Asininos e as principais características dos animais de carga

Inicio » Pecuária » Asininos e as principais características dos animais de carga
12/04/2019 Por
Asininos e as principais características dos animais de carga

Asininos são conhecidos pela habilidade como animais de carga

Asininos, burros, mulas, jegues e cavalos são animais semelhantes que confundem muitas pessoas em relação às suas origens e diferenças. Seja no manejo, na criação ou nas habilidades que se destacam em cada um deles.

As características dos asininos são marcantes e diferem-se dos outros animais. Há muitas raças deles espalhadas pelo mundo, cada uma com sua origem e história específica. No Brasil, as raças se assemelham e são usadas, principalmente, no deslocamento de cargas.

Asininos

Significado de asinino

Asininos são os animais conhecidos por sua resistência, geralmente usados para deslocamento de cargas, selas e montarias em campos. Também chamado de jumento, burro e jegue, o asno é nomeado conforme as regiões em que habita, sendo encontrados principalmente em regiões quentes.

Raças de asininos

Há diversas raças de asininos espalhadas pelo mundo, cada um com sua particularidade. As principais raças de asininos encontradas são:

  • Jumento mamute americano: encontrado no Estados Unidos, é a maior raça de asno do mundo.
  • Asno de Amiata: encontrado na Itália, é uma das poucas raças limitadas do país.
  • Asno-selvagem-indiano: encontrado na Índia, suas características físicas são diferentes dos demais.
  • Burro Poitou: encontrado na França, é uma das maiores raças, conhecido principalmente por sua longa pelagem.
  • Burro-andaluz: encontrado na Espanha, é um das raças mais antigas e raras da Europa.
  • Burro Mirandês: encontrado em Portugal, atualmente a raça corre risco de extinção.
  • Corsican donkey: encontrado em Córsega, na França, a raça ainda está em processo de reconhecimento no país.
  • Jumento Cotentin: encontrado na França, a raça é usada em turismo e esportes de lazer.
  • Parlag hongrois: encontrado na Hungria.
  • Provence donkey: encontrado na França, a raça é usada como animal de carga principalmente por pastores migrantes.
  • Zamorano-leonés: encontrado na Espanha, usado principalmente em atividades agrícolas.

Além dessas, as raças de asininos no Brasil são:

  • Jumento Nordestino: encontrado principalmente no Maranhão e na Bahia. A raça é utilizada para transporte de carga e montaria e está entre as primeiras domesticadas pelo ser humano. Sua origem baseia-se em criação no deserto e comportamento selvagem, devido isso possui alimentação insuficiente. Orelhas longas estão entre suas principais características.
  • Jumento Pêga: surgiu a partir de cruzamentos e com a necessidade da criação de uma espécie de fácil adaptação ao local. Utilizado principalmente para deslocamento e montaria, além de produzir muares altos de cores claras.
  • Jumento Paulista: encontrado principalmente na região Sudeste do país, possui características e condições semelhantes ao Jumento Pêga.

Características dos asininos

Os asininos diferem-se dos cavalos, uma vez que são mais baixos, possuem pescoços mais grossos e menores, orelhas e focinhos mais compridos. Podem ter pelos acinzentados, brancos ou pretos, e maiores que a pelagem de cavalos e mulas.

Os asininos e muares – burros e mulas – são fortes, resistentes e mansos. Por isso, a criação de asininos pode ser voltada também para competições e campeonatos, sendo treinados e ganhando mais habilidades.

Asininos

Assim como os muares, os asininos são animais de inteligência elevada e vivem cerca de 25 anos. Usados como animais de carga, eles têm grande importância nos trabalhos do campo, principalmente em atividades de deslocamento e cavalgadas.

Quando percebem algum sinal de perigo ou ameaça, os asininos param de locomover-se e não obedecem às ordens dos cavaleiros até que voltem a sentirem-se seguros.

Embora os asininos sejam mansos e dóceis, é importante que os cavaleiros e criadores tenham paciência e empenho para a criação destes animais. A confiança de cada um deles precisa ser trabalhada e treinada, para que o manejo tenha sucesso e eles obtenham um bom relacionamento entre si.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo