Ciclo do carbono é responsável por possibilitar vida no planeta Terra

Inicio » Meio Ambiente » Ciclo do carbono é responsável por possibilitar vida no planeta Terra
31/03/2019 Por
Ciclo do carbono é responsável por possibilitar vida no planeta Terra

O ciclo do carbono proporciona vida para os seres terrestres

O ciclo do carbono é responsável por possibilitar a vida dos seres no planeta Terra. Este elemento é encontrado em abundância nas camadas como a biosfera, a hidrosfera, a atmosfera e a litosfera. Podendo ser encontrado também em forma de gás, de carbonato de cálcio, carboidratos, ácidos nucleicos e proteínas.

Além disso, o ciclo do carbono garante que o processo de fotossíntese seja realizado pelas plantas. Os vegetais garantem a absorção e liberação do carbono na atmosfera, sendo importante também para o processo da cadeia alimentar.

Ciclo do carbono: fotossíntese

O que é ciclo do carbono?

Ciclo do carbono é o nome dado ao processo em que plantas e alguns organismos autótrofos – aqueles que produzem o próprio alimento – fazem absorção dos gás carbônico presente na atmosfera, com o intuito de utilizá-lo no processo de fotossíntese. O ciclo termina quando o carbono é devolvido para a atmosfera através da respiração desses seres vivos.

Ciclo físico e biológico do carbono

Certa quantidade desse carbono é devolvido para a atmosfera e a outra parte é utilizada na produção de açúcares (as chamadas glicoses). Este elemento é ingerido ao mesmo tempo que os animais ingerem as plantas, podendo ser liberada por meio da decomposição ou da respiração.

Há casos em que o carbono é devolvido também para o solo, quando fungos e bactérias realizam a decomposição de vegetais e de animais, ingerindo o elemento químico junto. O processo de queimas também é responsável por liberá-lo, tanto no ar quanto no solo. Os vegetais o liberam por meio da respiração.

As fórmulas deste processo são, basicamente:

  • Fotossíntese: 6CO2 + 6H2O + luz solar → C6H12O6 + 6O2
  • Respiração celular: C6H12O6 (matéria orgânica) + 6O2 → 6CO2+ 6 H2O + energia

Ciclo biofísico e geológico do carbono

O carbono é um elemento químico em constante renovação no planeta Terra. Sua parte geológica refere-se a agitação do carbono por anos, encontrado na atmosfera, nos minerais, nas águas, nas rochas e nos sedimentos marinhos.

A sua parte biofísica refere-se à relação entre a camada da biosfera e da atmosfera, como o processo rápido de acumulação de materiais e o processo de erosão. Assim, as etapas físicas, geológicas, fisiológicas e químicas se juntam e garantem o equilíbrio natural do planeta. Dessa forma, mantém o ciclo do carbono da natureza.

Dessa forma, com mesma velocidade e intensidade em que é absorvido pelos organismos o carbono é também devolvido para a atmosfera. A produção de energia e as queimadas são procedimentos realizados pelos seres humanos que transmitem o gás carbônico no ar. Elas acabam permitindo a intensificação e o sustento tanto do ciclo biofísico quanto do geológico. A retirada dos combustíveis fósseis na camada da litosfera também é responsável por essa intensificação e sustento.

Esses combustíveis fósseis são formados a partir da decomposição realizada pelos seres vivos responsáveis por acumularem matéria orgânica sobre os resíduos sedimentares. No entanto, são etapas que fazem grande parte da remoção do carbono presente na atmosfera.

Etapas do ciclo: como funciona o ciclo do carbono?

Ciclo do carbono: gás carbônico na atmosfera

A atmosfera é um dos elementos principais para que o ciclo do carbono seja realizado. Ela é importante pois proporciona a interação entre elementos e fatores físicos, químicos e biológicos presentes no planeta Terra.

Há na atmosfera as moléculas de dióxido de carbono e metano que englobam o carbono e o liberam. Este fator possibilita a ocorrência e funcionamento do ciclo. Além das plantas o absorverem e produzirem glicose, o carbono entra na biosfera carregado pela água da chuva. Ele se dissolve ao entrar em contato com as águas dos lagos, dos rios e dos oceanos.

Ao entrar na biosfera, os organismos vegetais fazem o processo da fotossíntese. Assim, quando esses vegetais são consumidos por outros seres, seja pelos animais ou pelos humanos, há também a ingestão do carbono, permitindo que o ciclo continue.

Além disso, as plantas e vegetais também realizam a transferência do elemento químico para os solos através de suas decomposições. No entanto, o carbono é devolvido à atmosfera por meio de qualquer método, seja através da respiração, da decomposição ou das queimadas combustíveis.

Quando o carbono não é absorvido através da fotossíntese, ele permanece nos oceanos e transforma-se em carbonato de cálcio. Este carbonato é responsável pela produção das conchas marinhas. A nova molécula gerada também pode resultar em calcário por meio da sedimentação das conchas. Calcário este que é usado nas técnicas de agricultura e nas construções civis.

Outro meio de funcionamento é através dos fitoplânctons que consomem este gás carbônico e possibilita a troca da atmosfera com o carbono. Isso acontece pois a temperatura é variável, quanto menor a temperatura no oceano, menor será a quantidade de gás absorvido.

Além disso, por meio de processos que ocorrem no oceano, o carbono também pode ser devolvido através das manifestações vulcânicas formadas na superfície. Consiste em um das etapas naturais que acontecem por muitos anos.

Ciclo do carbono na natureza

O ciclo do carbono é importante para a natureza pois permite que milhares de espécies vegetais sobrevivam. Isso acontece pois o carbono é absorvido da atmosfera e regula a cadeia alimentar, importante para todos os organismos vivos.

Sem a ocorrência do ciclo, a quantidade deste elemento químico na camada da litosfera, da biosfera e da atmosfera aumenta a probabilidade de elementos tóxicos que interferem na liberação do gás oxigênio. O principal resultado dessa ausência é a dificuldade da vida no planeta Terra.

Importância do ciclo do carbono

Ciclo do carbono: combustíveis fósseis

Por ser um elemento constante e renovável, o carbono tem extrema importância. Através dele, outras moléculas químicas são geradas e possibilitam que muitas espécies permaneçam com vida, dificultando a ocorrência de extinção.

Ele está diretamente relacionado com outras questões da vida no planeta Terra. Através do efeito estufa é capaz de manter o aquecimento do planeta. Além disso, através da produção de oxigênio possibilita a manutenção e composição dos elementos para que haja vida.

Já através da fotossíntese facilita que impurezas sejam retiradas do ar, proporcionando limpeza e evitando o aumento da poluição. Isso é de extrema importância para a saúde humana, pois melhora o funcionamento do sistema respiratório.

Os combustíveis fósseis e as rochas também somente são possíveis por causa do ciclo do carbono, já que ele é responsável por formar depósitos sedimentares nos oceanos. Outro ponto importante são as paisagens, principalmente as paradisíacas, que ajudam na economia local por conta do turismo e das atividades de lazer.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo