Cereja deve ser cultivada em regiões de inverno rigoroso

Inicio » Agricultura » Cereja deve ser cultivada em regiões de inverno rigoroso
14/10/2019 Por
Cereja deve ser cultivada em regiões de inverno rigoroso

Cereja é uma fruta pouco versátil na cozinha, mas você sabia sobre os seus diferentes tipos?

Muito conhecida no mercado brasileiro, a cereja é uma fruta de bom comércio. Afinal, frutas têm grande importância no cenário brasileiro e seu cultivo é sempre incentivado. No entanto, nem sempre é fácil de se entender algumas plantas.

A cereja é uma dessas frutas que pode ser bem difícil de se compreender e plantar, além de encontrar o momento ideal para seu comércio. Isto porque, mesmo sendo muito consumida, tem particularidades que merecem atenção.

cereja

O que é cereja?

Cereja é uma fruta muito pequena e saborosa. Geralmente é utilizada como ornamento, como a cereja do bolo, mas é bastante utilizada também em outros doces. Recheios, sorvetes, compotas e geleias, bem como diversos corantes e receitas com cereja, são incluídas nos cardápios do Brasil afora.

Além do mais, é fruta que vem da cerejeira e é de origem asiática.

É comum que você imagine árvores rosas e cheias de flores maravilhosas quando pensa em uma rua bonita no Japão, certo? Pois saiba que esse cenário construído em nossa mente é real. Essas lindas árvores são as árvores de cerejeira!

Frutífera como nenhuma outra, seu pequeno fruto é vermelho, com uma casca bem mole e sabor adocicado. O interior apresenta uma única semente dura e de sabor muito peculiar, doce e ideal para sobremesas.

Dentre os principais benefícios da cereja, não se encontra apenas o seu valor para a confeitaria, mas suas vitaminas e minerais também, já que é rica nas vitaminas A, B e C, além de apresentar uma ótima quantidade de cálcio, ferro e fósforo.

Árvore de cerejeira no Brasil

Por ser uma fruta de outro continente, assim como a pera também é asiática, é pouco comum que ela exista aqui no Brasil, certo? Afinal, o clima é completamente diferente e os cuidados são outros.

Em partes, isso é verdade, e como é uma fruta bastante saborosa, acabou por ser adaptada para plantio no Brasil.

A cereja deve ser plantada durante um inverno rigoroso e, por conta disso, sua concentração se dá em partes específicas do país. Desse modo, a cereja brasileira é um pouco diferente da asiática.

As diferenças estão nos cuidados, principalmente, e um pouco no sabor. A nossa tende a ser um pouco mais adocicada e a árvore de cerejeira se encontra mais no Sul e Sudeste do país, uma vez que são regiões mais frias e melhoram a qualidade da planta a ser cultivada.

cereja

Como plantar cereja?

Para saber como plantar cereja é muito simples, pois é preciso apenas saber que seu ciclo de vida é perene. Ela requer muita atenção, bastante água, pouca sombra e sol pleno. Assim, ela crescerá de maneira linear e seus frutos serão maiores.

Além disso, é preciso espaço para seu cultivo, pois ainda que seja uma fruta pequena, sua árvore ocupa bastante espaço, podendo chegar a até doze metros de altura.

No entanto, se você prefere cereja asiática como dita a regra, você pode optar por um bonsai de cerejeira. Desse modo, você não precisa de um grande espaço para lidar com a planta.

No entanto, isso não significa falta de atenção de maneira alguma. Para que se obtenha bons frutos e a pequena árvore de cerejeira esteja sempre saudável, é preciso cuidar com muita atenção.

Um bonsai pode ser bem mais complicado de cultivar, mas é ideal para apartamentos e cidades grandes, sobretudo para quem prefere produtos orgânicos.

Afinal, o mercado não é feito apenas dos ácidos cítricos orgânicos. Muitas pessoas estão investindo cada vez mais em outras frutas. Além de impulsionar o mercado, é uma ótima maneira de se manter a saudabilidade dos alimentos e do ser humano.

Cereja de chuchu: um dos tipos de cereja mais famosos

Ainda que a cereja seja extremamente saborosa em sua forma normal, ela demora muito para ser cultivada e a safra não tende a ser tão grande assim, o que é um risco para o mercado. Por isso mesmo que a cereja original é mais utilizada no Natal aqui no Brasil e, sua “irmã”, a cereja de chuchu, em outras receitas.

Isso porque sua calda saborosa e muito mais doce que o normal é ideal para geleias e topos de bolo. Além disso, é mais barata e fácil de ser cultivada, uma vez que é proveniente do chuchu. Assim, para um lucro maior, você pode investir apenas em uma planta e obter o dobro de lucro.

A cereja de chuchu é feita a partir de pequenas bolinhas de chuchu embebidas em groselha. Isso não significa que ela é menos saborosa, é apenas específica para algumas receitas, enquanto a fruta cereja é melhor para outras.

A fruta cereja é um dos tipos de cereja mais caros que existem. Em supermercados, ela pode ter um quilo com valor bem elevado, enquanto a versão feita de chuchu é mais barata.

Este fato também explica porque a cereja fruta é mais utilizada no Natal ou em outras festividades, dado que compreende apenas uma data no ano, enquanto a cereja chuchu é mais utilizada em diversos outros pratos. Estes, por sua vez, seriam bem mais caros se utilizassem a verdadeira cereja neles.

cereja

Um ótimo comércio

Ainda que a cereja seja um pouco mais cara e sua plantação não seja a das maiores, a árvore frutífera pode render bons frutos e o comércio dessa fruta é otimista. Mesmo que suas vendas sejam maiores no final do ano, você pode aproveitar a cereja para outras receitas.

Além disso, também pode utilizar sua venda para indústrias que exportam a fruta, porque ela é bem vista internacionalmente – a cereja brasileira, principalmente, já que é mais doce e mais vermelha.

Isso sobe, e muito, o valor da sua safra, já que a quantidade é mais limitada. Assim, tende-se a ter uma demanda um pouco menor desse produto, mas qualifica um status maior.

Já ouviu falar que quanto menor a quantidade, maior o valor? Isso é o que acontece com as frutas brasileiras no mercado internacional.

Essas frutas, assim como a cereja, podem ser vendidas individualmente em caixinhas especiais e com um valor bem elevado. Portanto, pesquisar bem o que fazer com esse comércio é ideal antes de decidir qual será o destino da sua safra.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo