Chá de hibisco ajuda a emagrecer e tem grande popularidade no Brasil

Inicio » Agronegócio » Chá de hibisco ajuda a emagrecer e tem grande popularidade no Brasil
27/09/2019 Por
Chá de hibisco ajuda a emagrecer e tem grande popularidade no Brasil

Consumido para diferentes finalidades conforme a cultura de cada país, o chá de hibisco ultimamente vem sendo usado para objetivos estéticos

Por se desenvolverem de forma natural na natureza, os chás vêm sendo usado há gerações para tratamento de doenças. A cultura indígena foi a pioneira no uso de plantas medicinais para cuidar da saúde. E conforme o processo de colonização e mistura de raças, os ensinamentos foram passados às gerações posteriores. Com o chá de hibisco, não é diferente.

Hoje temos os recursos da ciência moderna para corroborar ou esclarecer alguns mitos a respeito dos benefícios das plantas medicinais. E para os consumidores de chá de hibisco, a ciência só veio a confirmar as suas virtudes. No entanto, é necessário ter precauções, pois o chá não é recomendado para todos os públicos. Assim sendo, seu excesso pode ocasionar efeitos colaterais desagradáveis.

Chá de hibisco

O que é hibisco?

Hibisco é uma planta medicinal que se origina da África Oriental. Foi introduzida no Brasil por via dos escravos que chegavam do continente africano.

A planta não teve recepção imediata na Europa devido à sua coloração vermelha, porque levantava suspeitas sobre os riscos que poderia proporcionar a saúde. Mas logo a cisma foi desfeita e os europeus tiveram que se render ao seu sabor, aroma e coloração, que no fim das contas é belíssima.

O nome científico da flor de hibisco é Hibiscus sabdariffa.

Para que serve chá de hibisco?

A forma mais consumida e apreciada da planta é em forma de chá, mais especificamente feito através da infusão das folhas secas.

Entretanto, é preciso prestar atenção no tipo de hibisco escolhido, pois existem tipos diferentes de hibisco. Os que não são usados para a mesma finalidade do chá que estamos analisando se encontram normalmente nos jardins domésticos. Mas, como dito, não são recomendados para serem usados com a mesma finalidade que normalmente se emprega o chá de hibisco.

Essas espécies diferentes, ornamentais, são a Hibiscus rosa-sinensis e Hibiscus-syriacus. Lembre-se que a que estamos tratando é a Hibiscus sabdariffa.

Para ficar mais fácil a diferenciação, saiba que a planta usada para o chá tem um cálice de cor vermelha bem encarnada. Também tem flor branca e pequenos frutos que se assemelham a pequenos quiabos. Já as plantas da mesma família e que não são comestíveis têm aspecto mais amarelado ou rosado nas suas flores.

Mas, afinal, para que serve o chá de hibisco?

Esse chá é famoso por conter várias propriedades que beneficiam a saúde. É recomendado para tratamento de enfermidades específicas, como também é usado para complementar receitas culinárias, seja para adicionar tempero especial ou simplesmente adornar o prato.

Por fim, o hibisco também serve para incrementar bebidas e doces. Como destaques, podemos citar os vinhos, vinagres, geleias e xaropes.

Seu uso mais comum é a infusão do chá, mas também pode ser encontrado em cápsulas ou em extrato desidratado e solúvel. Este último vem semi pronto, precisando ser misturado na água.

Chá de hibisco

Benefícios do chá de hibisco

Não há dúvidas de que o chá de hibisco faz bem. Ele proporciona vários benefícios à saúde, pois é rico em nutrientes e substâncias que fazem bem ao corpo humano.

  • Diurético

Dentre os benefícios do chá de hibisco, o primeiro que podemos destacar são as suas qualidades diuréticas. Por conter vários antioxidantes, como a quercetina, o chá de hibisco gera efeito diurético. Isso significa que estimula o fluxo urinário.

O benefício de aumentar esse fluxo é agir diretamente nos rins e provocar maior descarte de potássio, sódio e cloreto. Essas substâncias contribuem para a retenção de líquido e, quanto menos ficarem no organismo, melhor.

  • Antioxidante

Como exposto, o chá de hibisco é rico em antioxidantes, polifenois, vitamina C, licopeno, entre outros.

O principal benefício que esses antioxidantes provocam no corpo é o combate aos radicais livres. Essas radicais livres são células com estruturação molecular incompleta que acabam prejudicando o desempenho de outras células ao tentarem se recompor. O resultado é o envelhecimento dos tecidos do organismo e o desenvolvimento de enfermidades crônicas.

Os antioxidantes combatem esses radicais, evitando então o envelhecimento precoce, bem como o surgimento de doenças como as cardiovasculares e oftalmológicas.

  • Pressão arterial

A planta é recomendada para quem lida com problemas de pressão alta, pois o chá ajuda a regular a pressão. E isso ocorre por intermédios dos flavonoides presentes na planta que agem no organismo, interferindo nas enzimas responsáveis por fazer a regulação da pressão arterial.

E lembra-se de seu efeito diurético? Essa ação também contribui para o controle da pressão, pois o sódio é um dos eletrólitos que provocam o desequilíbrio.

Chá de hibisco emagrece?

Contudo, o que vem levado a maioria das pessoas a procurarem pelos benefícios do chá tem sido a questão da perda de peso.

Em culturas antigas, como o Egito dos tempos dos faraós, a bebida era utilizada como forma de refrescar e manter a temperatura corporal. No oriente médio, costuma ser empregada como calmante.

Portanto, será que de fato o chá de hibisco emagrece?

Claro que nenhum chá tem o poder de fazer uma pessoa emagrecer apenas absorvendo o líquido. E nenhum remédio de manipulação industrial também. É preciso sempre conciliar uma boa dieta com a prática de exercícios físicos.

Portanto, o chá de hibisco pode, no máximo, ajudar a emagrecer. E realmente contém propriedades que colaboram para a perda de peso.

A constatação de que impede a retenção de líquido já dá um indicativo dessa qualidade, pois ao impedir tal acúmulo, evita o inchaço na região abdominal, por exemplo.

O chá também reduz o processo de acumulação de lipídios, também conhecidos como gorduras.

Chá de hibisco

Contraindicações

O chá de hibisco deve ser administrado de forma moderada para quem tem problemas cardíacos, pois as propriedades diuréticas do hibisco podem eliminar substâncias presentes no corpo que acabam por prejudicar o coração.

Não é recomendado para gestantes ou lactantes porque detém hidrocarbonetos associados à má formação congênita e processos abortivos.

Pessoas que tomam remédio para pressão alta também deve evitar, pois a interação com o hibisco pode causar um super efeito nocivo à saúde.

Por fim, pessoas com pressão baixa se encontram no grupo de risco, porque o chá pode baixar demais a pressão.

Como fazer chá de hibisco?

Agora vamos explicar como fazer chá de hibisco! É realmente simples. Acompanhe!

  1. Para cada litro de água, adicione uma colher de sopa;
  2. A água não pode estar fervendo ao se colocar as folhas ou o extrato. Aguarde ferver, desligue o fogo e depois coloque a substância;
  3. Deixe por cinco minutos em infusão e depois coe antes de consumir.

Se estiver tomando para emagrecer, não coloque açúcar. Você pode ingeri-lo puro ou adicionar mel no chá de hibisco.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo