Cera é importante para a composição de diferentes produtos

Inicio » Agricultura » Cera é importante para a composição de diferentes produtos
29/03/2019 Por
Cera é importante para a composição de diferentes produtos

A cera é uma substância muito utilizada para a produção de alimentos e cosméticos

A cera é uma substância orgânica que, geralmente, é liberada por animais e vegetais e utilizada em diferentes segmentos; entre eles, a carpintaria e a odontologia.

Além disso, a cera é uma das composições mais importantes para a produção de alguns produtos; uma vez que ela é considerada versátil e pode ser facilmente tratada para estar apta a fazer parte da composição de itens de diferentes indústrias.

Cera de carnaúba em seu modo de flocos

O que é cera?

A cera é uma espécie de secreção liberada por determinados insetos e vegetais. Após essa liberação, os responsáveis pela coleta fazem o processo de tratamento até o momento em que a substância esteja adequada para o uso das indústrias. A mais comum e conhecida é a de abelha, visto que a apicultura é uma prática extremamente popular em todo o mundo. Essa prática também é considerada rentável para pequenos e grandes ruralistas.

Entre as vegetais, a mais comum é a cera de carnaúba. Essa composição é popular principalmente entre os carpinteiros, visto que ela serve como uma espécie de produto capaz de tornar a madeira mais bonita, tornando sua aparência mais atrativa. Outro ponto é que ela remove toda a textura áspera da madeira, de modo que os famosos fiapos fiquem escondidos e contidos debaixo do produto.

A cerca de carnaúba é extraída diretamente da carnaúba, planta que é considerada nativa do Brasil. Geralmente, ela é encontrada na região do Nordeste. O processo realizado é no sentido de transformá-la em uma espécie de floco, e então, permitir que a cera seja extraída.

No entanto, o seu uso na carpintaria é apenas uma das possibilidades para o uso da cera de carnaúba. Ela também pode ser utilizada na limpeza de automóveis, ressaltando as cores da pintura. Também é comum o uso dessa substância como produto de limpeza.

De forma geral, essa cera têm a função de revitalizar os locais por onde passa, dando um ar de limpeza e renovação. Mesmo tendo adquirido grande notoriedade durante a década de 90 e o início dos anos 2000, esse produto continua popular nos dias de hoje.

Abelha produzindo o seu mel e cera

Cera de abelha

O uso da cera de abelha é extremamente comum. Cada vez mais popular no Brasil, a apicultura oferece esses subprodutos para utilização no mercado – que está em constante expansão.

A importância da cera de abelha para o meio ambiente é imensurável, uma vez que ela é capaz de ajudar na produção de produtos sustentáveis importantes; e faz parte da composição de itens biodegradáveis, por exemplo. Com esse nicho tomando maiores proporções, o Brasil – considerado um dos maiores exportadores de mel em todo o mundo – pode se consolidar, também, nesse segmento.

Após o trabalho de extração da cera de abelha, ela precisa ser purificada para que as produções com o elemento sejam possíveis. Sendo assim, as principais etapas desse processo são:

  • Processo do saco: a cera é ensacada e mergulhada em líquido para a eliminação de impurezas.
  • Purificador solar: a cera é exposta diretamente ao sol para que derreta e, assim, ainda mais de suas impurezas possam ser filtradas.
  • Purificador a vapor: a cera dos favos é derretida em função da exposição a fontes de vapor, permitindo que sejam aproveitadas as camadas mais antigas do favo.

Todos esses métodos são eficientes e ajudam diretamente na composição da cera, para que possa ser comercializada pelas indústrias. O que manda na qualidade das produções é o tempo dedicado a esses práticas, pois é assim que ela se tornará melhor aproveitada.

Cera vegetal

A cera vegetal é presente, principalmente, na indústria de cosméticos. Extraída de vegetais como a carnaúba, sua composição aparece em produtos como o batom, esmalte e pomadas para cabelo.

Por ser diretamente extraído das plantas, a indústria vegana acaba consumindo massivamente esse tipo de produto; uma vez que suas composições são feitas sem a utilização de elementos animais. A cera vegetal é considerada tão eficiente quanto a de abelha.

Em contrapartida, a desvantagem da cera vegetal é o seu preço relativamente alto em relação a de abelha. Dessa forma, ela acaba sendo segmentada para um público mais específico, filtrando assim a produção. Vale citar que a cera de palma também tem uso bastante significativo na indústria de cosméticos.

O método de cera vegetal pode ser de suma importância para o ecossistema. Isso porque, com seu uso, o produto direto de animais não é utilizado nesse tipo de produção. Além disso, abre possibilidades para o aumento de produtos biodegradáveis no mercado, incentivando melhorias ao meio ambiente e possibilitando que futuras gerações se beneficiem.

Todavia, o consumo da cera vegetal é algo que depende diretamente da situação econômica do mundo, uma vez que os altos valores dessas produções acabam tornando-se inacessíveis a pessoas de classes consideradas baixas.

Em pequenas regiões, onde a gama de propriedades de subsistência é maior, alguns trabalhadores acabam vendendo esses produtos de forma mais acessível, até mesmo possibilitando que alguns produtos sejam feitos manualmente e de forma caseira.

Maçã com cera

Exportação da cera

A exportação da cera é importante para a situação econômica do país. Além disso, pode ajudar diretamente na evolução de grandes famílias, fazendo com que prosperem nesse mercado tão promissor. O mel, por exemplo, é considerado o carro chefe da apicultura. Entretanto, seus subprodutos também interessam ao mercado exterior, uma vez que o Brasil é rico nesse tipo de mercadoria.

A exportação de cera vegetal também é promissora. O interesse por bons hábitos alimentares têm crescido diariamente e cada vez mais pessoas têm procurado por métodos vegetais. Dessa forma, a tendência da demanda por exportação é aumentar.

Uma utilidade pouco conhecida da cera é no sentido de dar brilho às frutas. Muitas vezes, na agricultura, certas frutas acabam perdendo o seu brilho próprio e ficando com cores mais opacas. Então, por consequência disso, se tornam menos atrativas ao consumidor.

No mercado das maçãs, por exemplo, o uso da cera é bastante comum. Isso porque ela garante que a fruta tenha um aspecto impecável; evitando que não seja comprada em função da aparência pouco atraente ou saudável. Além dessa, também se destaca a vantagem de que o uso desse tipo de técnica no mercado não permite que haja qualquer tipo de risco no consumo da fruta.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo