4 boas opções de chás calmantes para você provar

Inicio » Agronegócio » 4 boas opções de chás calmantes para você provar
20/09/2020 Por
4 boas opções de chás calmantes para você provar

Os chás calmantes são indicados para serem consumidos antes de dormir e para o combate de doenças como a depressão. Requisitados não só pelo gosto e aroma agradável, mas também por suas qualidades medicinais, os chás estão ganhando números cada vez mais expressivos no Brasil, especialmente os do tipo calmante. Com a rotina dos centros urbanos da sociedade contemporânea cada vez mais agitada, avolumam-se as doenças de origem emocional e psicológica, com ansiedade e depressão se destacando.

Os chás calmantes, até pela falta de medicação ou pela falta de recursos para aquisição corriqueira de medicações, acabam se tornando ótimas opções para recuperar o equilíbrio de corpo e mente.

chás calmantes

O que são chás calmantes?

Chás calmantes são infusões de folhas de plantas em água fervente que contêm propriedades causadoras de efeitos relaxantes ao serem ingeridas por organismos vivos.

A descoberta dos efeitos calmantes das plantas desses chás foi feita há milênios por povos primitivos, em especial, povos de cultura indígena que viviam de explorar os recursos da natureza para garantir a subsistência e tratar de ferimentos.

As descobertas foram passadas de geração para geração e, sem dúvida, chegaram até os tempos modernos. Com a tecnologia mais avançada, pesquisas científicas puderam comprovar a real eficácia dessas infusões de ervas para o tratamento de determinadas doenças e para a geração de efeitos benéficos.

A ciência confirmou, em boa parte dos casos, a sabedoria dos povos antigos, fazendo com que as ervas consideradas próprias para chás calmantes se popularizassem mais, atraindo grande procura.

A origem do chá

A infusão de ervas para gerar uma bebida agradável ao paladar e com soluções medicinais efetivas tem origem no continente asiático. Mais precisamente no antigo Império Chinês, há mais de dois mil anos.

O responsável pela descoberta dos primeiros tipos de chás foi um importante governante da história da China, Shen Nong. Ele era um entusiasta das pesquisas científicas, enxergava importância em obras de saneamento e era um amante das artes.

A descoberta passou a ganhar novos territórios com as rotas comerciais marítimas, pois promoviam a visita de estrangeiros e trocas de mercadorias.

Diferenças entre chás calmantes e estimulantes

Há pelo menos duas categorias de chás: chás calmantes e estimulantes (há também os que se enquadram na categoria de chá medicinal). Apesar da grafia parecida, são chás que promovem efeitos distintos.

Os chás calmantes, como o próprio nome indica, causam efeito de relaxamento, pois atuam no sistema nervoso promovendo sensação de tranquilidade e bem-estar. Diminuem a ansiedade e, consequentemente, a compulsão por comida e o estresse.

São capazes até de aliviar problemas estomacais, como má digestão, cólicas e prisão de ventre, por diminuir a ansiedade o estresse, sentimentos que podem ocasionar esses problemas ou agravá-los.

Já os chás estimulantes agem no cérebro provocando agitação interna, estímulo cardíaco e elevação da pressão arterial. Também têm o efeito de gerar maior saciedade, colaborando para os seus usuários consumirem menos calorias do que estão habituados.

No entanto, é preciso evitar doses exageradas e pessoas com problemas cardíacos, colesterol alto e diabetes devem ficar mais atentas, pois são mais suscetíveis ao agito provocado pelas substâncias desses chás.

chás calmantes

Tipos de chá

Felizmente, para os que precisam esfriar os ânimos, há vários tipos de chás para acalmar. Muitos deles se enquadram na categoria de chá medicinal, pois além dos efeitos relaxantes, também ajudam a tratar e aliviar sintomas de várias enfermidades.

Conheça os tipos de chás calmantes mais populares.

Erva-cidreira

Planta medicinal da família da hortelã e de nome científico Melissa oficinallis. É conhecida por vários nomes conforme a região do país. Muito confundida com o capim-cidreira, outro tipo de chá calmante, mas se trata de espécie distinta.

Esse chá tem poder não só de provocar relaxamento, mas também de aliviar dores de cólicas menstruais, melhorar o trânsito intestinal e prevenir doenças como câncer.

Camomila

Talvez o mais famoso dos chás calmantes. A planta camomila, Matricaria recutita, pode ser preparada com as flores secas da planta e os sachês do supermercado.

Além de diminuir a hiperatividade, ajuda no alívio dos sintomas de enjoo, no tratamento de feridas e inflamações. Também acalma e remove as impurezas da pele.

O chá utilizando apenas as flores da camomila é o consumo mais comum. Entretanto, há outras formas de utilização que rendem bons resultados, seja em termos de paladar ou de bem-estar. Um deles é o chá de camomila com mel. Também há mistura com hortelã-pimenta ou com erva-doce.

Erva-de-São-João

Também conhecido como hipericão, é famoso por ter propriedades restauradoras do sistema nervoso e por ter efeitos semelhantes aos antidepressivos.

Não à toa, é recomendado para ser ministrado em casos de depressão, agitação nervosa e tratamento de ansiedade.

chás calmantes

Melissa

Referida também como “cidreira”, é usada para lidar com situações de perturbações do sono, ansiedade e nervosismo. Seus óleos essenciais têm fortes efeitos calmantes.

Mercado de chá

Parece que chegou a vez do Brasil de embarcar na onda não só de chás calmantes, mas como de todo e qualquer tipo de chá. Dados da Euromonitor apontam que o consumo dessa bebida no país vem crescendo 24% ao ano, número bem expressivo se comparado com a média mundial que é de 9%.

O incentivo a uma qualidade de vida mais saudável, tanto física quanto emocional, vem fazendo os brasileiros abandonarem velhos hábitos em prol de outros mais saudáveis. Como são inegáveis as qualidades medicinais do chá e como o consumo não exige grandes sacrifícios, pois são agradáveis e de baixo custo de produção, a bebida passou a ser “descoberta” como uma boa solução para manter o equilíbrio da dieta da maneira mais prazerosa possível.

Colabora para esse incentivo, também, o investimento de velhas e novas empresas especializadas no ramo que perceberam essa mudança cada vez mais crescente nos hábitos do consumidor brasileiro.

Para atrair mais a atenção desse consumidor mais zeloso para o seu bem-estar e oferecer novidades, se investe cada vez mais em variedades de produtos. Tanto na forma de se consumir – folhas naturais, sachês, cápsulas – como em termos de sabores, geralmente misturando elementos como chá verde com hortelã, capim cidreira, hibisco, mix de laranja com maçã, entre outros, que envolvem até chás calmantes.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo