Cardeal é ave que se destaca pelo topete eriçado e vermelho intenso

Inicio » Meio Ambiente » Cardeal é ave que se destaca pelo topete eriçado e vermelho intenso
06/10/2020 Por
Cardeal é ave que se destaca pelo topete eriçado e vermelho intenso

Cardeal é ave muito presente no Brasil e uma ave facilmente reconhecível devido ao seu topete vermelho e de crista proeminente. O pássaro é nativo do norte da Argentina e Bolívia, bem como do sul do Brasil, Paraguai e Uruguai. Além disso, o cardeal, sobretudo o cardeal de topete vermelho, foi introduzido em várias regiões ao redor do mundo, incluindo Havaí e Porto Rico.

O cardeal também é reconhecido por ser um devorador de sementes, afinal de contas, a ave geralmente busca pequenos artrópodes no solo ou próximo a ele. Em suma, os habitats do cardeal são arbustos subtropicais ou tropicais secos, assim como florestas altamente degradadas.

Cardeal

Pássaro cardeal

Cardeal é uma ave pertencente à ordem Passeriformes, sendo próprio ao gênero Paroaria. A ave é reconhecida por sua beleza extrema, sendo sua característica principal o eriçado topete de um vermelho vívido, que também tinge o peito das aves de ambos os sexos. 

As partes inferiores desse pássaro, por outro lado, assumem um tom acinzentado. Já os olhos dos cardeais são identificados por seu castanho profundo, enquanto suas pernas são tipicamente pretas. Ao que diz respeito à área ventral, essa costuma ser branca. Além disso, a ave pode ser reconhecida por seu canto, de um tom metálico e alto. 

A espécie parece ser nativa do território brasileiro, embora as aves também ocorram na parte central da América do Sul. De fato, esta espécie não migra. No entanto, pode ser encontrada durante todo o ano da Bolívia central às regiões sul do Brasil e Paraguai, bem como no nordeste e centro da Argentina, além de todo o Uruguai. Além disso, essa exuberante espécie foi introduzida tanto em Porto Rico quanto no Havaí.

Independente do local, quando na natureza, eles tendem a habitar um ambiente semi-aberto de arbustos e árvores espalhadas, especialmente aqueles perto da água.

Hábitos do cardeal

Esses pássaros coloridos são diurnos e geralmente vistos em pequenos grupos ou pares. Fora da estação de reprodução, os pássaros da espécie costumam formar bandos maiores. Em ambientes urbanos, os cardeais podem se tornar bastante mansos, aproximando-se dos humanos em busca de comida.

No entanto, os machos podem se tornar agressivos durante a estação de acasalamento, perseguindo vigorosamente os invasores. Tanto o macho quanto a fêmea usam suas cristas para expressar seus ânimos e emoções. Um voo de cardeais é caracterizado por um movimento ondulado.

Como mencionado, essa espécie possui um canto melodioso que apresenta uma variedade de assobios e sons musicais de tom variado. Um canto tende a durar somente de um a três segundos, podendo, contudo, ser repetido várias vezes. Quantos aos hábitos alimentares, os cardeais são aves onívoras, consumindo principalmente sementes, bagas, frutas e insetos.

Cardeal

Comportamento da ave cardeal

O pássaro cardeal é monogâmico e os pares acasalam por toda a vida. Durante a estação de reprodução, as aves permanecem exclusivamente em pares. Em suma, os companheiros mantêm contato contínuo por meio de vocalizações e duetos.

Essas aves não são consideradas ameaçadas de extinção, mas podem ser suscetíveis à perda de habitat. Afinal, como essas aves são animais de estimação populares, a caça furtiva pode se tornar uma ameaça muito maior, mas isso ainda não teve um impacto significativo no número geral da população.

Os pássaros crescem até 19 centímetros de comprimento, em média. Os cardeais em geral costumam viver de três a seis anos em estado selvagem e cerca de treze anos em cuidados humanos.

Uma curiosidade sobre essa espécie é que um cardeal de topete vermelho, chamado Pedro, é introduzido como personagem coadjuvante nos filmes Rio e Rio 2.

Cardeal de topete vermelho

Por falar em cardeal de topete vermelho, essa espécie de ave pertence à família Emberizidae. Sua ocorrência se dá desde a Bolívia até a Argentina, tendo incidência no Uruguai, Paraguai e também no Brasil, sobretudo no estado do Rio Grande do Sul e na parte oeste do estado do Mato Grosso. Além disso, o cardeal de topete vermelho também aparece nos Estados Unidos.

Os cardeais de topete vermelho são típicos de campos com alta vegetação. Em geral, tendem a medir aproximadamente dezoito centímetros de comprimento. Como a maioria das espécies de cardeal, o de topete vermelho possui a característica que dá seu nome mais popular: uma deslumbrante crista vermelha, ereta e grande.

Cardeal amarelo

O popularmente chamado cardeal amarelo, de nome científico Gubernatrix cristata, é uma espécie de pássaro pertencente à família Thraupidae. A ave ocorre no Uruguai, Brasil e Argentina. Essa é uma ave de médio porte, que pode medir estimadamente dezenove centímetros de comprimento.

Sem dúvida, os cardeais amarelos são pássaros de beleza extraordinária, tanto sonora quanto física. Afinal, possuem uma plumagem majoritariamente amarela, com uma cauda longa e chamativa. Seu nome, “cardeal amarelo”, se deve em grande parte da sua característica da crista.

Seus habitats são savanas secas, florestas temperadas, florestas úmidas, subtropicais ou tropicais, além de pastagens temperadas.

O cardeal amarelo é uma espécie ameaçada pela perda de habitat e por caçadores furtivos. O principal gênero capturado da espécie são os machos. Como tal, o cardeal amarelo é caracterizado como ameaçado devido ao aprisionamento constante.

Cardeal

Por que o cardeal amarelo tem essa cor?

Por que, ao contrário da maioria dos cardeais da espécie, o cardeal amarelo essa cor?

A resposta é relativamente simples: uma mutação genética rara. Uma explicação mais complexa é que animais e plantas exibem uma variedade de cores, resultantes de pigmentos químicos.

Os pigmentos absorvem e refletem diferentes comprimentos de onda de luz, que permitem uma variedade de processos biológicos, incluindo a fotossíntese nas plantas. As plantas usam uma variedade de pigmentos, incluindo clorofila, xantofila e carotenos, para absorver a energia da luz para ocultar dióxido de carbono e água em energia utilizável.

Por exemplo, os carotenos ou carotenoides são um pigmento que dão às cenouras a cor alaranjada, absorvendo a luz UV, violeta e azul e refletindo os comprimentos de onda vermelhos e alaranjados. Como os carotenoides ocorrem nas plantas, eles são passados ​​para as aves após o material vegetal (sementes e frutos) terem sido consumidos e digeridos. Basicamente, isso é o que ocorre com o cardeal. Assim, esta condição de pigmentação amarela anormal é referida como xantocromia.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo