Adubo orgânico garante às plantas um crescimento saudável e fertilidade

Inicio » Agricultura » Adubo orgânico garante às plantas um crescimento saudável e fertilidade
12/02/2019 Por
Adubo orgânico garante às plantas um crescimento saudável e fertilidade

A utilização do adubo nas plantações

O adubo auxilia no crescimento saudável das plantas e ajuda no seu papel de fertilização. Adubos químicos e orgânicos são utilizados para que os solos obtenham os nutrientes necessários, como o potássio, o nitrogênio e o fósforo.

Dessa forma, a quantidade adequada de adubo irá impactar de forma positiva nas plantas, vegetais, frutas e solos. Assim, bom desenvolvimento das plantas está associada com o cuidado e com as substâncias utilizadas durante o seu plantio e colheita.

Adubo: resíduos de folhas

Mas afinal, o que é adubo?

Adubo são as substâncias utilizadas para a nutrição das plantas, dos vegetais e dos solos. Geralmente usado na jardinagem e na agricultura, o adubo permite mais fertilidade aos solos e, então, maior produtividade. O adubo orgânico é originado a partir do processo de decomposição das plantas, folhas, frutas, vegetais, fezes e outras substâncias de origem orgânica.

Adubo x fertilizante

A diferença de adubo e fertilizante está em suas composições. O fertilizante – também conhecido como adubo químico ou adubação mineral – é composto por substâncias sintéticas que depositam produtos químicos sobre o solo, liberando os nutrientes diretamente nele.

Já o adubo orgânico, feito a partir de substâncias naturais, age de modo mais lento no solo e não possui todos os nutrientes necessários, sendo preciso fazer algumas misturas para que tenha total eficiência.

A adubação mineral é usada, geralmente, para auxiliar na correção de alguns danos provocados no solos, como a erosão ou o seu uso excessivo. Por conter nitrogênio, fósforo e potássio, esse tipo de adubação ajuda na preservação dos nutrientes do solo resgatando a fertilidade. Os principais adubos químicos são:

  • corretivos / calcários
  • adubos fosfatados
  • mistos
  • adubos nitrogenados
  • adubos potássicos

Já a adubação orgânica melhora as condições do solo, principalmente a fertilidade, e quando misturada a outros tipos de adubos fornece os nutrientes necessários para ele. Os principais adubos orgânicos são:

  • Resíduos de abatedouros, como os ossos e o sangue
  • Resíduos de óleos
  • Dejetos de currais
  • Resíduos de álcool após destilação
  • Resíduos de açúcar
  • Adubação verde, como as leguminosas

Tipos de adubos orgânicos

Adubo: uso de minhocas

As técnicas de adubação orgânica são utilizadas por quem quer um solo livre de substâncias químicas, além de contribuir para o desenvolvimento das plantas sem fertilizantes. Os principais tipos de adubos orgânicos são:

  • Crustáceos: casca de camarões, caranguejos e lagostas; ricos em fósforo e nitrogênio
  • Minhocas: produz húmus e é rica em nutrientes
  • Restos de peixes: entranhas, cabeças e rabos; ricos em nitrogênio
  • Grama: rica em nitrogênio
  • Resíduos de café: responsável por afastar tipos de insetos; rico em potássio, nitrogênio e fósforo
  • Folhas de Consólidas: folhas ricas em potássio, sais minerais, magnésio, fósforo e vitaminas
  • Cinzas de madeira: auxilia no combate a pragas; ricas em micro minerais, fosfato e potássio
  • Cascas de ovos: auxilia na diminuição das larvas e na resistência do solo; ricas em potássio e cálcio
  • Compostagem: resto de palhas, comidas, folhas secas e gramas; rica em nutrientes
  • Dejetos de animais: fezes de ovelhas, cavalos e vacas; ricos em nutrientes

No entanto, para o uso de qualquer tipo de adubo é necessário verificar a composição de acordo com as necessidades de cada planta e solo. Ou seja, as doses de adubação mineral devem ser utilizadas em quantidades exatas, sem o excesso de substâncias químicas que podem ter efeito reverso no crescimento das plantas.

Assim, por mais que a adubação orgânica seja mais lenta em comparação a adubação química, os nutrientes que ela deposita no solo permanecem lá por mais tempo, tendo efeito duradouro durante o desenvolvimento dos frutos e folhas. Portanto, o adubo faz-se necessário para que as plantas cresçam saudavelmente, garantindo sua fertilidade e produtividade por tempo indeterminado.

Agro20 | Portal Vida No Campo