Cresce o uso da acácia na produção de celulose e para fins medicinais

Inicio » Agricultura » Cresce o uso da acácia na produção de celulose e para fins medicinais
03/02/2019 Por
Cresce o uso da acácia na produção de celulose e para fins medicinais

Como a acácia tem sido eficiente no processo de reflorestamento

A utilização da acácia tem crescido dentro do âmbito social e industrial. As espécies da árvore passaram a ser mais procuradas e importantes para o reflorestamento, produção de celulose, matéria-prima, combustíveis, redução de erosão e sombreamento.

Em pouco tempo a acácia chamou a atenção de produtores e passou a ser usada em meios medicinais. Além disso, suas propriedades são importantes tanto para o solo, nitrificação do ar e meio ambiente, quanto para o combate a algumas doenças.

Plantação da árvore de acácia

Afinal, o que é acácia?

Acácia é o nome dado para um conjunto de leguminosas (pertencente à mesma família da soja, da ervilha, do feijão, do amendoim) dividido em cinco gêneros, sendo Senegalia e Vachella os únicos encontrados no Brasil. Sua origem se deu na Ásia e tem como uma das principais características seu forte aroma.

Nas áreas úmidas, como a Mata Atlântica e a Amazônica, as espécies de Senegalia manifestam-se como trepadeiras lenhosas. Já no Cerrado e Caatinga, áreas mais secas, apresentam-se como árvores e arbustos. No entanto, a acácia tem grande facilidade de germinação e é extremamente delicada, portanto, deve-se evitar o seu transporte .

Além disso, a plantação da árvore acácia requer pouca água, sol na medida correta e terra cheia de matéria orgânica. Húmus de mandioca e composto vegetal é a mistura mais indicada para o plantio de acácias, utilizadas no reflorestamento, paisagismo e recuperação de áreas danificadas, por exemplo.

Mesmo sendo considerada tóxica, o uso de algumas partes da acácia como planta medicinal traz benefícios, entre eles:

  • Rápida cicatrização
  • Alívio de dores
  • Aumento de apetite
  • Ajuda no tratamento de resfriados e gripes
  • Ajuda em condições de fraqueza ou raquitismo
  • Ajuda no combate a doenças respiratórias como faringite, asma, tuberculose e bronquite
  • Ajuda na regularização do organismo em casos de diarreia
  • Ação estimulante, cicatrizante, antibiótica e anti microbiana

Acácia como planta medicinal

Por outro lado, o uso excessivo da planta pode causar alguns efeitos colaterais como alucinações. Dessa forma, o ideal é que ela seja ingerida em pequenas quantidades. Crianças menores de 12 anos, lactantes, idosos e grávidas não podem usá-la para fins medicinais.

Produção de celulose

A acácia tem sido uma opção utilizada no processo de reflorestamento, no lugar do eucalipto. A produção de muda de Acácia mangium aumenta a qualidade do solo nas propriedades e tem se mostrado mais sustentável, melhorando a fertilidade da terra. A madeira acácia é usada na produção de celulose e carvão, podendo ser usada também na fabricação de móveis e na construção civil.

Vantagens da produção de celulose:

  • a polpa é opaca, macia e boa para a formação do papel, devido a sua alta qualidade
  • resulta em quantidades rentáveis de celulose
  • fixa bem o nitrogênio, causando benefícios ao meio ambiente
  • produtividade sustentável devido a maior produção de folhagem nos sítios
  • reduz os gastos com o manejo de ervas daninhas, uma vez que dificulta o aparecimento e instalação indesejada delas
  • maior possibilidade de propagação vegetativa

Desvantagens da produção de celulose de acácia:

  • Incapacidade de renascer
  • Maior dificuldade de descascamento

Desta forma, é notável que o uso da acácia na produção de celulose, nitrificação, recuperação de solos degradados e utilização industrial tem se expandido no Brasil em decorrência da sua qualidade. Portanto, as produções originárias da acácia são rentáveis e benéficas para a economia do setor.

Tags:

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo