A onda do café gourmet e alguns dados de mercado

Inicio » Agronegócio » A onda do café gourmet e alguns dados de mercado
27/09/2020 Por
A onda do café gourmet e alguns dados de mercado

O café gourmet conquistou o público dos amantes de café por sua qualidade superior e, muitas vezes, exclusiva. O atualmente conhecido café gourmet consiste em produção de café a partir de grãos selecionados, o que confere sabores exclusivos para os baristas de plantão. A arte de apreciar café é popular no mundo todo.

Foi difundido o café gourmet no início do milênio, juntamente a outros produtos e doces gourmet, em sua maioria fabricados artesanalmente. Os sabores são diferenciados e as regras para o café gourmet são livres, para que sejam incrementados os mais diferentes ingredientes.

Café gourmet

O que é café gourmet?

Café gourmet é uma classificação de café torrado e moído instituído no Programa de Qualidade da ABIC. Essa classificação leva em conta a moagem, a torração, sabor, corpo e aroma. É um café feito por profissionais especialistas em diferentes tipos de café.

A safra de grãos gourmet é vendida no mês de janeiro. Existe uma competição para eleger o melhor café, chamada Cup of Excellence, medindo a qualidade dos grãos após a safra e a sua capacidade de produção de café expresso gourmet saboroso.

O café utilizado para a produção desse tipo de café normalmente é da variedade arábica, a qual possui traços mais sutis e aroma característico, podendo ter sabor adocicado. Entre os grãos que devem ter qualidade suprema – ou seja, todos os grãos devem ser selecionados –, não podem conter grãos quebrados, cochos, pretos, ocos ou ainda estar verdes.

Quanto ao tipo de grão, quando ele possui consistência mais mole, o café apresenta sabor mais suave e adocicado, e o ideal é que o grão esteja semi-duro, que não tenha sabor ácido ou adstringente.

Existem algumas marcas de café gourmet que são vendidas e possibilitam o preparo em casa. Entre as mais conhecidas existe a marca de café L’or, a qual é de origem francesa e fornece o pó solúvel dourado. Também existem as marcas brasileiras Santo Grão e o café Baronesa.

Tipos de café gourmet

Existem diversos tipos de café gourmet classificados quanto às suas características. Podem ser: forte, equilibrado, suave e personalizado.

Os estabelecimentos que servem estes cafés devem realizar o processo de filtragem da forma correta, respeitando a temperatura adequada da água, a fim de produzir o melhor sabor e aroma que deve ter o café.

Os cafés são servidos de maneira mais sofisticada. Além disso, sua apresentação deve possuir elementos que componham e façam jus a exclusividade do café.

A variedade escolhida para a fabricação desse tipo de café é o Arábica, pois possui cafeína em menor quantidade, sem perder o sabor que pode ser moldado de acordo com a preferência do consumidor.

Café gourmet

Produção de café gourmet

O processo de produção do café gourmet deve ser iniciado logo no plantio, onde as plantas selecionadas devem ser saudáveis e bem nutridas. O armazenamento de energia da planta, na época de produção de grãos, é todo direcionado ao fruto, ou seja, ao grão do café.

Desta maneira, quanto melhor a qualidade do ambiente e a saúde da planta, melhor será o resultado na colheita. Isso inclui o monitoramento do fornecimento de recursos hídricos, evitando que o cafeeiro seja submetido ao estresse hídrico, por exemplo, ou a qualquer outro tipo de situação que possa prejudicar a produção da planta.

Além disso, a planta deve estar bem adaptadas ao ambiente e o tipo de clima em que deverá ser cultivada. No Brasil, as cultivares arábicas são bem adaptadas e têm uma produção relativamente com alto rendimento. Entretanto, uma das estratégias de cultivo para melhorar o armazenamento de suas propriedades nos grãos é submeter as plantas a baixas temperaturas.

Devido às baixas temperaturas, o metabolismo das plantas é menor e, por esse motivo, o gasto de energia é inferior. Consequentemente, há maior reserva de amido e óleos nos grãos do café.

A colheita, por sua vez, deve ser realizada no momento exato, permitindo que o grão tenha a durabilidade até chegar no consumidor. O armazenamento deve ser feito em locais adequados, que evitem a incidência de pragas ou doenças. Com o mesmo objetivo, os grãos devem ser desidratados, o que também diminui a taxa metabólica do café e o desgaste e enfraquecimento dos grãos.

Após serem seguidos os processos, com alto nível de exigência, os grãos devem ser separados por peso, coloração e tamanho. Assim, essa seleção de grãos é que vai dar origem ao café da mais alta qualidade, utilizado para a extração do café gourmet.

Café gourmet

Modo de preparo do café gourmet

A receita de café gourmet visa orientar os consumidores durante o seu preparo. Vejamos como fazer café gourmet a partir da moagem do grão!

Após a compra de grãos selecionados, deve-se moer os grãos (30 gramas) no liquidificador ou processador, e após deve-se filtrar o pó obtido em filtro de papel com água a temperatura de 80 a 90 graus Celsius (a água não pode estar fervendo).

Sirva o café em uma taça (30ml), adicione o leite lentamente (40ml) e o açúcar. Depois, então, mexa até que se forme uma espuma bem sutil. Por fim, basta adicionar a canela em pó a gosto.

Você pode decorar com chantilly ou outros ingredientes, como o creme de leite, chocolate, entre outros. Há muitas receitas na internet que podem ser reproduzidas, e o café solúvel L’or pode ser adquirido para preparo instantâneo de café gourmet caseiro. O café gourmet pode ser um cappuccino, mocaccino, latte ou expresso.

Embalagens gourmet

A embalagem em que é vendido o café gourmet pode ser de 120 gramas, 200 gramas ou até mesmo de 1kg. A indústria cafeeira produz atualmente quantidade significativa do produto que influencia a economia brasileira. A cafeicultura já foi atividade principal no país, e hoje divide o ranking de importância de produção com outros grãos.

Ainda assim, a atividade é destaque no país, e os produtores conquistam grande lucro com a plantação de café. Muitas outras cultivares podem ser incorporadas no segmento, as quais são objeto de estudo de melhoramento vegetal para melhores adaptações ao ambiente de cultivo, consequentemente, aumentando a produção de grãos de café por área cultivada e aumentando, também, a popularidade do café gourmet.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo