Catabolismo e sua reação nos seres humanos e vegetais

Inicio » Meio Ambiente » Catabolismo e sua reação nos seres humanos e vegetais
28/03/2019 Por
Catabolismo e sua reação nos seres humanos e vegetais

Como ocorre o catabolismo e quais seus principais fatores?

O metabolismo é formado por dois tipos de reações inversas: o anabolismo e o catabolismo. Este último acontece tanto nos seres humanos quanto nos vegetais, através da fotossíntese e da respiração celular.

No entanto, o catabolismo nem sempre apresenta efeitos positivos, por isso são recomendadas algumas instruções para que a reação catabólica seja evitada.

Catabolismo: fotossíntese

O que é catabolismo?

Catabolismo é um termo usado para referir-se ao processo de metabolismo que as substâncias mais difíceis são transformadas em substâncias menores. As reações do catabolismo são importantes na liberação de energia acumulada na célula. Ou seja, nele há a decomposição de substâncias e nutrientes acumulados que têm como intuito a liberação de moléculas menos complexas e o rendimento de energia.

Os hormônios que participam do processo de catabolismo são:

  • Cortisol;
  • Adrenalina;
  • Citosina;
  • Glucagon.

Por exemplo, proteínas, polissacarídeos e lipídios, no catabolismo, podem ser transformados em substâncias mais simples. Este processo ocorre através do rompimento de ligações, que gera aminoácidos, glucose, frutose e ácidos graxos.

A utilização de reservas que repõem energia e tecidos já danificados ocorre geralmente durante a realização de exercícios físicos. As principais consequências são a redução da massa magra e a diminuição do desempenho físico.

Pode-se dizer que os principais exemplos de catabolismo são:

  • Digestão: alimentos são quebrados e transformados em elementos mais simplificados;
  • Produção de energia: o consumo de amido proporciona que ele seja quebrado e transformado em glicose;
  • Fotossíntese: as plantas realizam o catabolismo ao fazerem uso do gás carbônico;
  • Catabolismo muscular;
  • Respiração celular;
  • Respiração aeróbia.

Por que e quando acontece o catabolismo?

O catabolismo acontece por ser um processo natural do organismo devido a necessidade em produzir energia para que ele tenha melhor funcionamento. Geralmente acontece logo no processo digestivo, processando o alimento ingerido em substâncias mais simples e mais fáceis de serem transformadas.

Dessa forma, acontece principalmente quando:

  • As pessoas ficam em período de jejum, ou seja, muito tempo sem ingerir alimentos;
  • As pessoas realizam treinos intensivos e não dão pausas para descansos;
  • As pessoas alimentam-se de forma inapropriada, sem um equilíbrio alimentar;
  • As pessoas apresentam quadros constantes de estresse.

Ele pode acontecer porque em situações como esta as reações catabólicas ocorrem em favor das substâncias que já encontram-se no corpo. É o caso, por exemplo, das proteínas encontradas nos músculos, elas começam a ser utilizadas para acúmulo de energia, resultando em redução muscular.

Efeitos do catabolismo

Um dos efeitos mais comuns e destacados do catabolismo é a redução de massa muscular, que acontece através da ação de hormônios catabólicos.

O papel do cortisol – hormônio responsável pela sensação de prazer e bem estar -, por exemplo, é realizar a divisão de gorduras e proteínas, além de fazer da absorção da glicose encontrada no fígado.

Quando uma pessoa passa por longos períodos e quadros de estresse, o nível deste hormônio é aumentado, resultando no catabolismo dos músculos. Técnicas de ioga e pilates, por exemplo, ajudam no relaxamento do corpo e do psicológico.

Diferenças entre anabolismo e catabolismo

Quando se ouve falar sobre metabolismo, diretamente associa-se às reações de anabolismo e catabolismo. No entanto, as duas reações possuem grandes diferenças.

Anabolismo é caracterizado por sintetizar as moléculas complexas através de substâncias simplificadas, sendo composto pelos hormônios de estrogênio, do crescimento, insulina e a testosterona. Enquanto o catabolismo é a fase destrutiva do metabolismo, o anabolismo é a fase construtiva.

Exercícios catabólicos são caracterizados por queimarem gorduras e calorias através da geração de energia, enquanto exercícios anabólicos tendem a aumentar a massa muscular.

O catabolismo ocorre principalmente durante a prática de exercícios físicos. Já o anabolismo ocorre durante os repousos e noites de sono.

A energia potencial converte-se em energia cinética durante o catabolismo, diferente do anabolismo em que a energia cinética converte-se em energia potencial.

Os principais exemplos de anabolismo são, basicamente:

  • Assimilação no meio animal;
  • A fotossíntese realizada nas plantas;
  • A síntese de proteínas;
  • A síntese de glicogênio.

Como evitar o catabolismo?

Para que o processo de catabolismo não ocorra é necessário tomar algumas precauções.

Alimentar-se de forma regular e com dieta balanceada é uma das principais recomendações. Isso faz com que seja oferecida ao corpo a energia necessária, sem que haja a necessidade de retirar energia dos músculos. O mais indicado é comer de três em três horas. O café da manhã é a principal refeição que não pode ser pulada, já que é o maior tempo em que o corpo passa sem ingerir alimentos.

Treinos constantes e intensos são altamente propícios para o catabolismo. Por isso é importante observar a intensidade e a frequência dos treinos, dando sempre algumas pausas.

O excesso do consumo de bebidas alcoólicas também causa efeitos catabólicos, pois induzem degradações proteicas. O importante e recomendado é observar a frequência e quantidade que se consome, estando sempre atento aos excessos.

Ter pausas para descansos também são importantes. O ideal é fazer logo após o treino, pois o corpo recebe a recuperação devida, seja descansando ou, até mesmo, dormindo.

Apostar em uma dieta equilibrada é fundamental, já que ela é responsável por estabelecer se o corpo necessita fazer uso de aminoácidos como fontes de energia ou não. Alimentos ricos em carboidratos com baixo e alto teor glicêmico, como a banana com aveia, lentilha, maçã, batata doce, mandioca, arroz, massas e beterraba também são eficientes. O consumo de carboidratos deve ser balanceado com o consumo de proteínas durante o dia.

Catabolismo biologia

Catabolismo: respiração celular

O catabolismo na biologia apresenta-se no processo de respiração das plantas, por exemplo.

Durante a respiração aeróbica a energia produzida é acumulada em forma de moléculas abundantes em energia, como a ATP (trifosfato de adenosina), que pode ser utilizada no processo de desenvolvimento dos vegetais.

A produção de ATP também pode ser feita por meio do metabolismo anaeróbico de respiração, mas este processo ocorre em quantidade menor.

No entanto, toda a quantidade de carboidrato produzido pelas plantas e vegetais durante o processo de fotossíntese, é classificado como a fonte principal de energia para estes organismos vivos. Praticamente toda a quantidade de energia produzida por meio do processo de catabolismo são originadas dos carboidratos.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo