Batata baroa é uma fonte rica de vitaminas e minerais

Inicio » Agricultura » Batata baroa é uma fonte rica de vitaminas e minerais
16/04/2019 Por
Batata baroa é uma fonte rica de vitaminas e minerais

A batata baroa está presente no cardápio de milhares de brasileiros

A batata baroa é uma hortaliça muito rica em benefícios para o organismo. Deste modo, seu consumo é recomendado por muitos nutricionistas como forma de enriquecer as dietas. Ela é muito versátil na cozinha e pode ser preparada de diversas formas, como caldos e omeletes.

O mercado da batata baroa no Brasil é amplo, pois é uma planta muito adaptável ao clima tropical. Sua origem é da América do Sul e, por isso, está muito presente na agricultura brasileira; em especial, na familiar. Além disso, é uma planta com alto poder de adaptação e resistente ao calor. Por isso, seu plantio é lucrativo e não demanda mão de obra especializada.

Batata baroa

O que é batata baroa?

A batata baroa, também conhecida como mandioquinha, é um tipo de batata muito consumida no Brasil. A origem deste alimento é da Cordilheira dos Andes, há milhares de anos. Este tipo de batata é o resultado da mistura de batata inglesa, batata doce e aipim (mandioca). Esta hortaliça pode apresentar raiz branca ou amarela, sendo sua forma amarela a de seu estado com maior fonte de nutrientes. Assim como muitas hortaliças do tipo tubérculo, a mandioquinha é fonte rica energética ao seu consumidor.

O alimento contém alto teor de vitaminas B1 e A, além de minerais como ferro, cálcio e fósforo. Outro ponto importante são seus níveis de magnésio e potássio, que ajudam a melhorar a circulação sanguínea. Estes fatores fortalecem o alimento e o tornam muito saudáveis para o consumo. Além disso, a hortaliça é muito versátil na culinária e rende diversas receitas como, por exemplo, caldos, omeletes e cremes.

Algumas receitas com batata baroa podem ser feitas a fim de substituir alimentos e enriquecer a dieta. O purê de batata é um exemplo; e trocar a tradicional batata inglesa pela baroa é uma forma de reduzir a quantidade de carboidratos da receita sem perder o sabor.

A produção da batata baroa no Brasil é muito grande, e cerca de 20 mil hectares são cultivados em terras brasileiras. Esta extensão de plantio rende 250 mil toneladas anualmente, e a maior parte da produção é destinada ao mercado in natura. Seu plantio é recomendado para produtores de pequeno à médio porte em agriculturas familiares, em razão da mão de obra não precisar ser especializada. Além disso, a hortaliça é muito adaptável ao clima tropical brasileiro.

Batata baroa

O cultivo da batata baroa

O cultivo da mandioquinha no Brasil é amplo e lucrativo. A maior parte dos novos produtores compram as mudas da batata para iniciar sua plantação. No momento de comprar as mudas, é importante se atentar às condições das raízes. A raiz precisa estar bem lavada e tratada para que seu desempenho no plantio possa ser saudável. Uma das vantagens de começar uma plantação de batata baroa a partir de mudas é em função da rapidez no seu desenvolvimento.

Por outro lado, para o produtor que deseja iniciar o plantio a partir de sementes, é importante ressaltar que a taxa de brotamento é baixa. A melhor opção para ingressar no cultivo desta hortaliça é, de fato, a partir das mudas; para gerar plantas adultas saudáveis em menor tempo.

Em seu período de cultivo ela pode atingir até 120 cm e necessita de um clima estável, entre 14º C e 21 ºC. No entanto, a hortaliça também consegue suportar temperaturas mais baixas, dependendo do estágio de crescimento que se encontra. Seu crescimento acontece melhor em altitudes entre 1000 m e 2500 m.

Quanto aos fatores de luminosidade, esta planta é adaptável; ela é capaz de se desenvolver em pleno sol ou na sombra. Deste modo, seu cultivo pode acontecer em variadas regiões do país.

Na preparação do terra, é importante se atentar ao níveis de fósforo para garantir solo fértil à hortaliça. Os solos do tipo argilosos e pesados não são recomendáveis, pois dificultam a circulação e crescimento de suas raízes. O ph do solo pode chegar até 6,8, mas, em condições normais, é igual a 5. No momento da irrigação, o solo não deve ficar encharcado, mas sempre úmido. Irrigar as plantas de tempos em tempos e durante o dia é importante, pois ela é sensível à falta de água.

Cuidados no plantio da mandioquinha

Os cuidados no plantio servem para garantir a saúde das raízes e a qualidade do alimento. Por isso, ter alguns cuidados no plantio como, por exemplo, a retirada de plantas invasoras que podem transmitir pragas ou outras doenças, é essencial.

Os três primeiros meses de plantio são os mais importantes e o produtor deve se atentar aos sinais de fraqueza ou baixo desenvolvimento. Como forma de tratar a plantação, podem ser utilizados pesticidas nas primeiras semanas para afastar pragas; contudo, vale lembrar que o uso em excesso pode comprometer a qualidade dos alimentos.

A colheita pode acontecer dentro dos dez meses após o plantio. O momento certo para isso é quando as folhas estão amareladas. Depois deste período, as raízes ficam fibrosas e com gosto amargo. Por isso, para uma boa colheita é importante se atentar aos sinais de maturidade do plantio.

Batata baroa

Benefícios da batata baroa

Os benefícios da batata baroa são essenciais para o organismo humano. Ela é um alimento de caráter antioxidante, ou seja, é capaz de prevenir um envelhecimento precoce da pele e fortalecer o organismo. Além disso, é uma vontade rica em vitamina A; por isso, ajuda na manutenção das unhas e dos cabelos saudáveis.

Do mesmo modo que muitas hortaliças, esta batata é destaque pelos carboidratos que contém. É um alimento super energético e promove saciedade por muitas horas, auxiliando também no processo metabólico do alimento no organismo.

Outro ponto de destaque são seus níveis de fibras; esta substância auxilia no combate à obesidade, pois contém apenas 80 calorias em 100 gramas. Em razão disso, também ajuda no controle dos níveis de açúcar no sangue.

A batata baroa é também fonte de minerais como cálcio e ferro, que podem auxiliar no combate à anemia. A presença de vitamina C no alimento favorece o sistema imunológico e pode prevenir gripes ou resfriados. É recomendado que seu consumo seja moderado em razão dos níveis de carboidratos, que podem atrapalhar o processo de emagrecimento.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo