Árvore de cedro vai além do símbolo de força e longevidade

Inicio » Meio Ambiente » Árvore de cedro vai além do símbolo de força e longevidade
23/04/2019 Por
Árvore de cedro vai além do símbolo de força e longevidade

As belezas e vantagens do cedro

O cedro é conhecido por ser símbolo da bandeira do Líbano e ter um significado importante para os libaneses. No entanto, mais do que isso, o cedro é uma árvore com inúmeras possibilidades de uso, características particulares e muito vantajosas.

A plantação de cedro pode ajudar áreas degradadas e solos contaminados. Além disso, as diferentes espécies da árvore possuem propriedades únicas de suas regiões de origem. No Brasil, é possível encontrar muitas dessas espécies espalhadas em grande parte do território.

Árvore cedro

O que é cedro?

Cedro é o nome dado à uma árvore que pertence à divisão Pinophyta, no grupo das gimnospérmicas. Também conhecido como acaiacá, está distribuído em todo o território brasileiro. A árvore cedro é muito encontrada principalmente em florestas abertas ou em campos com clima quente e úmido, além de solos bem drenados.

Ela também pode ser encontrada por toda a extensão do Rio Grande do Sul ao Pará, em floresta semi decídua Atlântica, com altitudes de entre 5 a 1800 metros. Existem muitas espécies de cedro espalhadas pelo mundo. Sendo assim, as principais delas são:

  • Cedro do Líbano;
  • Cedro Rosa;
  • Cedro Arana.

Características do cedro

O cedro é uma árvore decídua (ou seja, se solta em estação específica). Seu tamanho varia entre 8 e 40 m de altura, e seu diâmetro vai de 20 a 300 centímetros de largura. Quando suas plantas são esmagadas, elas soltam um odor de alho.

Seu tronco é cilíndrico, pode ser reto ou um pouco torto. Não possui sapopemas (raiz grande que se desenvolve junto ao tronco) mas, quando há a presença, elas pouco se desenvolvem. Seu fuste (elemento de apoio) pode ter até 15 m de comprimento.

Sua ramificação é dicotômica (bipartida), tem copa alta, múltipla, densifoliada e típica. A casca pode chegar a ter 40 mm, sendo sua superfície externa com coloração do marrom ao pardo-acinzentado, com lascas profundas e largas. Já a casca interna pode ser de avermelhada a amarelada, com cheiro suave e agradável.

As folhas compostas e paripinadas, geralmente, possuem de 25 a 45 cm, com até 140 centímetros de comprimento. As polimorfas possuem de 8 a 30 pares de folíolos, de 6,5 a 24 centímetros de comprimento e de 2 a 6,5 centímetros de largura. Suas bases são de sub-aguda a cordada, simétricas ou pouco oblíquas. Além disso, quando desprendidas do galho podem exalar um cheiro semelhante ao de cebola.

A inflorescência (parte da planta onde as flores estão localizadas) é tirsiforme (planta masculina) denso axilar com 30 a 60 cm de comprimento. Já as flores são unissexuais, sendo as masculinas mais alongadas que as femininas. Entretanto, elas amadurecem em tempos diferentes, com pétalas brancas-esverdeadas, com tons rosados no topo e até 12 mm de comprimento.

Fruto do cedro

Os frutos são lenhosos, espessos, rugosos, marrom-escuros, com 3 a 10 centímetros de comprimento e 3 a 3,5 centímetros de largura. Eles podem pesar aproximadamente 13 gramas, contendo cerca de 30 a 100 sementes por fruto.

Por outro lado, suas sementes são comprimidas lateralmente, com coloração próxima do castanho e do avermelhado. Elas têm um pequeno núcleo seminal, com até 35 milímetros de comprimento e 15 milímetros de largura.

Cedro: folhas amareladas

Cedro do Líbano

O cedro do Líbano é um árvore conífera que tem origem em regiões montanhosas mediterrâneas, sendo facilmente encontrada no Chipre, na República do Líbano, na Síria Ocidental e na Turquia. Há outras espécies que podem também ser encontradas na região montanhosa do norte do Marrocos, da Argélia, no sudoeste da Turquia e no noroeste da África.

Está árvore é o símbolo do Líbano. O cedro foi escolhido para estar na bandeira libanesa porque simboliza imortalidade e força. Embora existam muitas espécies, o cedro do Líbano é a mais forte e a mais antiga, podendo viver por centenas de anos.

No Líbano e na Turquia, este cedro é responsável por formar florestas mistas ou puras em conjunto com o pinheiro larício e os abetos da Cilícia. Ele é abundante no Chipre e na África, também forma florestas em conjunto com os carvalhos, com os zimbros e outros. No entanto, há também muitas florestas puras espalhadas pelo mundo.

Por outro lado, a folhagem do cedro é abundante e sua copa tem formato de cone em seu primeiro estágio de vida. Na forma adulta, a copa é rasa e dividida em andares diferenciados. Seus ramos menores são chamados de braquiblastos e os maiores, macroblastos.

As folhas têm formato de agulhas, com espaço entre os ramos grandes. Além disso, podem ser formar conjuntos que chegar a ter aproximadamente 45 folhas nos ramos pequenos.

Cultivo do cedro do Líbano

Suas pinhas são produzidas de 2 em 2 anos, sendo que seu amadurecimento acontece somente depois de 12 meses ao serem polinizadas. Medem cerca de 15 milímetros de comprimento e 6 milímetros de largura. Além disso, as sementes possuem formato de triângulo e têm entre 20 a 25 centímetros de comprimento. No entanto, aparecimento da pinha acontece somente quando a árvore chega aos 20 e 40 anos.

O cedro do Líbano não se adapta facilmente à sombra e busca sempre exposição à luz do sol. Normalmente nascem em regiões que possuem pequenos aguaceiros de verão, adaptando-se bem às épocas de estiagem.

Produção de sementes e mudas de cedro

Para produzir sementes de cedro, é preciso fazer o colhimento dos frutos 2 ou 3 semanas antes da abertura natural, pois as sementes podem ser levadas pelo vento. É possível saber a maturação do fruto a partir de sua coloração, pois ele passa de verde para marrom claro quando já está maduro.

Quando retirados, os frutos devem ser postos sobre local ventilado e seco para que a abertura seja completada. Para retirar as sementes é preciso agitar os frutos que já abriram por completo. Depois, leva-se as sementes em sementeiras preparadas com matéria orgânica. Geralmente a germinação ocorre após 12 a 18 dias da semeadura.
Já a frutificação e floração ocorre após 10 a 15 anos do seu plantio, sendo que os períodos reprodutivos acontecem em diferentes épocas do ano em diferentes locais do Brasil. Por exemplo, a São Paulo a floração acontece de setembro à janeiro e a frutificação de junho à setembro. Já no Pará, a floração acontece de janeiro à março e a frutificação de julho à agosto.
Folhas de cedro

Para que serve o cedro?

O uso do cedro tem muitas finalidades principalmente por conta de sua madeira. A madeira do cedro é muito utilizada, por exemplo, na confecção de:

  • Modelos de fundição;
  • Molduras para quadros;
  • Artigos de escritório;
  • Instrumentos musicais;
  • Construção civil, naval e aeronáutica;
  • Marcenaria;
  • Movelaria;
  • Esculturas;
  • Cabos de vassoura, entre outros.

Por ser uma árvore com beleza ornamental, o cedro pode ser usado em projetos de arborização urbana e paisagísticos. No entanto, ele é também muito importante quando usada para recuperar florestas de áreas degradadas e matas ciliares, recuperando também solos que foram contaminados por quantidades tóxicas de metais pesados.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo