estão no seu dia-a-dia
26/03/2021 Por
Conheça subprodutos do agronegócio que estão no seu dia-a-dia

O mercado do agronegócio movimenta milhões de produtos todos os anos, abastecendo a necessidade de alimentação da população, de produção agrícola e agropecuária e tantas outras áreas que dependem de insumos para se desenvolver. Este artigo vai discutir sobre subprodutos gerados pelo agronegócio.

Antes de mais nada, é importante saber que subprodutos são produtos gerados a partir de uma matéria-prima. Em alguns casos, eles derivam do que seria considerado descartável – como os bagaços de cana -, mas são fundamentais para aumentar a receita na indústria e fornecer novas possibilidades para o mercado consumidor.

Subprodutos feitos no Brasil e no mundo

Muitas vezes, nem somos capazes de imaginar que a produção de um grão pode gerar combustível limpo e renovável. Este é um exemplo de biodiesel, subproduto da soja. Da mesma forma que a vinhaça (resíduo da cana) também é um subproduto do etanol, utilizado na geração de energia elétrica e proteção do meio ambiente.

A indústria foi capaz de desenvolver diversas tecnologias e aumentar a quantidade de subprodutos no mercado, empregando ainda mais valor ao que é gerado pelo agronegócio. Assim, conheça alguns subprodutos disponíveis:

Subprodutos da soja

A soja é um grão proteico com alto potencial comercial. O Brasil, maior produtor de soja do mundo, tem alta capacidade de fornecer subprodutos do grão, atendendo mercados diversos. O farelo de soja é um dos principais subprodutos para alimentação animal, fortalecendo a criação de diferentes culturas.

Outros exemplos são o leite de soja e o tofu. Ambos ricos em proteínas que conquistaram grande espaço na indústria alimentícia, principalmente na culinária vegana. Por fim, destacamos a farinha de soja, fortemente utilizada em receitas de massas diversas.

Subprodutos do milho

O milho também é responsável por um mercado de grande produção de subprodutos. Se utiliza o grão na alimentação animal e humana, tendo grande espaço no mercado.

O fubá e a farinha são produtos do milho muito difundidos pela cultura brasileira, sendo ingredientes indispensáveis para diversos pratos típicos do país. Além disso, do milho também são feitos os farelos, a quirera e o óleo.

Rações para aves – de corte ou postura -, bovinos e suínos podem conter produtos do milho, fortalecendo também a indústria pecuária do país.

subprodutos do trigo

Subprodutos do trigo

Da mesma forma, o trigo é matéria-prima para diversos outros produtos. Frequentemente, o mais reconhecido é a farinha de trigo, obtida por meio da moagem do cereal.

Além disso, a partir do grão também se extrai germe de trigo, farelo, glúten e outros. A indústria alimentícia tem grande abertura para incorporar esses diferentes produtos e transformar em diversos itens para consumo.

Subprodutos do mel

 O mel também gera diversos outros produtos, como geleia real, cera, pólen e outros. Esses subprodutos estão muito presentes na indústria da cosmética e da beleza, áreas de expansão e desenvolvimento no país e no mundo.

Subprodutos do petróleo

O petróleo é uma grande fonte de outros produtos utilizados no mundo todo, como é o caso do diesel e da gasolina. Além disso, também geram produtos como gás de petróleo, querosene, óleo, asfalto e lubrificante. Os vindos do petróleo tem alto potencial comercial no planeta todo.

Subprodutos do boi

O boi está entre aqueles que fornecem os chamados subprodutos de origem animal. Ou seja, produtos gerados a partir de criações diversas. De acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, 49 segmentos da indústria dependem de produtos provenientes de bovinos.

Eles são comestíveis e não comestíveis. Entre os comestíveis, podemos apontar como exemplos o fígado, bucho, coração e outros explorados de forma gastronômica. De outra maneira, existem subprodutos que não consumidos na culinária, tais como o couro (pele) do animal, gordura, pelos, ossos, sangue e até chifres. 

Imagem: Pijarn Jangsawang

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo