Arara é um termo que designa diversas aves psitaciformes

Inicio » Meio Ambiente » Arara é um termo que designa diversas aves psitaciformes
06/10/2020 Por
Arara é um termo que designa diversas aves psitaciformes

A arara virou símbolo de proteção ambiental por ser muito visada no comércio clandestino de animais. Ave de penas coloridas e chamativas, conferindo beleza encantadora, a arara é um animal inteligente capaz de reproduzir sons de outros animais e até de humanos. Existem cinco gêneros da espécie com ao menos uma de cada habitando no Brasil.

Por ser adaptar facilmente a cativeiros e por ter dificuldade no voo, além de sua beleza admirável, a arara é um animal muito visado no comércio clandestino de animais. Chegou a ficar próxima de extinção. A ameaça fez a ave se tornar um dos símbolos nacionais contra a caça e comércio ilegal de animais e de proteção ambiental.

Arara

O que é arara?

Arara é uma das aves brasileiras de grande porte que pertence à família Psittacidae, da ordem dos Psittaciformes.

É um animal de tamanho médio a grande. Geralmente tem uma plumagem bem colorida, fazendo com que seja facilmente identificado.

O bico dessa espécie de ave é grosso e curvo, formato e espessura que facilitam a alimentação composta por frutos e sementes.

A língua da arara é negra e grossa. Sem dúvida, auxilia na articulação de sons, muitos deles estridentes, chegando a reproduzir sons típicos de animais e até de humanos.

No entanto, esses sons são ininteligíveis, se diferenciado do papagaio que é capaz de articular sons que apresentam significado no código linguístico humano.

Os pés dessa ave são um grande trunfo para a sua sobrevivência, contrariando a expectativa que se tem com essa classe de animal, pois geralmente suas asas são os seus principais atributos.

Contudo, ocorre da arara não ser uma ave habilidosa para alçar voo. Não significa que não utilize suas asas para nenhuma ocasião, entretanto, estas não representam sua principal vantagem.

Os pés da arara são compostos por dois dedos virados para frente e dois para trás. Tal composição,  bem como disposição, se mostram extremamente úteis para escalar troncos de árvores. Os pés ainda são importantes para pegar a comida e levá-la até o seu bico.

Habitat da arara

O habitat das araras se concentra em regiões tropicais onde existam florestas. No Brasil, são encontradas principalmente no Pantanal e na Mata Atlântica.

Hábitos da arara

A arara é um animal monogâmico, isto é, se mantém toda a sua vida com uma parceira ou parceiro. A fêmea coloca, por ano, de 2 a 3 ovos. Estes ovos são incubados por um período que gira em torno de 35 dias.

Essas aves aproveitam para formar ninhos em áreas ocas dos troncos das árvores e também de barrancos.

A expectativa de vida é longeva. Araras podem viver até os 60 anos.

Arara

Gêneros de arara

Existem cinco gêneros de araras:

  • Ara. Gênero que conta com mais espécies, 12 no total. Quatro são encontradas no Brasil;
  • Anadorhynchus. Constituída por 3 espécies de araras, todas verificáveis no território nacional;
  • Cyanopsitta. Há apenas uma espécie. Esta fica localizada na caatinga brasileira;
  • Primolius. Assim como as araras de gênero Anadorhynchus, tem apenas 3 espécies. Todas são identificadas em nosso solo;
  • Orthopsittaca. É um gênero de única espécie e também encontrado no Brasil;
  • Diopsittaca. Um gênero, listada em nosso país.

Tipos de arara

Como ficou explícito nas informações acima, há vários tipos de araras. Cada uma com características únicas, em especial no tocante à aparência.

Naturalmente algumas são mais populares no Brasil do que outras, seja em razão da beleza de suas plumagens, seja pela abundância em que são encontradas ao longo da extensão do território nacional.

A seguir, veja alguns dos espécimes mais famosos no Brasil, além de curiosidades e características de cada uma.

Arara-canindé

Essa ave de nome científico Ara ararauna é uma das mais populares no Brasil, muito por causa de sua abundância. Junto com a Arara-azul e a Arara-vermelha, a Arara-canindé é a que se encontra em mais número no país.

Pode ser encontrada desde a Amazônia até o Paraná. É uma ave pequena, chega a medir 80 cm. A plumagem dessa espécie se divide basicamente em duas cores: azul e amarelo. A parte azulada corresponde ao dorso e a parte amarela situa-se na parte inferior.

A face do animal é branca, mas com áreas negras, em contraste com a cor dos olhos que é clara.

O período em que produzem seus ninhos compreende dezembro a maio, normalmente em ocos de palmeiras mortas.

Alimentam-se principalmente de frutas, sementes e nozes. Tem característica migratória para procurar por alimentos em épocas específicas do ano.

As fêmeas da espécie costumam colocar de 2 a 3 ovos e incubá-los por 24 a 26 dias.

Arara

Araracanga

Talvez já tenha ouvido falar dessa espécie, pois foi desenhada como enfeite no primeiro mapa do Brasil em 1502. Além disso, é uma ave que recebeu destaque em muitas culturas indígenas americanas.

Contudo, não se trata de uma espécie muito exótica, é apenas mais um nome da arara-vermelha.

A araracanga, apesar de famosa, não se encontra em extinção, muito embora seja percebido que tenha desaparecido em regiões que antes notava-se a presença de exemplares da espécie.

Tem coloração vermelha escarlate distribuída em 89 cm de comprimento. Suas asas são tricolores: vermelho, amarelo e azul bem intenso nas extremidades.

A face é nua, sem penas, e a base do rabo é azul.

Pelo seu tamanho considerável, sua alimentação é à base de frutos grandes.

É um tipo sociável, pois vive em bandos e pode se misturar a diferentes grupos e espécies de araras. Gosta de habitar regiões úmidas, como copa de florestas úmidas, clareiras, margens de rios e florestas de galerias.

Extinção da arara

Sem dúvida, uma das aves brasileiras mais ameaçadas é a arara-azul. Há mais de um fator que explica essa diminuição alarmante da espécie que a coloca em sério risco de extinção.

O desmatamento e as queimadas são as principais, tendo em vista que 95% de seus ninhos ficam localizados em uma árvore chamada manduvi.

Outro grande fator que explica essa ameaça é o tráfico ilegal de animais. A arara-azul é muito cobiçada devido à beleza de sua plumagem.

Complica ainda o fato de ser uma ave considerada dócil, facilitando a vida dos caçadores que se aproveitam de sua falta de combatividade para capturá-la.

Apesar de o Brasil contar com uma das regiões de maior biodiversidade do mundo, isso não impediu que animais fossem extintos.

Com a ameaça recaindo em mais um símbolo nacional, a arara passou a ser um dos animais que ajudam a levantar a bandeira da preservação ambiental com a divulgação de seu drama.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo