Cavalo bretão é forte e requisitado na pecuária brasileira

Inicio » Pecuária » Cavalo bretão é forte e requisitado na pecuária brasileira
29/03/2019 Por
Cavalo bretão é forte e requisitado na pecuária brasileira

Cavalo bretão é um dos equinos mais utilizados no campo em função de seu tamanho e força

O cavalo bretão é um animal muito utilizado no campo, visto que essa raça equina é considera dócil e resistente a diferentes atividades dentro da fazenda.

Além disso, o cavalo bretão tornou-se importante para a medicina veterinária. Isso porque seu uso tornou-se essencial para gerar novas raças de equinos.

Cavalo bretão numa marcha militar

Cavalo da raça bretão

O cavalo bretão é uma raça extremamente popular na equinocultura. A versatilidade do animal é uma de suas principais características. O equino francês foi descoberto em uma região cujo solo era devastado e, por isso, a dificuldade evidenciou o seu potente porte físico e resistência.

raça bretão é uma das mais antigas da humanidade. Muito comum durante a idade média, o seu andar confortável e fácil manejo o tornou favorito entre os homens da época. Anos depois, ele tornou-se uma espécie de cavalo militar, ajudando na locomoção dos policiais de uma região para a outra.

No entanto, com o passar dos anos, médicos veterinários tentavam mesclar o cavalo bretão com outras raças; tendo como intuito a geração de diferentes tipos de equinos, porém com a mesma qualidade física. Inesperadamente, parte dos resultados deram errado, assim fazendo com que a prática fosse abandonada. Então, a partir disso, o que ocorreu foram tentativas de melhoria genética do equino.

Hoje, veterinários de diferentes especialidades têm tentado melhorar a genética de variados tipos de equinos, em busca de replicar o grande porte e tração de determinadas raças. Dito isso, fica claro que manter a genética do bretão é um ponto importante, pois ele já possui todas as características que a ciência tem buscado.

Principais características do cavalo bretão

O cavalo bretão têm características consideradas únicas, assim o fazendo ser conhecido pelo o que é. Essas características são:

  • Cabeça: Toda a região de sua cabeça, desde o formato quadrado aos olhos, que passam um semblante dócil. Os pelos próximo de seu focinho são importantes para o reconhecimento de alimentos ou objetos.
  • Pescoço: Por ser um equino extremamente forte, todo o seu corpo segue esse padrão estrutural, e seu pescoço não seria diferente. Largo e rígido, seu pescoço o mantém posturado.
  • Tronco: Seu porte físico faz jus ao corpo. O animal possui grande estrutura corporal, capaz de carregar grandes pesos sem dificuldades.
  • Pelagem: O cavalo bretão preto e o cavalo bretão branco são os mais característicos da raça. Na cor preta, o animal têm um leve resquício de pelagem branca no topo da cabeça. Já na branca, seu corpo é parcialmente tomado pelo preto, principalmente na região do tórax e pata.

O peso do equino faz com que ele também seja conhecido pela sua força. O cavalo bretão mede cerca de 1,5 metros e pesa até 1 tonelada. No entanto, esse peso pode variar entre macho e fêmea.

Cavalo bretão no campo

Cavalo bretão no Brasil

O cavalo bretão é altamente resistente a climas considerados quentes ou secos, afinal, a sua resistência surgiu dessas dificuldades. Por isso, no Brasil, essa raça de equino teve facilidade em se desenvolver, pois o clima são favoráveis a ele. Atualmente, o Brasil é um dos maiores exportadores de equinos em todo o mundo. O mercado, que é considerado promissor, fez com que o país lucrasse aproximadamente 2 milhões de dólares em 2012.

O cavalo bretão é tão popular no mercado brasileiro que, atualmente, existe a ”Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Bretão”. Ela é responsável por passar informações sobre a raça a intermediar a venda do cavalo bretão

Além disso, o cavalo bretão brasileiro pode ser uma boa alternativa de compra para novos pecuaristas. Desse modo, ele poderia investir em outros setores de sua propriedade; visto que o animal pode exercer uma variedade de atividades no campo. Por ser um animal de grande porte e pesado, o bretão não é recomendado para a prática de corridas, visto que a sua perda de rendimento quando em alta velocidade é muito rápida.

No Brasil, essa raça de cavalo chegou por iniciativa das forças armadas, que precisavam de animais fortes e capazes de praticar certas atividades dentro do quartel – como carregar as artilharias pesadas que os atiradores usavam.

Durante a década de 30, o Brasil começou a trazer mais raças de bretão para o país, assim consolidando o equino em solo nacional. Hoje, as raças aqui cultivadas são de origem brasileira, entretanto, o seus hereditários vieram da França, país de origem da raça.

Cavalo bretão de perfil

Manejo do cavalo bretão

Hoje, se o Brasil é um dos maiores responsáveis pelo manejo do cavalo bretão, esse feito se dá por conta de fatores atuais e históricos. Uma vez que, essa linha temporal de evolução de uma determinada raça permitiu que ele atingisse grandes níveis de atividade dentro das propriedades rurais.

O trabalho dentro da fazenda se torna muito fácil quando se têm um cavalo bretão, pois ele é altamente dócil e entende bem as atividades propostas. Além disso, o seu grande porte permite que ele leve produtos de um lugar para o outro, evitando que o pecuarista faça força excessiva.

Outro ponto importante é que essa raça de equino, mesmo parecendo extremamente bruta, não é nem um pouco. Geralmente, animais como o bretão, se cuidados corretamente, são muito amigos de seus donos, assim tendo uma fidelidade eterna até os seus últimos dias de vida.

O cuidado com esses animais é imprescindível, para assim evitar com que ele contraia doenças prejudiciais a sua vida, causando a morte. Assim, para evitar problemas, é importante que o dono do cavalo contrate médicos veterinários especializados para fazer exames periódicos nos animais, os livrando do perigo.

Doenças de cavalo são letais e podem ser transmitidas para os humanos. Então, o cuidado é mais que essencial para assim manter a saúde do animal em dia. E isso garantindo que ele não tenha problemas relacionados a doenças durante toda a sua trajetória.

Sua alimentação é importante para que ele execute as atividades a que é proposto com maestria, e o seu tamanho faz com que suplementos sejam necessários para a sua boa saúde. Dessa forma, fica claro que o cavalo bretão pode ser uma ferramenta crucial para os trabalhadores de regiões rurais.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo