Óleo vegetal traz benefícios e pode ser extraído de variadas fontes

Inicio » Agronegócio » Óleo vegetal traz benefícios e pode ser extraído de variadas fontes
13/08/2019 Por
Óleo vegetal traz benefícios e pode ser extraído de variadas fontes

Óleo vegetal pode ser extraído de quase todas as plantas existentes

Tanto nossa saúde física quanto mental são essenciais para nos manter longe de doenças, com disposição e bem estar. Assim, muitas pessoas recorrem a utilização de óleos naturais que tragam algum tipo de benefício ao nosso corpo. Entre eles, podemos citar o óleo vegetal.

Cada óleo vegetal possui uma propriedade específica, direcionada para diversas finalidades. Dessa maneira, eles podem atuar em nossa alimentação, como cosméticos, para fins terapêuticos e até como combustível. Ficou curioso? Então acompanhe este artigo até o fim para ficar por dentro de tudo sobre o assunto.

Óleo vegetal traz benefícios mas deve ser consumido com moderação

O que é óleo vegetal?

Óleo vegetal é uma gordura, geralmente extraída de uma planta. Ele pode ser gerado a partir de todas as partes dela, sendo a raiz, o caule, as folhas, as flores e as sementes. Entretanto, é importante saber que nos óleos de origem vegetal, quase sempre a extração ocorre pela semente.

Além disso, é interessante saber que o óleo vegetal natural pode ser extraído, basicamente, de qualquer planta. Logicamente existem algumas mais utilizadas, entretanto, a fabricação desse produto não encontra restrições em relação a este quesito.

Como ocorre a extração do óleo vegetal?

O procedimento de extração para óleos vegetais pode ocorrer de diversas maneiras. Ele varia, de acordo com a matéria prima que será processada. Como o principal elemento utilizado são as sementes, iremos falar sobre dois processos bastante utilizados nessa parte da planta.

Os mais diversos tipos de óleo vegetal podem ser obtidos a partir da prensagem ou extração por solvente. Elas podem ser efetuadas tanto de maneira conjunta como separadas. Na prensagem, como o próprio nome já explicita, o material utilizado é esmagado até que libere a sua “essência”.

Já na extração por solvente, o comum é que a matéria prima seja inicialmente triturada e dissolvida. Em seguida, ocorre a adição do solvente, que geralmente é o hexano, exatamente pelo fato de ser um composto orgânico apolar. Assim, ele penetra no interior da semente triturada, removendo o seu óleo sem se misturar com outras substâncias.

Também devemos destacar que no caso de sementes com alto teor de óleo, como as que produzem o óleo vegetal do abacate ou do algodão, é comum utilizar os dois procedimentos juntos. Primeiro ocorre uma prensagem e, depois, a extração por meio da técnica com solvente, conseguindo uma maior quantidade do produto.

Principais sementes utilizadas na produção de óleo

Agora que você já entendeu o que é o óleo vegetal e como ele é produzido, é bacana saber quais são as sementes mais utilizadas para sua fabricação. São elas:

  • caju
  • semente do rícino (mamona) — óleo de rícino
  • semente do linho — óleo de linhaça
  • semente da uva — óleo de uva
  • semente de cânhamo — óleo de cânhamo
  • semente de mostarda – óleo de mostarda
  • semente da papoila — óleo de papoila
  • colza — óleo de colza
  • semente de sésamo — óleo de sésamo
  • semente de girassol — óleo de girassol
  • semente de algodão — óleo de algodão

Outros alimentos com óleos vegetais importantes:

  • abacate
  • abóbora
  • açaí – Óleo de açaí
  • algodão
  • alperce
  • amêndoa
  • amendoim — Óleo de amendoim
  • andiroba
  • arroz — Óleo de arroz
  • avelã
  • azeitona — Azeite
  • buriti
  • castanha-do-pará
  • coco — óleo de coco
  • goiaba
  • graviola
  • jambu
  • maracujá
  • milho — Óleo de milho
  • nim
  • noz
  • palma — Azeite de dendê
  • patauá
  • pracaxi – Óleo de pracaxi
  • soja — Óleo de soja
  • tucumã

Óleo vegetal

Principais aplicações dos óleos vegetais

Como essas substâncias são dotadas de muitas propriedade, é comum que elas sejam aplicadas para diversas utilizações. Um exemplo bastante comum e conhecido praticamente por todo mundo é o óleo de cozinha, presente na residência de quase todas as pessoas.

Além disso, a substância pode ser empregada como combustível e cosméticos, além de ser largamente utilizada em sessões de aromaterapia como carreadores de óleos essenciais. Ainda existe o óleo vegetal para massagens. Ele hidrata e traz mais energia para o nosso corpo.

Riscos do óleo vegetal

Os óleos vegetais também apresentam alguns riscos de contaminação. Isso porque, na indústria de cosméticos eles geralmente recebem adicionais químicos para melhorar a sua qualidade e durabilidade. Entretanto, ao invés de melhorar, isso acaba piorando o produto, uma vez que estas substâncias são nocivas à nossa saúde.

A principal e mais utilizada é o parabeno, uma espécie de conservante com forte ação antimicrobiana. Ele é largamente encontrado em loções corporais hidratantes. Entretanto, sua presença pode desregular o nosso sistema endócrino, trazendo uma série de complicações.

Além disso, essa prática pode causar alergia na pele e o envelhecimento precoce. Assim, o ideal é que caso você se interessa por um cosmético a base de óleo vegetal, busque sempre aquele mais puro e natural possível, para não enfrentar maiores complicações.

Benefícios do óleo vegetal

Para entender um pouco mais sobre seus benefícios, primeiro é importante saber os tipos de óleo vegetal. O comum é que ao serem ingeridos na alimentação, eles atuem como fonte de ácidos graxos e vitaminas, substâncias essenciais para garantir um bom funcionamento de nosso organismo.

Além disso alguns deles, quando utilizados na pele, apresentam propriedades bactericidas, antissépticas e anti-inflamatórias. Exatamente por isso eles são figurinhas carimbadas em aplicações cosméticas e fitoterápicas. Eles podem inclusive ser aplicados em nosso cabelo, servindo como uma máscara para hidratação.

Existe até quem passe a substância na boca, alegando que o óleo vegetal propicia uma melhora da saúde bucal, deixando os dentes mais fortes, além de melhorar o nosso hálito.

Óleo vegetal traz benefícios mas deve ser consumido com moderação

Onde comprar o óleo vegetal?

O primeiro passo para comprar um óleo vegetal não envolve pesquisar preços ou pontos de venda e sim analisar quais as propriedades de cada um deles e qual delas você está precisando no momento. Em seguida, você pode ir às compras.

O segredo é procurar por produtos orgânicos extravirgens, prensados a baixas temperaturas. Assim, eles não perdem nenhuma de suas importantes propriedades e, consequentemente atuam de forma mais satisfatória e saudável em nosso organismo.

Você ainda deve evitar os óleos obtidos a partir da extração por hexano, uma vez que esta substância é nociva ao meio ambiente. Outra dica é que, apesar do óleo vegetal trazer diversos benefícios ao nosso organismo, é ideal que você lembre que ele continua sendo uma gordura e deve ser consumido com moderação.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo