Açúcar demerara não é refinado e contém grande quantidade de melaço

Inicio » Agronegócio » Açúcar demerara não é refinado e contém grande quantidade de melaço
26/08/2019 Por
Açúcar demerara não é refinado e contém grande quantidade de melaço

O açúcar demerara é cristalizado, natural e rico em sabor

Um fato é que quase ninguém conhece o açúcar demerara. Entretanto, isso não é um problema, uma vez que esse ingrediente não é a coisa mais comum, difundida e conhecida.

Este adoçante cor de caramelo, na verdade, recebe o nome do lugar onde foi originalmente fabricado: o porto de Demerara, na Guiana Britânica. Seu sabor é mais rico do que o do açúcar branco, mas o que o torna especial? Vejamos em seguida mais detalhes sobre o açúcar demerara.

Açúcar demerara

O que é açúcar demerara?

Açúcar demerara é um tipo de açúcar de cana, com grãos grandes, textura crocante e cor marrom pálido. Embora seja fácil encontrá-lo em alguns lugares, talvez seja difícil localizá-lo em outros.

Antigamente, quando as pessoas se perguntavam qual o melhor açúcar, este carboidrato costumava ser  o primeiro lembrado. Mas ele era muito caro e realmente considerado um luxo.

Também era bastante grosso em comparação com o açúcar branco fino que estamos acostumados a ver hoje. Enquanto este produto não é mais um símbolo de riqueza, suas características também se alteraram um pouco.

Os tipos de açúcar

Além de saber o que é açúcar demerara, é bom conhecer outros tipos de “adoçantes naturais”.

Existem numerosos tipos de açúcar, embora a maioria das pessoas possa pensar primeiramente no de mesa básico, aquele dos cristais brancos, usado ​na maioria das casas e em muitas receitas.

Este açúcar é chamado de sacarose e vem de beterraba açucareira ou cana-de-açúcar. A sacarose também aparece em outras plantas, junto à glicose e frutose. Mas, ao contrário da beterraba sacarina e da cana, outras plantas não produzem sacarose em quantidade suficiente para a colheita.

Outros tipos de açúcar incluem:

  • Frutose: encontrada em frutas e mel;
  • Galactose: encontrada no leite, assim como em produtos lácteos;
  • Glicose: encontrada no mel, frutas e legumes;
  • Lactose: encontrado no leite, feito de glicose e galactose;
  • Maltose: encontrado na cevada;
  • Sacarose: composta de frutose e glicose e encontrada em plantas;
  • Xilose: encontrada em madeira ou palha.

Além de beterraba e cana, o açúcar também pode ser derivado do mel, muitas frutas (como tâmaras e cocos) e árvores. O melaço não é tecnicamente um açúcar. Na verdade, é um xarope preto potente que é um subproduto do açúcar.

O branco contém quase nenhum melaço, mas o marrom ou “cru” contém algum. O melaço também pode tornar o açúcar mascavo mais viscoso e, claro, um tom mais escuro de marrom.

Cristais de açúcar, particularmente o branco, podem vir em granulações diferentes. Alguns tipos comuns são:

  • Glacê: cristais muito pequenos que se dissolvem rapidamente em líquidos ou podem ser usados ​​para decorar sobremesas, como o açúcar de confeiteiro;
  • Granulado: é o tipo de mesa básico, com cristais maiores do que os de cobertura.

Açúcar demerara

Qual o melhor açúcar? Seria o Demerara?

Sendo alguns nutricionistas, não existiria um grande ganhador se este fosse um concurso. Açúcar refinado, mascavo, cristal, demerara… A lista é grande e deliciosa. Entretanto, alguns possuem características mais apuradas do que os outros, como o demerara. Vejamos a seguir.

Açúcar demerara é menos processado

O tamanho do cristal, maior ou menor, desse tipo de carboidrato, é influenciado pelo processamento – ou falta dele.

Ao contrário do tipo branco, que passa por vários ciclos de processamento até se tornar super fino e branco como a neve, o açúcar demerara sofre apenas um ciclo. O xarope da cana é desidratado para formar cristais. E é isso!

Todos nós já ouvimos como os alimentos processados ​​são ruins. Pois essa é uma das razões pelas quais o demerara é extra-doce e de qualidade excepcional, não só pelo sabor, mas por outras características.

Outra diferença entre o branco e o demerara é que este último contém pequenas quantidades dos minerais:

  • Cromo;
  • Cobalto;
  • Magnésio;
  • Manganês;
  • Zinco.

Esses micronutrientes são realmente necessários ao organismo para digerir os açúcares. Mas, infelizmente, são removidos do tipo branco durante o processo de refinamento.

Sabemos que o açúcar ganhou má reputação, mas nem todos eles são criados da mesma maneira. Como diversos outros alimentos, a qualidade depende de como é colhido e processado.

O açúcar demerara contém menos sacarose

Existem muitas razões pelas quais esse açúcar “natural” é popular em muitos países europeus e está ganhando terreno por aqui também. Uma delas é que, enquanto o açúcar branco contém até 98% de sacarose, o demerara natural contém apenas cerca de 93% de sacarose.

Em vez disso, contém mais melaço, um adoçante natural que contribui para as notas quentes de caramelo no seu sabor. Considerando que a sacarose já está ocorrendo naturalmente em muitos alimentos, é uma boa ideia observar nossa ingestão de versões refinadas ou processadas.

Açúcar demerara

Usos do demerara

O demerara pode ser usado de muitas maneiras em diferentes pratos, assim como em bebidas também. Vários padeiros e chefs o preferem para fazer biscoitos comuns, biscoitos amanteigados e coquetéis, por exemplo.

Ele pode ser usado em doces, uma vez que tem um sabor parecido com caramelo. Pode ser utilizado como substituto do açúcar granulado em vários pratos doces e salgados, com base na cor, profundidade de sabor e textura.

Este açúcar é polvilhado sobre cereais para melhorar o sabor. Os pratos assados ​​com frutas secas ou gengibre ficam com um sabor esplêndido quando o demerara é adicionado.

Receita de pudim diferente com açúcar demerara

Ingredientes:

  • 180 gramas de manteiga sem sal amolecida para untar;
  • 3 colheres de sopa de melaço;
  • 180 gramas de farinha;
  • 3 colheres de chá de fermento em pó;
  • 3 ovos caipiras;
  • 180 gramas de demerara.

Modo de preparo:

  1. Unte uma forma de pudim com a manteiga. Adicione o melaço no fundo. Em uma tigela separada, misture a farinha, a manteiga, os ovos, o fermento e o açúcar até obter uma mistura bem homogênea;
  2. Adicione esses ingredientes na forma e use papel vegetal para cobrir. Deixe cozinhando em banho maria por aproximadamente 2 horas;
  3. Verifique se o pudim está cozido ou não, inserindo um garfo nele. Se o garfo permanecer limpo quando você retirá-lo, sua sobremesa está pronta;
  4. Retire o pudim cuidadosamente da panela e use uma faca de mesa para soltar as bordas. Leve à geladeira e bom apetite!

Se você já é um fã de açúcar demerara em seu café, chá, bebidas mistas, bem como receitas doces e salgadas, parabéns! Agora, se você ainda não conhece… O que está esperando?

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo