Capital humano e sua importância no agronegócio

Inicio » Agronegócio » Capital humano e sua importância no agronegócio
19/02/2019 Por
Capital humano e sua importância no agronegócio

O capital humano pode ser entendido como o investimento realizado na profissionalização das pessoas

Investimento em conhecimentos, competências e profissionalização que transformam um profissional capacitado. Assim é definido o capital humano: o conjunto de habilidades que uma pessoa têm para exercer determinado trabalho, baseado em educação e experiência.

Especialistas garantem que quanto maior o investimento em capacitação, maior o retorno para o negócio. O impacto do capital humano no agronegócio, portanto, não pode ser diferente.

capital humano

O que é capital humano?

Capital humano é o grupo de qualificações que uma pessoa tem para executar determinada tarefa ou trabalho. Experiências anteriores, educação específica e especializações são alguns dos fatores que influenciam diretamente no capital humano. Com isso em mente, fica claro que cursos técnicos, investimento em graduação e a manutenção da valorização da equipe são alguns passos para garantir a alta produtividade dos profissionais – e assim, um alto retorno.

As tecnologias e equipamentos evoluem no agronegócio e são necessários profissionais que acompanhem o ritmo das mudanças. Sendo assim, investir em capital humano dentro das propriedades rurais pode ser a diferença para o aumento da produção.

  • Investir no estudo e na formação: através de cursos profissionalizantes o profissional se mantém atualizado sobre as novidades do agronegócio
  • Acreditar na formação pessoal: embora o processo de educação pareça longo e demorado, é preciso tê-lo em vista como um investimento
  • O barato sai caro: perceber que a contratação de mão-de-obra mais barata nem sempre é vantajosa. Profissionais sem conhecimento e experiência podem afetar o trabalho no campo, ao invés de somar
  • Focar na gerência: é necessário entender que uma boa equipe apresenta melhores resultados quando possui uma boa gerência

Conceito de capital humano

São muitas as iniciativas e parcerias com foco na capacitação de profissionais do campo. Entidades governamentais e privadas disponibilizam diversas atividades com foco no capital humano. Entre cursos, palestras e dias de campo, existem várias oportunidades para expandir o conhecimento rural.

Nestes eventos também é possível conhecer outros profissionais e trocar experiências sobre a rotina de trabalho no agronegócio. É importante, portanto, que o empresário, agricultor ou produtor rural, faça o investimento e incentive à equipe na participação destes eventos – garantindo o capital humano nas organizações.

Outra dica é promover atividades de conhecimento dentro da própria propriedade. É possível contratar consultores ou fechar parcerias com órgãos governamentais, a fim de realizar consultorias e formações dentro do ambiente de trabalho.

Alguns fatores estão intimamente ligados ao capital humano, são eles:

  • Autonomia da equipe: é fundamental que os profissionais tenham confiança em si mesmos e na gerência para tomar as decisões
  • Engajamento: os colaboradores devem ter uma conexão com a propriedade
  • Bonificação: algumas empresas investem em bônus, ou premiações, conforme o desempenho do funcionário. É uma das formas de se investir nos profissionais da equipe

capital humano

Capital humano e o impacto nos negócios

É importante lembrar que o investimento em profissionalização pode exigir algumas novas adaptações, como a liberação do profissional durante determinado período, ou despesas com cursos e contratações.

Entretanto, o retorno da equipe é garantido. Com pessoal qualificado a propriedade evita erros primários de execução (que podem ocorrer facilmente com uma equipe mal preparada), recebe mais resultados e ganha em aumento de produção. O investimento em capital humano é a longo prazo, porém, é garantido.

Tags:
Agro20 | Portal Vida No Campo