Frutas e a grande importância de seu consumo e produção no Brasil

Inicio » Agricultura » Frutas e a grande importância de seu consumo e produção no Brasil
22/05/2019 Por
Frutas e a grande importância de seu consumo e produção no Brasil

Entenda como os diferentes tipos de frutas agem sobre o organismo e beneficiam a saúde

Café da manhã, almoço e janta são as três principais refeições do dia, e ingerir porções de frutas no intervalo entre elas é um hábito alimentar muito recomendado pelos nutricionistas. Isso porque, além de serem saudáveis, elas são alimentos que ajudam no combate de doenças e fornecem ao corpo nutrientes como vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do organismo.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), é recomendável que se consuma de duas a quatro porções diárias  de frutas. No entanto, por conta de elas conterem frutose (um açúcar natural), o ideal é não abusar e limitar-se à apenas 100 gramas do alimento por dia; seja ele inteiro ou em uma salada de frutas, por exemplo.

O comércio das frutas

O que são frutas?

A palavra fruta não se encontra no vocabulário botânico, mas o termo culinário é usado para designar a parte polposa responsável por cobrir e carregar as sementes das plantas. As frutas possuem um aroma marcante e um sabor levemente adocicado. Por isso, em todas as partes do mundo elas podem ser consumidas cruas, em caldas, compotas, carameladas, cristalizadas ou secas.

Classificação das frutas

As frutas estão presentes em todas as regiões do país, de Norte a Sul e de Leste a Oeste. Integrantes fundamentais da alimentação de crianças e adultos, estes alimentos são consumidos há mais de 2 mil anos, quando já faziam parte da dieta paleolítica; ou seja, eram consumidas pelos homens das cavernas.

Frutas vermelhas, amarelas, verdes, laranjas, ácidas e frutas cítricas são as mais conhecidas e consumidas pelo público em geral. Sendo assim, cada um dos tipos e cores possui características, particularidades e benefícios específicos que contribuem para a saúde do corpo humano e para uma alimentação equilibrada.

Frutas vermelhas

Frutas vermelhas

Morango, maçã, framboesa e amora estão entre as frutas vermelhas mais populares. Fontes de vitaminas C, vitamina B e ricas em antioxidantes, elas ajudam no funcionamento do corpo, agem contra o envelhecimento precoce e ajudam no combate de muitas doenças.

De acordo com a nutricionista Michelle Cristina Antunes, 41, formada pela FAINC (Faculdades Integradas Coração de Jesus), de um modo amplo, todas as frutas trazem benefícios ao organismo. E qualquer uma delas pode servir como uma rica fonte de nutrientes essenciais para o corpo humano.

“As frutas vermelhas têm sido mais procuradas devido aos benefícios que possuem. Elas fazem parte de um extenso grupo rico em licopeno, uma substância antioxidante que confere à estas frutas uma coloração avermelhada; e conta com uma série benefícios e nutrientes importantes para o corpo”, explica Michelle.

O licopeno é um carotenoide, ou seja, um pigmento naturalmente vermelho que não é produzido pelo corpo humano. A fruta com maior concentração de licopeno é o tomate; e seu consumo, entre outros benefícios, auxilia na prevenção do câncer e melhora o sistema imunológico.

As principais frutas vermelhas encontradas no mercado brasileiro são:

  • Morango
  • Framboesa
  • Amora
  • Açaí
  • Maçã
  • Melancia
  • Uva
  • Ameixa
  • Tomate
  • Cereja
  • Goiaba
  • Jabuticaba
  • Mirtilo
  • Goji Berry

Dessa forma, no geral, cada uma dessas frutas possui benefícios que se complementam. “Além de serem saborosas e comermos por prazer, as frutas vermelhas evitam o envelhecimento precoce, reduzem o risco de diabetes, câncer e doenças cardíacas. Essas frutas são ricas em água e tem baixas calorias. Por isso, enquanto comemos, saciamos tanto a sede quanto a fome”, afirma a especialista.

Morango

Fruta pequena, com tons de vermelho e verde, levemente ácida e adocicada; o morango está entre as frutas ‘queridinhas” que ajudam no controle de peso, pois contém apenas 5 calorias e baixos índices glicêmicos.

Para quem desejar manter o peso e começar uma reeducação alimentar, o consumo desta fruta é um dos mais indicados. Mas, para quem não gosta de seu sabor, ela pode ser facilmente combinada com outros ingredientes sem perder seus nutrientes.

“Além de ser uma excelente fonte de vitamina C, o morango é um alimento antioxidante. Rico em licopeno, ele contém fibras solúveis que auxiliam na redução do colesterol, previnem gripes, infecções e ainda fortalecem os dentes e os ossos. Também contribui na prevenção do envelhecimento precoce da pele”, comenta Michelle.

Os principais benefícios do morango são:

  • Ajuda a combater inflamações
  • Ajuda a prevenir doenças cardiovasculares
  • Ajuda na cicatrização de ferimentos
  • Aumenta a absorção do ferro
  • Combate o envelhecimento da pele
  • Combate a prisão de ventre
  • Melhora a capacidade mental
  • Melhora a circulação do sangue
  • Melhora a saúde dos olhos
  • Ajuda a prevenir o câncer

O consumo desta fruta é indicado por nutricionistas, uma vez que as altas quantidades de vitamina K; B2; B5; B6; B9; cobre; silício; potássio; manganês; magnésio; e iodo agem em conjunto para fornecer ao organismo nutrientes que ativam o seu funcionamento. Além disso, por ser considerada uma fruta de purificação, também tem o papel de eliminar as toxinas que o corpo não precisa.

Framboesa

De origem europeia, a framboesa tem o diferencial de adaptar-se facilmente no Brasil, principalmente em regiões mais quentes e com pouca chuva. Sendo assim, esta fruta pequena e levemente ácida tem o mês de novembro como sua alta temporada. Por conta das baixas calorias e dos altos índices de proteínas, ela também está liberada para as dietas.

Entre os benefícios da framboesa, os principais são:

  • Ajuda a eliminar rugas
  • Ajuda na prevenção ao câncer
  • Ajuda no processo de emagrecimento
  • Melhora o funcionamento do intestino e do sistema digestivo
  • Melhora o sistema imunológico
  • Previne a degeneração muscular

De acordo com a nutricionista, esta fruta é rica em fibras solúveis que ajudam a eliminar o excesso de gorduras. Além disso, é capaz de melhorar os níveis de colesterol no sangue, reduzir os riscos da formação de cálculos biliares, metais e toxinas indesejáveis ao corpo humano.

Amora

Entre as frutas vermelhas favoritas dos brasileiros está a amora. Esta pequena fruta com tons de roxo é natural da Ásia, e também pode ser encontrada África e nas Américas. Uma de suas características é a fácil adaptação às regiões com clima quente.

A amora possui um crescimento abundante e pode ser facilmente cultivada, uma vez que não necessita do uso de agroquímicos e pesticidas. Geralmente combinada com geleias e doces, a amora tem excelentes benefícios que também auxiliam a promover a saúde do corpo humano.

Composta por vitaminas, minerais, nutrientes e antioxidantes, essa fruta pode ser inclusa na dieta sem restrições, pois cada quilo compreende menos de 450 calorias. Os principais benefícios da amora são:

  • Melhora a pressão sanguínea
  • Reforça o sistema imunológico
  • Melhora a visão
  • Fonte abundante de ferro
  • Fortalece os ossos
  • Auxilia na perda de peso
  • Combate o envelhecimento

De acordo com a especialista, a amora “é fonte de silício, um mineral que estimula as proteínas de sustentação, o colágeno e a elastina, dando firmeza e tonalidade à pele. Favorece o rejuvenescimento do corpo e é rica em potássio, nutriente com papel importante na sensação de relaxamento muscular; que promove a dilatação dos vasos e melhora o fluxo sanguíneo. Além disso, muitas vezes é utilizada como um tônico muscular para as práticas esportivas”, pontua.

Açaí

Típico da região Amazônica, o açaí é uma das frutas vermelhas mais “queridinhas” durante o verão. Conhecido, principalmente, por ser uma grande fonte de energia, fruta é consumida com frequência entre os esportistas.

Rico em vitamina B1; vitamina B2; vitamina C; vitamina E; ferro; magnésio; potássio; fósforo; e fibras, está entre os alimentos recomendados para quem procura uma dieta saudável e equilibrada.

Os principais benefícios do açaí são:

  • Pode ajudar no processo de emagrecimento
  • Reduz o colesterol
  • Previne doenças do coração
  • Ajuda na prevenção do Alzheimer
  • Retarda o envelhecimento
  • Ajuda no combate ao câncer
  • Ajuda no bom funcionamento do intestino

Nutricionistas recomendam o consumo diário de pelo menos 15 unidades da fruta ou 30 gramas de sua polpa, o que equivale a aproximadamente 110 calorias. No entanto, este valor pode variar de acordo com as necessidades energéticas de cada pessoa.

Maçã

Seja in natura, assada ou na salada de frutas, a maçã é um dos alimentos com maior teor de nutrientes que contribuem para a saúde do corpo. Ela é considerada uma fruta vermelha por conta da coloração de sua casca, onde encontra-se o maior percentual de seus nutrientes e de suas vitaminas.

No entanto, há uma variação em relação aos benefícios da maçã verde, uma vez que esta possui clorofila e contribui para a oxigenação celular. Os benefícios da maçã são, basicamente:

  • Ajuda a reduzir o colesterol ruim (LDL)
  • Evita o envelhecimento precoce
  • Protege a garganta e a voz
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Ajuda o sistema digestivo
  • Previne o derrame cerebral
  • Combate a anemia
  • Ajuda no fortalecimento dos dentes
  • Ajuda na saúde do cérebro
  • Ajuda no processo de emagrecimento
  • Alivia a gastrite e as úlceras

Este alimento, conhecido há mais de 2000 mil anos, é rico em pectina – uma fibra solúvel em água -, ações antioxidantes, taninos, flavonoides, ácido málico, vitaminas B, C, E, fósforo e quercitina. Todos estes nutrientes se complementam e promovem um bom funcionamento ao organismo humano.

Melancia

Nativa da África, a melancia é uma das maiores frutas vermelhas em questão de tamanho. Estudiosos afirmam que o consumo desta fruta está registrado em antigos documentos egípcios. Este povo colocava a fruta dentro das tumbas dos faraós para que eles pudessem comer “após a morte”.

De acordo com dados da CEASA – Centro Estadual de Abastecimento (2017), a China é o maior produtor mundial de melancia, onde chegou no século X. Na Europa, ela foi introduzida no século XIII. Já no continente americano, a melancia chegou no século XVI, e está no Brasil como um dos produtos de herança dos africanos.

Os benefícios da melancia são:

  • Ação anti-inflamatória
  • Ajuda na saúde do coração
  • Diurético natural
  • Ajuda na saúde dos olhos
  • Ajuda no processo de contração muscular
  • Age sobre os impulsos nervosos
  • Boa para a saúde dos ossos
  • Previne e ajuda no combate ao câncer
  • Evita a disfunção erétil
  • Auxilia no processo de emagrecimento

Muito consumida nas regiões mais secas do continente africano, a melancia é uma das frutas que mais possui água; nutriente que representa 92% de todas as suas substâncias. Ela é rica em vitamina C; carotenoides (como o licopeno e betacaroteno, por exemplo); vitaminas B1; B2; B3; B6; ácido pantotênico; biotina; ácido fólico; cálcio; magnésio; potássio; aminoácido citrulina; cobre; fósforo; e lipídeos.

Uva

Seja como vinho, suco ou in natura, a uva traz diversos benefícios à saúde do corpo dos que a consomem. Conhecida como uma das “melhores amigas da saúde do coração”, a uva ficou mais conhecida ao serem descobertas as substâncias presentes em sua casca.

Uma destas é o resveratrol, por exemplo, uma substância cardio-protetora encontrada em abundância na casca e muito benéfica, pois ajuda no controle do colesterol. Além disso, ajuda a diminuir a formação de coágulos no sangue e prevenir problemas como a trombose, por exemplo.

Sendo assim, os principais benefícios da uva são:

  • Agente antimicrobiano
  • Ajuda no combate a enxaqueca e as dores de cabeça
  • Ajuda no combate à acidez do estômago
  • Possui três genes associados à longevidade
  • Reduz os níveis de diabetes tipo 2
  • Possui ação anti inflamatória
  • Melhora a função do cérebro
  • Previne o câncer

O pequeno fruto vermelho ajuda, principalmente, na saúde do coração. Mas a uva também é rica em carboidratos; vitamina C; vitaminas do complexo B; cálcio; ferro; potássio; e antioxidantes.

Devido aos muitos nutrientes, nutricionistas recomendam seu consumo diário, principalmente na forma in natura; o que equivale a cerca de um cacho por dia ou 200 ml do suco da fruta antes do almoço. No entanto, como vinho, o ideal é consumir apenas uma taça diariamente, por conta do teor alcoólico.

Segundo a nutricionista, é importante estar atento às quantidades de frutas ingeridas. “Tudo que é em excesso não é benéfico. E as frutas em exagero também podem sobrecarregar o organismo”, comenta.

Ameixa

Com sabor adocicado, levemente azeda, in natura ou seca, a ameixa é conhecida, principalmente, por suas funções laxantes. Indicada para o café da manhã ou durante os intervalos entre as refeições, ela é muitas vezes consumida com iogurte, em forma de suco ou vitamina.

Assim como as outras frutas vermelhas, a ameixa possui flavonoides que auxiliam na saúde do corpo. Dessa forma, no geral, os benefícios da ameixa são:

  • Melhora do trânsito intestinal
  • Proporciona saciedade
  • Mantém a saúde da flora intestinal
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Ajuda a retardar o envelhecimento
  • Melhora a contratilidade muscular
  • Ação antioxidante
  • Ação anti inflamatória

De acordo com a especialista, frutas que possuem maior concentração de água são as melhores aliadas para o bom funcionamento do organismo, fator que faz a ameixa se enquadrar neste grupo.

Ela é rica em potássio; magnésio; fósforo; zinco; antioxidantes; vitamina A; K; B; e C. Nutricionistas recomendam que sejam ingeridas apenas três ameixas na versão seca por dia, já que cada uma possui cerca de 19 calorias.

Tomate

A fruta vermelha com mais concentração de licopeno é o tomate. Ele compreende cerca de 2573 mcg de licopeno em cada unidade. Essa substância é liberada quando a fruta é cozida ou preparada em forma de molho; no entanto, traz muitos benefícios mesmo quando consumida in natura.

Usado, principalmente, em saladas, pratos quentes e como legume, o tomate pertence ao grupo das frutas e seus nutrientes são altamente importantes para o bom funcionamento do organismo.

Os benefícios do tomate são:

  • Melhora a saúde dos olhos
  • Auxilia na perda de peso
  • Previne o câncer
  • Controla e previne a diabetes
  • Melhora o sono
  • Ajuda a proteger e a manter a saúde da pele
  • Fortalece os ossos
  • Ajuda a reduzir os níveis de açúcar no sangue
  • Reduz a pressão arterial
  • Ajuda a reduzir dores crônicas

O tomate é também classificado como uma das frutas que mais contêm água, o que ajuda diretamente na sensação de saciedade. Ele é uma fonte rica de licopeno; vitaminas A; C; K; cálcio; antioxidantes; cromo; potássio; bioflavonoides; e carotenoides.

Cereja

Consumida in natura ou em conserva, a cereja é uma fruta também rica em licopeno; fonte de vitamina A; vitamina C; potássio; antocianinas; antioxidantes; betacarotenos; e cálcio.

Seus talos verdes revelam se a fruta é fresca ou não. Por isso indica-se que o armazenamento seja feito na geladeira, para que o tempo de conservação seja maior e não diminua as quantidades de vitamina C presentes na fruta.

Os principais benefícios da cereja são, por exemplo:

  • Previne a aterosclerose (enrijecimento das artérias)
  • Combate inflamações do organismo
  • Previne o câncer de cólon e o câncer de estômago
  • Previne doenças cardíacas
  • Ajuda a controlar o colesterol
  • Melhora a saúde dos olhos, da pele, das unhas e dos cabelos
  • Possui ação anti inflamatória
  • Reduz os sistemas de artrite

Nutricionistas recomendam que seu consumo diário seja de cerca de 10 cerejas, sem a necessidade de retirar as cascas antes do consumo.

Goiaba

Originária da América do Sul e da Central, a goiaba é muito conhecida no Brasil e famosa pelo seu sabor e aroma marcantes e agradáveis ao paladar – uma mistura de ácido com doce.

Sua polpa mais comum é a avermelhada ou rosada. Mas, por ter essa coloração, é fácil concluir que é rica em licopeno, o que a inclui no grupo que conta com as características das frutas vermelhas.

Os benefícios da goiaba são:

  • Ajuda na perda de peso
  • Melhora o sistema imunológico
  • Auxilia no controle dos níveis da diabetes
  • Ajuda a prevenir o câncer
  • Auxilia a ter uma pele jovem e saudável
  • Melhora a saúde do sistema cardiovascular
  • Melhora a saúde dos olhos
  • Favorece o desenvolvimento fetal
  • Possui propriedades anti inflamatórias e antibacterianas
  • Ajuda a prevenir a constipação
  • Ajuda na sensação de relaxamento

Além disso, a goiaba é rica em vitamina C; potássio; carboidratos; proteínas; gorduras; vitamina A; licopeno; e antioxidantes. Sendo assim, ainda possui baixas calorias, o que a torna um bom alimento a ser incluso em uma dieta saudável e balanceada.

Jabuticaba

Naturalmente brasileira, a jabuticaba é encontrada facilmente na região da Mata Atlântica. A origem do seu nome é tupi, podendo significar tanto “gordura de jabuti” quanto “frutas em botão”.

Geralmente consumida em forma de geleia, suco, licor ou vinho, ela possui um sabor adocicado – balanceado com um toque azedo. Pode ser consumida logo após a colheita e possui inúmeros benefícios ao corpo humano.

Os principais benefícios da jabuticaba são:

  • Ajuda na recuperação da firmeza e da elasticidade da pele
  • Ajuda a aumentar a resistência do corpo
  • Diminui o colesterol
  • Ajuda a combater os radicais livres
  • Auxilia no fortalecimento dos vasos sanguíneos
  • Melhora a memória
  • Ajuda a melhorar a resistência física
  • Melhora a saúde dos olhos
  • Possui propriedades anti-cancerígenas
  • Ajuda a controlar as taxas de açúcar no sangue
  • Possui ação anti inflamatória

Assim, com base nos seus benefícios, a jabuticaba é rica em vitamina C; vitamina D; vitamina R; ácido fólico; niacina; riboflavina; tiamina; potássio; ferro; cálcio; cobre; magnésio; zinco; manganês; e pectina.

Mirtilo ou blueberry

Também conhecido como blueberry, o mirtilo é uma pequena fruta com coloração roxa e tons de azul. Esta fruta é não é tão facilmente encontrada em todos os supermercados ou sacolões, no entanto, possui altos benefícios e muitos nutrientes.

Os principais benefícios do mirtilo são:

  • Melhora a digestão
  • Ajuda na saúde do cérebro e nas funções cognitivas
  • Ajuda a prevenir doenças cardiovasculares
  • Ajuda na redução da pressão arterial
  • Auxilia no combate ao envelhecimento precoce
  • Ajuda no processo de emagrecimento
  • Auxilia na recuperação muscular
  • Eficaz no tratamento de diabetes
  • Melhora a saúde dos olhos, dos ossos e da pele
  • Age na proteção contra o câncer

Sendo assim, o mirtilo é rico em proteínas; carboidratos; fibras dietéticas; vitaminas A; C; B6; E; K; cálcio; ferro; potássio; magnésio; fósforo; sódio; zinco; manganês; cobre; betacaroteno; folato; e colina.

Goji Berry

Goji berry é o nome dado ao fruto da planta Lycium barbarum. Ela é uma pequena fruta vermelha rica em vitamina C; carotenoides; licopeno; vitaminas do complexo B (como, por exemplo, B1, B2 e B6); aminoácidos; e minerais.

Portanto, os benefícios da goji berry são:

  • Ajuda no processo de emagrecimento
  • Ajuda a diminuir as celulites
  • Auxilia na melhora do sistema imunológico
  • Melhora a visão
  • Ajuda a proteger a pele
  • Possui ação anticancerígena
  • Ajuda a prevenir doenças cardiovasculares
  • Protege a saúde do cérebro

Frutas cítricas

Frutas cítricas

Laranja, limão, tangerina e kiwi estão entre as frutas cítricas mais consumidas popularmente. São fontes de vitaminas C e ajudam a proteger o organismo contra gripes, resfriados e infecções. Além disso, elas contam com substâncias antioxidantes que ajudam a diminuir a incidência de doenças cardiovasculares, disfunções cerebrais e retardam o envelhecimento.

De acordo com a nutricionista Michelle Cristina Antunes, as frutas cítricas são conhecidas pelas ações de auxílio ao sistema imunológico. “Elas são fontes ricas em potássio, flavonoides e agentes antioxidantes. Também contém ácido crítico e água em abundância”, afirma Michelle.

Algumas destas frutas são conhecidas por ajudarem no fortalecimento do sistema imunológico, como o morango, kiwi, mamão, limão, abacaxi e toranja. Além disso, o consumo deste grupo têm sido incentivado por conta dos benefícios que carrega, e “recentemente, vem sendo procuradas por conterem metabólicos secundários, incluindo fenólicos, flavonoides e limonóides”, conta a nutricionista.

Algumas das principais frutas cítricas encontradas no Brasil são, por exemplo:

  • Laranja
  • Limão
  • Tangerina
  • Abacaxi
  • Acerola
  • Kiwi
  • Maracujá
  • Bergamota
  • Caju
  • Pêssego
  • Maçã verde
  • Pera
  • Carambola

Além de serem deliciosas, podendo ser utilizadas nas mais variadas receitas, elas são muito nutritivas. De acordo com a especialista, a quantidade ideal de consumo deste grupo de frutas depende diretamente do gênero, peso e momento de vida do indivíduo.

Os valores diários podem variar entre 45 mg até 300 mg, de acordo com a idade e nível de saúde do indivíduo.

Laranja

Pode ser encontrada em vários tamanhos, sempre redonda e inconfundível, a laranja é muito popular na mesa dos brasileiros. A versatilidade da sua utilidade é o mais chama atenção dos consumidores, assim como a sua disponibilidade no mercado.

O cultivo da laranja pode ser feito o ano todo e, por isso, está sempre presente em abundância na seção de feira dos supermercados. A fruta é tradicionalmente encontrada como suco integral e também pode ser utilizada como especiaria, por exemplo, para temperar alimentos e servir como aromatizante de águas.

“Ela é rica em vitaminas C e possui importante papel na concentração de vitamina A”, diz Michelle. Os principais benefícios da laranja são:

  • Controle da pressão sanguínea
  • Combate o alto colesterol
  • Auxilia em problemas digestivos
  • Previne gripes, resfriados e infecções
  • Controla a acidez em excesso do organismo
  • Facilita a digestão
  • Estimula a ação do sistema circulatório e combate inflamações
  • Fortalece o sistema imunológico

O suco da laranja é uma grande fonte de potássio e tem como função ajudar no controle da pressão arterial. Além disso, contém betacaroteno, que auxilia na aborção do ferro de alguns alimentos, como o feijão.

Portanto, a melhor maneira de consumir esta fruta é em sua forma in natura; da mesma forma, o suco do alimento é absorvido de maneira completa pelo organismo e seus nutrientes são metabolizados com maior eficiência.

Limão

Assim como a laranja, o limão é uma fruta muito popular na mesa dos brasileiros e indispensável para diversas receitas. É utilizado em dietas alimentares por conta da ação de saciedade que o consumo proporciona ao organismo. Sendo assim, a fruta pode ser utilizada como uma sobremesa saudável, em tortas, bolos e até mesmo para compor chás e águas saborizadas.

“Fonte de vitamina C e do complexo B, o consumo do limão está relacionado a uma boa produção hormonal  influenciando na formação de células e na respiração celular”, comenta Michelle, sobre a versatilidade da fruta.  Os principais benefícios do limão são:

  • Auxilia na digestão
  • Melhora a aparência da pele
  • Previne o envelhecimento precoce
  • Reduz os ricos de câncer
  • Melhora o humor
  • Ameniza os sistemas de ansiedade
  • Reduz a intensidade dos sintomas de doenças respiratórias
  • Ação anti-inflamatória natural
  • Previne o mau hálito
  • Acelera o processo de cicatrização
  • Evita o aparecimento de pedras nos rins

Além dos seus diversos benefícios, outra característica que faz com que muitos consumidores busquem pelo limão  é o auxilio no processo de emagrecimento.

O ácido cítrico presente na fruta contém ação adstringente – que funciona como uma espécie de detergente, dissolvendo as toxinas no organismo. Por isso, o limão acelera o metabolismo e diminui a síntese de colesterol no sangue; o que auxilia na perda de peso e na manutenção de proteínas.

Tangerina

A tangerina, também conhecida como mexerica, é muito conhecida pela sua forma. A fruta contém um pequeno caule com folhas largas e verdes, além de ser alaranjada. Todas as parcelas da fruta podem ser aproveitadas – tanto a fruta em si como as suas folhas – e pode, também, ser destinadas para a preparação de chás.

A fruta carrega inúmeros benefícios e está entre as cítricas mais procuradas no mercado. “A tangerina contém agentes antioxidantes que atuam na prevenção do envelhecimento precoce e ajudam a eliminar toxinas do corpo. Da mesma forma, diminuem a sensação de inchaço e favorecem para uma melhora metabólica”, comenta Michelle.

Os principais benefícios da tangerina são:

  • Prevenção de doenças cardíacas
  • Controle dos níveis de colesterol no corpo
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Previne os sintomas de AVC
  • Controla a diabetes e os níveis de hipertensão
  • Melhora a digestão e o funcionamento da flora intestinal
  • Age no organismo como um calmante natural
  • Melhora a aparência da pele
  • Fortalece os fios do cabelo
  • Ajuda na perde de peso
  • Aumenta a imunidade

A disponibilidade da tangerina nos supermercados é maior entre as épocas de clima mais seco e quente, pois a fruta necessita de uma grande incidência de sol para se desenvolver; e o seu consumo pode ser feito de forma moderada para que os melhores benefícios sejam retirados do alimento.

O fato de auxiliar na perda de peso está relacionado com o baixo teor de calorias que contém; já que em 100g de tangerina há apenas 53 calorias – e aproximadamente 37 mg de cálcio.

Abacaxi

O abacaxi é conhecido em todos os países tropicais e visto como uma fruta muito saborosa, versátil e nutritiva. Ela pode ser consumida em sua forma in natura, desidratada ou mesmo em conserva.

Caracterizada pela sua coroa de folhas espetadas na ponta e um formato oval alongado, o abacaxi tem seu interior  amarelo e de caráter ácido. Além disso, a fruta é considerada um símbolo de países tropicais.

Da mesma forma que a laranja e o limão, o abacaxi é rico em vitamina C e outras propriedades antioxidantes. A quantia recomendada para o consumo desta fruta, de acordo com nutricionistas, é de 80 g por dia.

Um fator pouco conhecido sobre o abacaxi é que ele pode ser utilizado como amaciante de carnes, pois é em rico bromelina – uma enzima responsável pela decomposição de proteínas da carne. Os principais benefícios do abacaxi são:

  • Atua como anti-inflamatório
  • Previne doenças cardíacas
  • Fonte rica em vitamina C
  • Alivia dores nas articulações
  • Ajuda no processo de redução de peso
  • Melhora a saúde da pele e dos fios de cabelo
  • É capaz de diminuir dores musculares

A fruta é também conhecida pelo nome ananás em sua região de origem, Portugal. Além disso, as principais receitas com abacaxi são destinadas ao emagrecimento, por conta da quantidade de água no alimento. Ele apresenta um caráter diurético e pode ser um grande aliado para os sintomas de inchaços constantes.

Uma opção super simples e que pode fazer a diferença é consumir duas fatias de abacaxi com canela no café da manhã, pois proporciona saciedade.

Acerola

A fruta é conhecida pelo sabor marcante, a forma arredondada e tamanho reduzido. Além disso, sua aparência é muito semelhante à da cereja, embora possa se apresentar nas cores vermelha e amarela.

O seu interior é amarelo e contém um sabor levemente amargo de início. A árvore deste fruto é denominada de aceroleira e pode medir até 3 metros de altura.

A acerola não foge do padrão das frutas cítricas, pois é também uma fonte rica em vitamina C. Apresenta características antioxidantes e estimula a produção de colágeno no organismo.

Entre as maiores indicações de consumo, a fruta serve de grande auxílio em tratamento de problemas pulmonares, assim como para gripes e resfriados. Os principais benefícios da acerola são, por exemplo:

  • Melhora a saúde da visão
  • Previne a doença escorbuto (provocada pela falta de vitamina C)
  • Ajuda na perda de peso
  • Previne o câncer de pulmão
  • Aumenta os níveis de imunidade
  • Melhora o funcionamento do metabolismo
  • Reduz os níveis de açúcar no sangue
  • Melhora a saúde cardíaca
  • Previne problema gastrointestinais

Uma das maiores vantagens da acerola está ligada a sua alta taxa de fibras, que auxiliam para um melhor funcionamento da flora intestinal. Esta característica pode ser um fator útil para tratar sintomas de diarreia, constipações e disenterias, por exemplo.

A presença da vitamina C, além de fortalecer o sistema imune, também ajuda no combate contra o envelhecimento precoce das células e; portanto, promove uma pele mais saudável.

Kiwi

Assim como o abacaxi, o kiwi é também considerado um símbolo de referência para países tropicais. A fruta é originaria do norte da China e considerada exótica em algumas regiões brasileiras. Além de ser muito saborosa, a é uma verdadeira fonte de benefícios essenciais para o organismo humano.

Um fato muito curioso sobre o kiwi é que esta fruta nutritiva figura entre as 26 mais consumidas no mundo todo. Mas vale citar que as propriedades que a tornam uma fonte rica em benefícios estão diretamente relacionadas com a taxa de potássio da fruta.

Em apenas 100g de kiwi, é possível encontrar 268,9 mg de potássio e 2,7g de fibra alimentar. Além disso, é de baixo teor calórico e contém diversas proteínas essenciais.

Os principais benefícios do kiwi são:

  • Promove músculos e ossos mais fortes
  • Auxilia a manter uma pele bonita e saudável
  • Previne o câncer
  • Previne a obesidade
  • Auxilia no processo de emagrecimento
  • Regula o intestino
  • Protege a saúde do coração
  • Rico em vitamina C, E e K
  • Contém baixo teor glicêmico

Os agentes antioxidantes que o kiwi contém podem ajudar no controle do colesterol ruim, denominado de LDL. Além disso, ele apresenta a vitamina K em suas propriedades e, por isso, é responsável pela bom funcionamento da coagulação sanguínea.

Portanto, para quem deseja acrescentar o alimento e fortalecer a dieta, é recomendado o consumo uma vez ao dia; acompanhado de outras frutas como morango, banana e maça.

Maracujá

O maracujá é uma fruta crítica muito conhecida pela sua característica calmante. Entretanto, além disso, a fruta é também fonte rica em vitaminas e minerais. Em sua composição, podemos encontrar vitamina C, cálcio e fósforo.

No momento de escolher o maracujá, é importante se atentar ao aspecto do alimento. Portanto, vale selecionar os de casca brilhante, lisa e firme, deixando de lado os que apresentem manchas ou rachaduras. Dessa forma, a fruta pode ser utilizada em diversas receitas saudáveis, além de doces para festas.

Os principais benefícios do maracujá são:

  • Fonte de vitaminas A, C e do complexo B
  • Fonte de sais minerais como o cálcio, ferro, fosforo e sódio
  • É um calmante natural para o organismo
  • Sua casca é rica em fibras
  • As sementes são muitos nutritivas
  • Ação antioxidante
  • Previne envelhecimento precoce dos órgão
  • Melhora o funcionamento do organismo
  • Auxilia na digestão
  • Ajuda a emagrecer
  • Controla os índices de açúcar no sangue

Um estudo comprovou que a casca do maracujá pode ser um grande auxiliar para os que sofrem de diabetes. A sua casca pode evitar picos altos de insulina. Portanto, ela ajuda no controle os índices de açúcar no sangue e promove bem-estar.

As folhas do maracujá também podem ser aproveitadas e destinadas para a produção de chás que promovem relaxamento do organismo.

Bergamota

A bergamota é uma fruta que apresenta uma casca fina e sua coloração é alaranjada. O seu cultivo é muito comum na região Sul brasileira, pois se desenvolve melhor em climas mais frios.

Ela ficou conhecida como um alimento essencial para o organismo humano, em especial, das mulheres. Isso se comprova por conta das propriedades desengordurantes e desinfetantes que a fruta contém.

Além disso, a bergamota é também utilizada para reduzir marcas de expressão e rugas. O seu uso medicinal também é bastante conhecido, pois promove auxilio para problemas de digestão e pode ajudar a regular intestino. Na Europa, a bergamota é conhecida pela produção do chá ‘Earl Grey‘.

Os principais benefícios da bergamota são:

  • Vitamina A, B1, B2 e C
  • Fonte de cálcio, fósforo e fibras
  • Ação antioxidante
  • Fonte rica em nutrientes
  • Promove saciedade
  • Ajuda na saúde do sistema digestivo
  • Mantem a pele saudável
  • Reduz o risco de doenças como gripes e resfriados
  • Ajuda no processo de emagrecimento

Um dos benefícios de maior destaque da fruta é a quantidade de fibras que ela contém; característica que facilita a digestão, pois melhora o funcionamento da flora intestinal.

Outro ponto importante é o seu auxílio no processo de emagrecimento, já que seu consumo promove saciedade por um longo período. Além disso, a bergamota também é capaz de ajudar o sistema imunológico e na metabolização de calorias.

Caju

O caju é uma fruta que representa uma grande fonte de energia, proteínas e fibras alimentares. É caracterizada pelo formato arrendondo a cor avermelhada. O caju é um alimento muito indicado para tratamentos de doenças relacionadas com baixa imunidade como, por exemplo, anemia.

Além disso, contém alto índice de cálcio e, por isso, é essencial para a saúde dos dentes. O caju conta também com ferro, que serve como auxiliar contra infecções e no processo de cicatrização de feridas. Outro ponto importante é a quantidade de aminoácidos no fruto, que serve como fonte energia e pode melhorar a capacidade física de atletas.

Os principais benefícios do caju são:

  • Fonte de vitaminas e minerais
  • Fortalece a pele e o cabelo
  • Previne e combate o câncer
  • Ajuda a saúde do coração
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Ajuda no processo da perda de peso
  • Tem ação relaxante no organismo

Esta fruta está associada ao processo de emagrecimento por conta das fibras que contém. A ação deste nutriente ajuda no funcionamento do sistema digestório e tem como função principal a melhora na flora intestinal. Além disso, oferece saciedade para quem o consome.

Pêssego

O pêssego é um alimento rico em água, proteínas, vitaminas, carboidratos, fibras, cálcio e ferro. Por conta das suas propriedades benéficas, o alimento entra na lista das frutas cítricas mais recomendadas entre os nutricionistas.

Além disso, um fator muito importante sobre o pêssego é a sua ação antioxidante e a melhora do sistema imunológico.

A fruta contém poderosos agentes de ação anti-inflamatória, que ajudam na redução dos sintomas de estresse. A quantidade de fibras no alimento facilita a digestão, além de melhorar o funcionamento da flora intestinal.

Os principais benefícios do pêssego são:

  • Previne a obesidade
  • Poderosa fonte de vitaminas
  • Melhora a saúde dos olhos
  • Recomendado para consumo de grávidas
  • Fonte de potássio e ácido fólico
  • Reduz os riscos de câncer
  • Ajuda no processo de emagrecimento
  • Fonte de fibras
  • Previne envelhecimento precoce

Uma das características mais marcantes do pêssego é o fato de servir como uma ótima fonte de vitaminas. O alimento carrega em sua composição a vitamina A, B, C, D, E, K.

Entretanto, apesar das propriedades benéficas, o pêssego deve ser evitado por diabéticos, pois contém alto teor de açúcar. Assim, ao invés de servir como um auxiliar, pode comprometer o funcionamento do metabolismo.

Maçã verde

A maçã verde é conhecida por conta do seu sabor ácido e uma casca crocante inconfundível. A fruta é originária da Ásia Ocidental e, hoje, apresenta uma vasta gama de produções em todo o país. O fator que mais chama atenção do produtor é a facilidade com o manejo do plantio do alimento.

Além do sabor, o alimento carrega uma variedade de benefícios para o organismo e pode ser um grande auxiliar para quem busca acrescentar fibras na dieta. É fonte de antioxidantes e pode até ser utilizada como auxiliar no processo da perda de peso.

Outro ponto importante é a grande quantidade de ferro neste alimento; característica pode ser um grande auxiliar para quem sofre com anemia.

Os principais benefícios da maçã verde são:

  • Fonte de fibras e minerais
  • Ajuda no processo de emagrecimento
  • Reduz os riscos de envelhecimento precoce
  • Previne e controla a diabetes
  • Ajuda a acelerar o funcionamento do metabolismo
  • Fonte de vitaminas

Por conta a quantidade de antioxidantes presentes no alimento, ele é ideal para combater os radicais livres – responsáveis por inúmeras doenças e o envelhecimento precoce. Além disso, as maçãs verdes também ajudam a proteger a voz e cuidar da saúde da garganta, pois são ricas em taninos e flavonoides.

Pera

A pera é uma das frutas cítricas mais populares no país, e a sua principal característica é a abundância de água que o alimento contém. Uma das maiores vantagens do consumo é a versatilidade e praticidade da fruta; isso porque pode ser levada para qualquer lugar e serve como lanche em todos os horários do dia.

Além disso, ela é rica em vitaminas como A, B e C e outros diversos minerais. Fonte rica em energia, ela pode ser consumida no início do dia como forma de aumentar a disposição e ter um maior rendimento. Existem cinco tipos de peras no Brasil: pera willians, pera d’água, pera de pé curto, pera d’Anjou e pera red.

Os principais benefícios da pera são, por exemplo:

  • Controla a diabetes e a pressão alta
  • Ajuda a tratar a prisão de ventre
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Fortalece os ossos
  • Ajuda no processo de emagrecimento
  • Fonte de vitaminas

Por conta do baixo teor glicêmico que a fruta contém, ela é um auxiliar para o controle da diabetes. Além disso, o potássio da fruta ajuda a reduzir e prevenir os níveis de pressão alta. Portanto, também evita problemas cardíacos e outros como o AVC.

Carambola

A fruta é muito conhecida por conta de seu formato diferenciado – como uma estrela – e, além de bela, é muito saborosa. A carambola é considerada uma fruta exótica por conta da disponibilidade no mercado, mas o seu sabor é único e os benefícios diversos também são conhecidos. Ela é uma fonte rica em vitaminas e minerais, além de fortalecer a imunidade.

Entretanto, apesar dos inúmeros benefícios, ela pode trazer malefícios para algumas pessoas. Isso porque a fruta contém uma neurotoxina exclusiva e pode ser muito prejudicial para quem já sofrem com problemas renais.

Os sintomas mais comuns para pessoas afetadas pela toxina presente na fruta são crises epilépticas, confusão mental e fraqueza. No entanto, a maior parcela da população não é afetada por nenhum desses sintomas.

Os principais benefícios da carambola são:

  • Fonte rica em vitaminas e minerais
  • Previne gripes e resfriados
  • Fortalece o sistema imune
  • Atua como antioxidante no organismo
  • Combate radicais livres
  • Diminui a pressão arterial
  • Acelera o funcionamento do metabolismo
  • Ajuda no processo de emagrecimento

A presença de potássio nas frutas ajuda no controle do fluxo sanguíneo e controla a pressão arterial. Além disso, as vitaminas do complexo B que a fruta contém são capazes de acelerar o metabolismo e garantir uma metabolização dos alimentos mais eficiente.

A diversidade das frutas

Frutas exóticas

O Brasil é um país rico em diversidade e isso pode ser notado na variedade de frutas disponíveis em solo brasileiro; tanto as mais comuns, como a laranja, a banana, a maçã, quanto as frutas mais exóticas.

O país contempla áreas abrangentes de cultivos espalhados por todas as regiões. Por isso, toda essa diversidade faz com que os Estados brasileiros tenham acesso às mais variadas frutas o que também incentiva a importação e a exportação nacional.

A importação e comercialização de frutas exóticas pode ser observada em São Paulo, por exemplo. Por isso, o Estado possui um centro comercial voltado para a venda de diversos produtos pouco encontrados em mercados, sacolões ou em quitandas de bairro: o chamado Mercado Municipal de São Paulo, mais conhecido entre os paulistas e turistas como Mercadão.

Frutas exóticas no Mercadão

O Mercadão tornou-se um dos principais pontos turísticos da cidade de São Paulo. Sendo assim, há quem o visite em busca de seus produtos mais populares, como o famoso sanduíche de mortadela ou pelo grande pastel de bacalhau.

Por outro lado, há quem o visite pela enorme quantidade de frutas exóticas comercializadas por lá. Para o comerciante Raimundo de Souza, 60, há algumas frutas específicas que mais chamam a atenção dos consumidores.

“A pitaya amarela, de origem colombiana, é o carro chefe do mercado. Além dela, a atemoia e a combinação de tâmara com morango são algumas das mais procuradas”, comenta Raimundo; que trabalha há dez anos na banca Império das Frutas, um dos primeiros pontos de venda de frutas do Mercadão.

De acordo com ele e outros comerciantes do local, as frutas exóticas encontradas em abundância são:

  • Tâmara
  • Pitaya
  • Atemoia
  • Mangostim
  • Lichia da Malásia
  • Rambotã

De acordo com a nutricionista Michelle, as frutas exóticas se sobressaem por conta de suas fortes propriedades.

“Elas se destacam pelos oligossacarideos, que atuam como probióticos. Em outras palavras, são alimentos que contém micro-organismos vivos; que fazem bem para o organismo e melhoram a flora intestinal. Além disso, são ricas em fitoquímicos – que auxiliam no controle do colesterol – e em fibras insolúveis, que auxiliam no controle das diabetes”, comenta.

Tâmara

“A tâmara é considerada um chocolate natural e, por isso, é muito procurada a sua combinação com o morango”, afirma Silvio Miranda, 47, comerciante da Banca do Juca.

Natural da Ásia, a tâmara é uma das mais antigas frutas, cultivada há milênios. Seu sabor é marcante e exótico e, além disso, ela é não é facilmente encontrada em feiras e quitandas comuns. No entanto, traz em sua composição muitos nutrientes que desempenham papéis fundamentais para a saúde do corpo.

Os benefícios da tâmara são:

  • Reduz a pressão arterial
  • Melhora a saúde dos ossos
  • Alivia a prisão de ventre
  • Ajuda a combater a anemia
  • Fornece energia ao corpo
  • Previne resfriados
  • Ajuda no tratamento da acne
  • Possui ação anti inflamatória

Os benefícios da tâmara são possíveis devido a alta quantidade de minerais como o zinco, magnésio, potássio, fósforo, cálcio e ferro que carrega. Além disso, é também fonte de vitaminas A, K, riboflavina, folato, riboflavina e tiamina.

Pitaya

A pitaya, também conhecida como fruta-dragão, é de origem mexicana, mas tem se popularizado no Brasil. Considerada um bom alimento para quem está de dieta, a pitaya possui poucas calorias e é composta por muitos benefícios.

De acordo com Miranda, o alto preço desta fruta no mercado é por conta de seu cultivo. “Ela necessita de cuidados especiais e cultivos específicos. Isso faz com que se torne uma fruta mais cara, por conta dos poucos pontos de venda e pela necessidade de maior manejo”, afirma o comerciante.

Sendo assim, os benefícios da pitaya são:

  • Protege as células do organismo
  • Ajuda na digestão
  • Regula o intestino
  • Regula a pressão arterial
  • Ajuda no combate a anemia

Todos estes benefícios são possíveis porque a pitaya contém altas quantidades de antioxidantes, ácidos graxos, ômega 3, fibras, ferro, fósforo, vitamina B, C e E.

Atemoia

A atemoia nada mais é do que o cruzamento da fruta do conde com a cherimóia, por isso, está na lista de frutas que são consideradas alimentos completos.

Seus benefícios e nutrientes são altamente importantes para o bom funcionamento do organismo e; embora seja exótica, ela é uma das frutas mais indicadas pelos nutricionistas.

Os principais benefícios da atemoia são, por exemplo:

  • Regula a pressão
  • Ajuda na recuperação de gripes e resfriados
  • Reduz as taxas de glicose e colesterol
  • Possui ação anticancerígena
  • Previne doenças cardiovasculares

Entre outros motivos, esta fruta é considerada completa porque possui alta concentração de proteínas; pectinas; ferro; cálcio; magnésio; fósforo; potássio; vitamina C; vitaminas B1; B2; e antioxidantes.

Mangostim

Conhecida como mangostim no Sudeste brasileiro e como mangostão na Pará e na Bahia, esta é uma das frutas exóticas considerada tropical no país. Embora sua origem seja asiática e africana, ela é produzida no Norte e Nordeste do Brasil. Destacando um formato redondo e coloração roxa, come-se apenas a polpa da fruta, que é muito adocicada.

Os benefícios do mangostim são, basicamente:

  • Ajuda em processos anti inflamatórios
  • Combate artrites, reumatismos e dores musculares
  • Ajuda no fortalecimento do sistema imunológico
  • Auxilia no tratamento de alergia respiratórias
  • Ajuda no tratamento de ateroscleroses, dermatites, gengivites e refluxos

Além disso, essa fruta é rica em propriedades antioxidantes, fibras, cálcio, fósforo, potássio, vitamina C e vitaminas do complexo B.

Lichia

Fruta pequena, vermelha por fora, branca por dentro, presente nos pratos culinários principalmente em épocas festivas, como o Natal; a lichia é uma fruta muito benéfica e de sabor fortemente adocicado.

Os principais benefícios da lichia são, por exemplo:

  • Ajuda na saúde do coração
  • Auxilia na regulação do sangue
  • Possui efeitos anti inflamatórios
  • Tem ação antioxidante
  • Ajuda no controle do sistema digestório
  • Regula as atividades do intestino
  • Ajuda no processo de emagrecimento
  • Age na manutenção das células
  • Ajuda na manutenção do sistema imunológico

Todos estes benefícios são possíveis pois esta fruta é altamente rica em vitamina C, vitamina B6, antioxidantes, fibras e potássio. Mas vale lembrar que o seu consumo é indicado de modo controlado, pois contém frutose – o açúcar natural das frutas – que pode causar complicações quando ingerido em altas quantidades.

Rambotã

Com aparência muito semelhante à lichia, o rambotã é uma fruta coberta por uma casca firme, com pelos macios e coloração avermelhada. Possui uma polpa adocicada e levemente ácida e, por isso, é muito utilizado em sucos e conservas, sendo consumido in natura ou congelado.

Os benefícios do rambotã são:

  • Auxilia no tratamento de diabetes e hipertensão
  • Proporciona aumento de energia
  • Ajuda na absorção de minerais, ferro e cobre
  • Elimina os radicais livres
  • Cria células sanguíneas
  • Remove as impurezas dos rins
  • Ajuda a corrigir a quantidade de oxigênio no corpo
  • Controla tonturas e fadigas
  • Ajuda no processo de redução de peso
  • Ajuda no tratamento de dores de cabeça, aftas e disenteria
  • Possui ações anti sépticas
  • Ajuda no combate aos parasitas intestinais
  • Ajuda na hidratação da pele e do cabelo

Além disso, ele é muito consumido em países como a Indonésia e a Malásia, por conta de seus benefícios. O rambotã é também composto por altas quantidades de vitamina C, carboidratos, proteínas, cálcio, fósforo, potássio, ferro, niacina, por exemplo.

Frutas e seus nutrientes

O mercado das frutas

Uma vez que se pensa em um mercado das frutas, é difícil não pensar no Mercadão Municipal. O encontro de todo o comércio de frutas, comuns ou exóticas, da melhor qualidade, acontece nesse grande espaço localizado no berço da capital paulistana.

Diferente de feiras comuns, o Mercadão possibilita encontrar variedade, quantidade, qualidade e preço justo. Entre as frutas mais vendidas, em quase todas as barracas abrigadas no local, podemos citar:

  • Tâmara
  • Pitaya
  • Morango
  • Atemoia

Mas afinal, como funciona o mercado das frutas?

A maior parte das frutas comercializadas nos locais mais comuns do Brasil é produzida no próprio país; embora seja também registrada uma taxa pequena de importações. No entanto, o clima e o solo brasileiros favorecem a plantação e, atualmente, a fruticultura abastece tanto o comércio nacional quanto o internacional.

Da mesma forma, o mercado das frutas vistas como comuns no dia a dia são advindas de fornecedores de cultivos nacionais. Em alguns casos, inclusive, existe uma produção própria para cada estabelecimento específico.

Em âmbito de exportação, de acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq-USP), o Brasil é o principal fornecedor de frutas à União Europeia (UE). Isso porque a variedade e a qualidade dos alimentos produzidos por aqui são os fatores que mais chamam atenção no mercado internacional.

Além do sabor diferenciado e de seus formatos inusitados, estas frutas são fontes ricas em nutrientes e benefícios, e podem ser utilizadas muito além do campo da culinária.

No mercado dos cosméticos, por exemplo, as frutas tropicais brasileiras são base de produtos naturais utilizados para evitar o envelhecimento precoce e tratar marcas de expressão.

As frutas mais exportadas pelo Brasil para a Europa são:

  • Banana
  • Lima ácida tahiti
  • Maçã
  • Mamão
  • Manga
  • Melão
  • Melancia
  • Uva

Mercado exportador e importador

O maior destaque no mercado exportador, entre as frutas listadas, é a manga. Até alguns anos atrás, esta fruta – que pode ser encontrada com muita facilidade em todos os locais do país – era considerada exótica na Europa. Acima de tudo, isso acontecia por conta da pouca disponibilidade em função da fragilidade da fruta; o que dificultava a sua produção.

Por outro lado, o melão brasileiro, por exemplo, ganhou força e a produção teve aumento superior a 10% entre 2011 e 2016. O volume aumentou por conta do foco dos comerciantes, mas também em função da possibilidade de exportação.

Cerca de 80% do melão produzido no Rio Grande do Norte e na região do Ceará são destinados ao mercado exportador. No entanto, outra fruta de destaque na exportação nos últimos anos é a melancia. Ela teve um crescimento de 5% e, assim como o melão, deixou de ser intitulada como exótica – passando a ser mais conhecida no mercado exterior.

Produção de frutas

De acordo com o Cepea-USP, a receita total da exportação de frutas típicas brasileiras, em euros, ultrapassou a marca de 662,00 milhões em 2017. Sendo assim, a previsão de crescimento para 2019 é de 1 bilhão de euros, prevendo um marco histórico para o mercado das frutas.

Os cálculos para planejamento de cultivo, áreas de maior produção e definição de regiões favoráveis para cada tipo de fruta são feitos pela Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas).

A maior vantagem do país, de acordo com a associação, é a disponibilidade e a variedade de regiões produtoras que estão ingressando no mercado. O clima e o solo sempre foram muito vantajosos para os produtores e, por isso, iniciar um negócio no país é uma atividade muito lucrativa.

Como forma de aumentar e incentivar a produção de frutas no Brasil, tanto voltada para o mercado internacional quanto para o nacional, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) instituiu no dia 27 de fevereiro de 2018 o plano nacional do desenvolvimento da fruticultura.

A ação tem como objetivo aumentar a safra, a variedade de frutas e incentivar a fruticultura na agricultura nacional. Por isso, o plano abrange métodos novos de licenciamento para o uso de agroquímicos que favorecem o plantio, e até mesmo a padronização internacional de certificados fitossanitários – que garantem a qualidade das frutas.

Frutas em diferentes cores

O mercado das frutas exóticas

A maior parte das frutas exóticas comercializadas no Brasil não é de frutas nativas ou cultivadas em solo brasileiro. No entanto, isso acontece por conta do clima brasileiro ser de caráter tropical; o que implica na não adaptação de alguns tipos de alimentos.

As frutas exóticas mais conhecidas no Brasil são:

  • Pitaya
  • Cherimoia
  • Lichia
  • Romã
  • Kino
  • Cupuaçu
  • Cambuci

Os fatores que as tornam exóticas estão diretamente relacionados com as suas características físicas; como, por exemplo, o cheiro, a cor e o formato. Estes são atributos que fazem com o que os alimentos se diferenciem dos demais e os dê o título de exóticos.

Além disso, as produções nacionais destas frutas são feitas em escalas muitos menores e, por isso, chegam no mercado consumidor com preços elevados.

O mercado destas frutas diferenciadas está concentrado no Mercadão (SP) e apresenta lucro expressivo para os comerciantes que investem nos alimentos. Dessa forma, a maior parte dos comerciantes entram em contato com estas frutas por meio de fornecedores estrangeiros.

Além disso, a importação para o Brasil acontece de forma simples e segura e; além de render lucro ao fornecedor, abastece o público e gera renda para os brasileiros. Por outro lado, observando pelo prisma da produção nacional, a variedade de frutas que o país produz e comporta é visto como diferencial lá fora.

Além disso, é fato que a busca por frutas exóticas aumentou significativamente e o mercado nacional ganhou um grande reconhecimento por seus produtos exóticos nos demais continentes, em especial, na Europa. Entretanto, o país ainda está caminhando e tem muito potencial para se desenvolver e aumentar ainda mais o volume de exportação.

*Artigo escrito com apuração, imagens e colaboração de Marilia Gouveia e Thalia Lins.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo